sexta-feira, 18 de novembro de 2016

PRECISAMOS FALAR DA RADICALIZAÇÃO ONLINE DE JOVENS HOMENS BRANCOS

A vitória de Trump já começa a dar frutos podres.
Um diretor de um site de direita dos EUA, o Breitbart, foi escolhido para fazer parte da equipe de governo trumposo. Isso é muito sério. É mais ou menos como se Bolsonaro fosse eleito presidente em 2018 (não se preocupem: não vai acontecer) e indicasse algum mascu pra sua equipe para premiá-lo pela campanha de ódio online que dedicou aos desafetos.
A jornalista freelance Abi Wilkinson escreveu sobre essa nomeação para o The Guardian. Pedi à querida Denise para traduzir o artigo (que é bem difícil de traduzir porque está cheio de termos específicos de mascus e reaças americanos). 

Por vários anos, eu tive um passatempo obscuro e bastante incomum. Quando estou sozinha e entediada e me dá na telha, eu abro meu laptop e rumo para um canto particularmente desagradável da internet.
Não, não a parte que você está pensando. Algum lugar muito pior. Essa rede informal de blogs, fóruns, subreddits e publicações de mídia alternativa conhecidos coloquialmente como “manosphere” [blogosfera dos homens]. Uma subcultura online centrada em torno do ódio, da raiva e do ressentimento ao feminismo especificamente, e às mulheres de forma mais ampla. É sombriamente fascinante e agora preocupantemente relevante.
Na linguagem moderna, isso faz parte do fenômeno conhecido como "alt-right" [Nota de tradução: Alt, diminutivo para Alternative, -right é o novo movimento de direita, majoritariamente online, que rejeita o conservadorismo tradicional dos Estados Unidos]. Comentaristas mais simpáticos descrevem a alt-right como "uma reação à cultura do politicamente correto", e os críticos clamam ser neofascismo. Durante o ano passado, foi estranho ver a subcultura perturbadora de sites da internet que eu acompanho há tanto tempo ter virado mainstream [parte do padrão]. 
O presidente executivo de um de seus meios de comunicação mais populares, Breitbart (mídia conservadora baseada nos EUA), acaba de ser nomeado chefe de estratégia de Donald Trump, e seu chefe de gabinete do Reino Unido foi um dos primeiros britânicos a ter uma reunião com o presidente eleito. Seu cabeça-chave -- Milo Yiannopoulos -- rodou o país fazendo campanha para Trump durante a sua turnê "Dangerous Faggot" [Bichona Perigosa]. Essas pessoas agora fazem parte do cenário político.
Em seus fóruns, li longos e furiosos manifestos alegando que as mulheres são todas putas que "cavalgam num carrossel de pintos" e dormem com uma série de "machos alfa" até chegarem ao fim de seu auge sexual, momento em que procuram um "submisso beta" [mascus são obcecados pelo termo cuck] para casar e ter segurança financeira. Eu acompanhei silenciosamente blogs dedicados à "arte da pegação" [PUA, ou pick-up artists, artistas da sedução], já que os homens argumentam que mulheres arrogantes, opinativas, feministas -- mulheres como eu -- precisam ser colocadas em seu lugar através de "estupro corretivo".
Eu sei sobre o movimento dos "homens que seguem seu próprio caminho" [MGTOW], que é baseado em torno da ideia de que os homens devem evitar todo tipo de relacionamento romântico ou sexual com mulheres [Nota da Lola: Na realidade, grande parte dos MGTOW defendem segregação total, não ter qualquer interação com mulheres]. Eu estou ciente dos que advogam pelo "casamento tradicional", que muitas vezes argumentam que você deve ter como objetivo casar com uma mulher muito jovem já que ela será provavelmente mais fácil de controlar. 
Aprendi também a diferença entre um "incel", que é involuntariamente celibatário, e um "volcel", que faz uma escolha deliberada para evitar a atividade sexual, e às vezes também a masturbação, muitas vezes na crença de que a ejaculação esgota sua testosterona e consome seu poder masculino.
É difícil saber se aqueles que postam anonimamente online estão dizendo a verdade sobre sua identidade offline: os indivíduos que compõem o “manosphere” parecem estar inclinados a serem jovens em média, mas estão presentes em todas as idades. Há adolescentes socialmente reclusos, amantes de videogames, divorciados amargos e jovens milionários de excelentes universidades americanas que sentem que as mulheres não lhes dão o respeito e a admiração que eles merecem. Há homens que afirmam ser altamente bem sucedidos em atrair parceiras sexuais, mas odeiam as mulheres mesmo assim.
