segunda-feira, 28 de abril de 2008

QUEM O MARIDÃO NÃO LEVARIA PRUMA ILHA DESERTA

Mais um diálogo romântico que eu comecei com o maridão:

- Tô lendo o blog de uma moça que escreve muito bem, uma brasileira que se casou com um inglês e foi morar numa ilha, Jersey, lá na Inglaterra. Ela teve que pagar o visto de esposa no consulado britânico no Rio, e sabe quanto custou? 1.400 reais! Caro, né? E isso três anos atrás. Hoje deve estar mais caro ainda.

- É, é caro mesmo. Mas eu pagaria pra você.

- Pagaria o meu visto pra eu me casar com um inglês?! Pra quê, pra eu ficar mandando libra pra você, seu explorador de uma figa?

- Você numa ilha inóspita, longínqua... É, eu pagaria pra você.

5 comentários:

Claudemir disse...

Hilário. Nao conhecia esse lado mau do maridão. Naquela parte onde vc chama ele de explorador me veio na cabeça a imagem do maridão em forma de cafetão mandando vc pruma ilha qualquer, sem ofensas, nao pude evitar. E afinal que blog é esse, também quero conheço.

Claudemir disse...

Agora qeu eu vi q tem o link do blog lá no texto...

Lolla Moon disse...

HAHAHAHAHAHAHAHA
who said romance was dead, huh?

ah, seu comment apareceu, sim - é que eu tenho que aprovar cada um, antes. em tese o sistema devia aceitar automaticamente comentários de pessoas que já foram aprovadas uma vez, mas quem disse que a vida é justa? :(

lola aronovich disse...

Clau, lado mau do maridão?! Ele não tem lado mau. Sério. Ele tem lado teimoso como uma mula, lado chato, lado estúpido, lado pão-duro miserável, mas lado mau ele não tem. E o lado burrinho dele não é muito desenvolvido. Ele sabe que, se isso acontecesse de eu me casar com um inglês, ele (maridão) não veria um centavo de libra da minha mão!
Ah, Lolla, sistema sádico o do seu blog. Não dá pra aparecer uma mensagem do tipo "Seu comentário não será publicado antes da aprovação da deusa que é a autora deste blog"? Eu apertei OK e o coment. sumiu! Mas que bom que ele não se perdeu num buraco negro do universo.

Pedro disse...

BOA. Tomou Lolinha ?