Uma coisa que eu notei cedo é que a comunidade parece ser em grande parte branca. E isso é evidente porque a questão da raça aparece nos assuntos, muito [Nota da Lola: Mascus são racistas]. Às vezes, na forma de uma espécie de pseudociência racial que defende o uso para explicar a dinâmica das relações heterossexuais. O velho argumento racista -- de que os homens negros estão "roubando nossas mulheres" -- é feito regularmente. Os insultos racistas são jogados sem cerimônia. Parece haver uma sobreposição significativa com a supremacia branca organizada.
Mesmo levando em conta sua proeminência crescente, seria absurdo afirmar que a alt-right é a principal responsável pela eleição de Donald Trump. Mais de 60 milhões de pessoas votaram nele, a maioria dos quais provavelmente teve pouco ou nenhum contato com este movimento online estranho e raivoso. A maioria eram pessoas que também votaram em Republicanos em eleições anteriores.
Uma minoria foram eleitores anteriores de Obama, concentrados principalmente em faixas de renda mais baixas. Pouco mais da metade das mulheres brancas votou no cara que enfrenta acusações de estupro, e que foi apanhado em vídeo afirmando que ele iria "agarrá-las pela buceta", se ele quisesse. A ida dos eleitores as urnas também foi reduzida, por meio da supressão de eleitores e também porque alguns eleitores Democratas não se sentiram inspirados pela candidatura de Hillary Clinton.
O que é verdade, porém, é que alguns de seus mais apaixonados e vitais apoiadores parecem ser regulares nos blogs e fóruns que eu estou falando. Não é nenhuma surpresa que praticamente todas as figuras proeminentes da “manosphere” saíram em apoio a Trump, e o gênero de Clinton não é o único fator relevante.
Antes da eleição, os membros da comunidade alt-right muitas vezes advertiam uns aos outros para manter em segredo seu apoio a Trump para evitar ser "estigmatizado" por seus companheiros mais liberais. Agora eles estão comemorando abertamente. Eles estão contentes com algumas das políticas mais duras prometidas por Trump: deportações em massa, corte de gastos com o Planned Parenthood [Nota de tradução: Planned Parenthood é uma organização sem fins lucrativos que provém serviços de saúde reprodutiva nos EUA e mundialmente], o muro entre os Estados Unidos e o México. Eles sentem que marcaram uma vitória contra o feminismo e o multiculturalismo. Eles estão contentes que os homens brancos estão, mais uma vez, no controle. Eles ficaram cheios de fúria ao pensar que tinham sido derrubados de seu lugar legítimo no topo da hierarquia social; isso é vindicação. A velha ordem foi derrotada, este é o mundo deles agora.
Quando nos preocupamos com os jovens que saem dos países ocidentais e vão lutar com o Isis, é comum nos concentrarmos no papel da internet na radicalização política desses membros. É hora de discutirmos de forma semelhante a radicalização de homens brancos furiosos. A “manosphere” nos deu Elliot Rodger. Ele era um frequentador regular no fórum "PUAhate" -- povoado por homens amargos que tinham tentado as técnicas defendidas pelos chamados "artistas da sedução" para atrair mulheres e falhado.
Montagem feita pelos próprios mascus
neonazistas, radiantes com a vitória
de Trump
Lendo o histórico de posts de pseudônimos individuais, é possível traçar o seu progresso de vaga insatisfação, e desejo de status social e sucesso sexual, à aderência plena a uma ideologia coesiva de supremacia branca e misoginia. Neofascistas tratam esses sites como a base de recrutamento. Eles encontram jovens raivosos e frustrados e os preparam em sua própria imagem. No entanto, não há nenhum equivalente ao “Prevent” para tentar erradicar isso [Nota de tradução: Prevent é uma das estratégias contra terrorismo implantadas pelo governo britânico que consiste em monitorar pessoas que são especialmente vulneráveis a se radicalizarem].
Muito se escreveu sobre dificuldades financeiras transformando comunidades brancas afetadas em áreas de reprodução para a política da supremacia branca, mas o que dizer quando a insatisfação tem pouco a ver com circunstâncias econômicas? É difícil saber o que pode ser feito para combater esse fenômeno, mas certamente temos que começar a levar a sério o elo entre o ódio e o ressentimento das mulheres demonstrado online e o aumento do neofascismo.

121 comentários:

Anônimo disse...

conheço vários homens, alguns de quem inclusive gosto muito e vejo várias qualidades, que seriam facilmente cooptados em sites desse tipo porque foram rejeitados, porque não tem muito sucesso com as mulheres, porque também acreditam ser os "nerds beta" com quem as mulheres querem casar depois de ter saído com vários homens "alfa".
É triste, mas infelizmente acredito que é mais comum do que pensamos, e pode ser que muita gente que conhecemos pessoalmente frequentem lugares assim.

Alícia

Duenne Araújo disse...

Esses grupos não passam de remake, mais do mesmo... O discurso misógino, racista, xenofóbico e preconceituoso é o mesmo há séculos, o que muda são a roupagem e a mídia em que eles reproduzem seus fascismo.

A mãe dos gato tudo disse...

Fazendo uma análise superficial acerca dessa onda direitista que assola o Brasil, eu chego à simplória porém inevitável conclusão: os movimentos de supremacia branca, de conservadorismo/direita/machismo radicais são formados por pessoas profundamente ressentidas, reprimidas/invejosas e/ou com orgulho ferido, entre outros.

Se revoltam porque não somos mais obrigadas a nos sujeitar a suas horrendas decisões em relação às nossas vidas, seja politicamente, socialmente, etc. Eles estão indignados, pois não possuem mais nosso aval para fazer merda. Não toleramos mais estupros, racismo e outros crimes que antes eles podiam cometer por "direito". Acabou.

Nós estamos nos informando, e buscamos informar o maior número de pessoas também. Nós estamos tornando a vida deles difícil.
Se revoltam porque temos autonomia pra terminar namoros lixos, pra mandar empilhar coco na ladeira quem erguer a voz conosco. Não podem nos agredir, seja fisicamente ou psicologicamente.

Gritaremos mais alto, nossas defesas serão mais fortes.

Anônimo disse...

Eu sinceramente espero que a Lola e suas colegas americanas continuem pensando assim e escrevendo textoes como esse... É eleição garantida pro trump em 2020

museusdomundo disse...

E importante observar que Trump somente se elegeu porque a eleiçao nos EUA e indireta.Eme teve menos votos que a Hillary, mas como o candidato mais votado em cada estado faz todosos votos eleitorais do colegio eleitoral, Trump se elegeu por quefoi mais votado em muitos pequenos estados conservadores e assim obteve mais votos eleitorais, que sao somente 540.

titia disse...

Mundo vai, mundo vem, séculos passam e os babaquinhas mimados que não querem crescer continuam esperneando e tentando arrastar os outros pra mesma merda em que eles vivem.


É triste concordar com mascu, mas apoio 100% a postura dos MGTOW em jamais interagir com mulheres. Meu total apoio a essa filosofia.

Anônimo disse...

Pq vc insiste em comparar PUAs aos masculinistas misoginos?
Qual o problema em aprender meios de comportamento e ação para ter relacionamentos heterossexuais?
Nos ensinamentos PUAS o homem aprende a se portar e agir para ter respeito perante todos, e um dos tópicos que é dito para se evitar é justamente falar da intimidade com as mulheres e se vangloriar. O homem deve dar o respeito que a mulher tem por direito, agindo de forma adulta, evitando atitudes de mimimi, lamentação,etc.
É ensinado que não só as mulheres devem ser conquistadas,como também nossos objetivos, como nosso bem estar, nossos ganhos materiais, seja o que for, tem que ser CONQUISTADO, nada é nosso por direito, como o capacho que faz tudo é acha que a mulher tem obrigação de ir para a cama com ele.
Realmente esse blog dá espaço para algumas matérias que são pura difamação.

Flavio Moreira disse...

Lola, à parte qqr comentário sobre o texto em si, acho complicado dizer que Bolsonaro não tem chances de ser eleito presidente, caso concorra (espero firmemente que NÃO).
Devido ao meu trabalho, tenho muito contato com pessoas dos EUA, alguns até são amigos mais do que colegas, e todas as vezes que os questionei sobre a candidatura de Trump ser viável, eles diziam a mesma coisa: "impossível; essa candidatura é uma piada; ele é ridículo" estão entre as muitas expressões que ouvi dessas pessoas. O resultado das eleições americanas mostrou quem estava equivocado.
Infelizmente, não tenho seu otimismo e acho que sim, é plenamente possível que venhamos a ter um tipo como Bolsonaro como presidente...

Anônimo disse...

O texto basicamente agrupou todos os grupos anti-feministas virtuais sob a alcunha "alt right". Há uma diferença enorme, em termos de saúde mental e de aptidão social, entre um usuário do PUAHate, site em que se glorificam massacres e estupros, e do Breitbart, que é um site conservador.
Uma descrição tão abrangente e imprecisa impossibilita a adequada compreensão de cada um dos grupos integrantes da "Manosphere" e, por consequência, o efetivo debate sobre suas convicções.
Das características elencadas, as únicas que são aplicáveis a todos são a predominância -ou exclusividade- masculina e a insatisfação com a chamada "cultura do politicamente correto". De resto, há inúmeras diferenças que, quando generalizadas e relativizadas, levam à conclusão de que todos os usuários desses sites são extremistas e, portanto, incapazes de qualquer debate. Sem a discussão e o embate racional de ideias, só há de se esperar que esses grupos continuem crescendo.

Anônimo disse...

Quando vc acusa alguém, vc é exatamente o que vc tá acusando.As minorias, ditas assim, são as pessoas mais autoritarias do planeta.

Anônimo disse...

Quando era mais jovem (20/21 anos) tinha muito interesse pela história da Segunda Guerra. Lia bastante sobre o assunto. Passei a frequentar grupos no orkut e visitar blogs. O que começou como um interesse sadio por história, se tornou algo muito esquisito e, ainda bem, percebi rápido o caminho que estava seguindo e saí dele, antes de entrar. Os blogs pareciam legítimos no começo, e depois bem aos poucos, eles lançavam um pouquinho de ódio aqui e outro ali. Eu relevava e pensava que podia ser que tinha razão. E eu me percebi fazendo várias concessões e abrindo a minha tolerância para o ódio. Até que um dia o ódio ficou muito claro e eu não consegui mais tolerar. Saí dos grupos. E digo que não foi fácil. Até por questão de hábito mesmo, sempre visitava os sites, sempre lia os blogs. Parei com tudo e nunca mais voltei atrás.
Tudo isso pra dizer que a internet pode sim colaborar com a radicalização de ideias e movimentos. Tem que ter cuidado.

Anônimo disse...

Lolinha, dessa vez eu não entendi.

Ok, eu entendo sua revolta, mas o trump é de direita, você queria que elegesse um diretor de site de esquerda pra fazer parte da equipe do governo dele?

Não vejo sentido...

Anônimo disse...

A grande maioria dos misóginos são racistas mesmo, apesar de que tem misóginos negros/latinos (e de todas as outras etnias não consideradas brancas) que aceitam passivamente muitos comentários racistas vindos desses esgotos de misóginos.

Anônimo disse...

Engraçado a Lola, em quase todos os posts, se referir sobre a impossibilidade de vitória do Bolsonaro. Não sei que tanto medo e frisson o Bolsonaro causa em feministas. Sem contar o fato dela "cravar" que o Bolsonaro não ganhará em 2018. Eu não diria isso com tanta propriedade. É só observar os fatos pelo Brasil e pelo mundo, onde as pessoas parecem rejeitar o velho e ultrapassado discurso progressista e o politicamente correto.

Anônimo disse...

Ressentido frustrado chateado?

A culpa é da mulher.

Que fácil resolver a vida assim. E ampliar a certeza disso em grupo.

Recente, acompanhei nos comentarios dessas polemicas de rede social um rapaz achando absurdo homens parabenizarem o caso de um garoto de 13 ter engravidado uma mulher de 24. E se fosse o contrário ele perguntava? sou obrigado a ter um desempenho sexual absurdo aos 13 anos?

Raríssimos os homens que não o chamaram de homossexual, invejoso, comunista, feminista ou traidor. uns outros acharam normal garotas de 13 sairem com caras mais velhos.

É tá bem feia a coisa. Fora que nesses foruns relatados no post é isso mesmo, tem uns que espumam de ódio nojo e ressentimento por mulheres.

Engraçado que mulher quando é rejeitada faz qq coisa, menos destilar ódio na internet com essa magnitude e grau de violência, fora os índices de agressão já conhecido contra meninas e mulheres

Anônimo disse...

Só faço rir.

Peguem essas meninas HÉTEROS FEMINISTAS bonitinhas de faculdade particular ou mesmo pública.
Pegou?

Agora olhem os NAMORADOS delas?

São tudo aquilo que elas combatem: BRANCO, HÉTERO (óbvio), classe média alta.

Total piada.

Anônimo disse...

"conheço vários homens, alguns de quem inclusive gosto muito e vejo várias qualidades, que seriam facilmente cooptados em sites desse tipo porque foram rejeitados, porque não tem muito sucesso com as mulheres, porque também acreditam ser os "nerds beta" com quem as mulheres querem casar depois de ter saído com vários homens "alfa".
É triste, mas infelizmente acredito que é mais comum do que pensamos, e pode ser que muita gente que conhecemos pessoalmente frequentem lugares assim."


Homem pobre e fraco realmente não tem sucesso com as mulheres.
É a verdade. Ou melhor, é a natureza.

Seria contra a natureza "forçar" as mulheres a gostarem de homens pobres e fracos. Uma atitude quase marxiana, de lavagem cerebral, que não vai dar certo, pois como disse, é algo natural mesmo. Esse tipo de homem não faz sucesso.

Assim como determinadas mulheres não fazem sucesso se não tiver beleza, etc.

Somos seres racionais mas também animais. Animais racionais.

Anônimo disse...

Que não se envolvam com mulheres. Vão morrer solidariamente sem problemas,homem não consegue viver sem mulher do lado, seja mãe, irmã,namorada,puta,empregada, esposa....

Anônimo disse...

Eu apoio totalmente que eles fiquem longe de mulheres. Vai ser o melhor para nós.

Anônimo disse...

"Pq vc insiste em comparar PUAs aos masculinistas misoginos?" 15:22

O texto, provavelmente por conveniência, rotulou quase todos os grupos masculinos virtuais com a clássica pecha: racistas, misóginos e homofóbicos. Dizer que a totalidade dos que estão nessas comunidades apresentam essas características exime do debate quem acusa, afinal, "com fascista não se discute". Adotando essa postura, não há risco de o acusador ter suas convicções ideológicas questionadas e todo mundo permanece em suas respectivas zonas de conforto. Como foi dito no comentário das 16:00h, fugir do embate de ideias (com quem queira debater), partindo para o uso de rótulos desgastados, facilita bastante o crescimento desses grupos, uma vez que não está sendo apresentada uma oposição real a seus argumentos.

Anônimo disse...

Vai chorar?

Anônimo disse...

Texto cheio de generalizações, são as primeiras a reclamar quando fazem isso com elas: mimimi existem várias vertentes de feminismo...

Mas agora que é conveniente coloca todo masculinista como racista, neonazista facista só pra poder falar mal

Anônimo disse...

Esses mascus são obcecados sempre pelo mesmo tipo ''peituda, bunduda, bombada, branca, loira, cabelo liso, cu rosa, micareteira, metida-a-rica'' que obviamente só preferem os bombados e ricos. Esses mascus que se dizem ''bonzinhos, românticos, nerds, tímidos, cristãos'' querem que essas mulheres que eles acham fisicamente perfeitas se adequem ao estilo ''recatada'' de qualquer jeito apenas porque eles decidiram que elas deveriam ser as ''mulheres-troféus-de-Atenas'' deles. Em vez de procurar mulheres que tenham afinidades com eles, procuram mulheres que não tem nada a ver com eles só levando em consideração a estética delas. Aí depois levam fora, são traídos, deixados para escanteio e de quem é a culpa? Ah, é das feministas. Sério seus mascus? Só procuram se relacionar com mulheres que não tem nada a ver com vcs e a culpa é das feministas?

Muitos desses caras que os mascus chamam de ''betas'' são machistas também e inclusive representam eles mesmos, os mascus, já que os próprios mascus admitem que não são os machos-alfas. E uando essas mulheres que eles chamam de ''tops'' se relacionam com homens que não são ricos/brancos os próprios mascus, cheios de recalque fazem ataques preconceituosos, racistas e classicistas.

Ah seus mascus, vcs não valem nada!

Anônimo disse...

Ah olha só o anônimo das 16:08, que diz que as minorias são autoritárias e opressoras...ah cara vc não tem nem vergonha na cara de postar uma escrotidão dessas.

Anônimo disse...

A melhor coisa que aconteceria na história da humanidade seria os homens ficarem de uma vez por todas longe de mulheres. Apoio o movimento de homens bananas fracotes para ficarem longe de nós, vão morrer de fome por serem totalmente incapazes de cuidarem de si próprios. Quero que se auto-se-fodassem.

Anônimo disse...

Porque os homens da PUA são tão idiotas? Só de um cara defender a pua já vejo que é um vagabundo misógino,quero que se foda na própria merda para aprenderem a ficarem calados.

Anônimo disse...

Segundo as pesquisas sobre a geração millenium,são as mulheres que terão menos relacionamentos e farão menos sexo. São as garotas qie estão desistindo de conviver.

Anônimo disse...

'Alt-right' nada mais é que a velha extrema-direita americana de sempre. São nazistas. Parágrafo. Entrem no Breitbart News, ali tem racismo, misoginia, antissemitismo,,LGBTQfobia, e muito mais. Esse site nada mais é que uma publicaçao nazista. Esqueçam esse papo de economia, 'outsider', isso foi fachada utilizada para justificar o voto em Trump. O motivo real do voto nesse ser desprezível está ligado aos mesmos ideais que a extrema-direita americana cultiva há séculos.

Anônimo disse...

Lola, como vc afirma categoricamente que o Bolsonaro não vai ser o futuro presidente do Brasil, se há alguns meses as chances de Trump, tanto pela mídia como por vc, inclusive, eram de menos de 10% de ser Presidente dos EUA, pela questão de distribuição de delegados. No dia da apuração todos ficaram perplexos com o rumo dos votos, e no final o Trump ganhou a eleição de lavada. Como vc afirma categoricamente que Bolsonaro não será o próximo presidente, se a campanha dele se assemelha em muito com a do trump? Marine Le Pein é outra que deverá ser a próxima presidente da França, mesmo que pesquisas não afirmem...

Anônimo disse...

Jovem homem branco: A maior maquina de destruição em massa da historia humana.

Anônimo disse...

E que tal falar sobre o machismo do homem negro também? Que não é pouco, light ou pacífico?

Anônimo disse...

Sobre a tirinha do robô, eu gostaria de deixar a fonte aqui:

http://gunshowcomic.com/513

Essa é A original

Tem várias versões dela, editadas, uma delas é sobre um 'robô feminista' q fica gritando "rape rape rape". Mas tá aí a obra verdadeira e o crédito ao artista.

Como pessoa que já teve seus trabalhos visuais editados milhões de vezes também, deixo aqui o relato que estudos indicam que isso É UMA MERDA GENTE =( dá vontade de não publicar mais porra nenhuma, não divulguem, tem como saber a fonte de qualquer imagem na internet usando o TinEye e o Google Image Search. Ok? Ok. Abraço pra quem é de abraço e beijo para quem é de beijo. Fora, Temer.

Alex disse...

Engraçado, vocês feministas querem colocar a vitória da direita nos EUA como um desastre. Vocês ignoram totalmente que foram as ações de direita que fez os EUA ser a potência que é atualmente.

Anônimo disse...

O que a extrema-direita entende e contribui como ''potência'' é exploração desenfreada e belicismo, prefiro potência de países como a Finlândia.

Anônimo disse...

Sim, existem mascus negros e estes se colocam em uma posição extramente submissa em relação aos mascus brancos e seus comentários racistas.

Anônimo disse...

As feministas só vivem falando mal de homem branco, mas só se envolvem com esses tipos tbm.

Anônimo disse...

Os EUA com certeza é a uma grande potência, afinal lá o aborto é legalizado.

Anônimo disse...

Mas se as feministas começarem a se relacionar com homens negros vai começar o mimimi de umas mulheres negras desequilibradas dependentes de homens de que as feministas estão contribuindo para a solidão delas.

titia disse...

16:08 claro claro, as minorias é que são autoritárias e intolerantes, não os machos brancos héteros que quebram o braço da mulher que disse não, que mata a ex, que espancam e assassinam homossexuais porque eles não atendem seus padrões de masculinidade, que estupram lésbicas porque não admitem que uma mulher não queira saber de pênis, que xingam negros de macacos e depois não querem ser presos... não, não, imagine, vocês não são nada intolerantes e autoritários. São esses pretos, viados e vadias que querem direitos demais.

22:00 fazer o quê se os homens não se comportam como gente, né? Melhor ficar sozinha do que chafurdando na lama com o porco.

21:13 todo mascu é racista, machista, facistas, neonazista, defende a execução de mães solteiras e suas porras alheias, além de quererem a legalização do estupro e da pedofilia. Se a verdade dói é porque você está fazendo errado.

18:49 não seria porque a maioria dos homens nessas faculdades são também brancos, héteros e de classe média? Ou quando você quer namorar (HUAHUAHUAHUA) faz questão de ir na favela procurar uma mulher de lá? E por quê uma mulher hétero namoraria outra mulher, criatura de burrice abissal? Você ainda não entendeu o básico do básico sobre orientação sexual?

Ser potência militar e econômica causando guerras e saqueando as riquezas dos outros, Alex? Puxa, como é digno e maravilhoso encher o rabo de grana matando pessoas de fome e em guerras violentas! Que exemplo maravilhoso é a América, não?

Anônimo disse...

não seria porque a maioria dos homens nessas faculdades são também brancos, héteros e de classe média? Ou quando você quer namorar (HUAHUAHUAHUA) faz questão de ir na favela procurar uma mulher de lá?

Nossa que comentário mais preconceituoso e racista dessa daí, viu! Escorregou no quiabo!
Se são vcs feministas que desprezam tanto os homens brancos e de classe média, portanto, deveriam fazer um esforço de ir na favela procurar o contrário disso tudo sim. Pra quem odeia tanto assim o homem branco e de classe média se acomodaram muito fácil com eles usando a desculpa esfarrapada de que só convivem com eles. Já que é só em favela que se encontra homens negros de acordo com o seu pensamento tão mesquinho, elitista, preconceituoso e racista.

Anônimo disse...

"18:49 não seria porque a maioria dos homens nessas faculdades são também brancos, héteros e de classe média? Ou quando você quer namorar (HUAHUAHUAHUA) faz questão de ir na favela procurar uma mulher de lá?"

Ou seja, essas FEMINISTAS namoram aquilo que elas MAIS ODEIAM.
Ou melhor, que DIZEM ODIAR.
Porque se namoram, pelo visto gostam né?

Consegue entender? Você consegue raciocinar?

"Se na minha faculdade só tem Homem Branco de Classe Média, que á coisa que eu MAIS ODEIO, é o jeito então..."

UHAUHAUHAUAHUAH Piada TOTAL.

E qual seria o problema em namorar gente da favela?
Não pode uma pessoa de classe média namorar alguém da favela?

Bem elitista você, titia.


"E por quê uma mulher hétero namoraria outra mulher, criatura de burrice abissal? Você ainda não entendeu o básico do básico sobre orientação sexual?"

Você não viu a parte do ÓBVIO entre parênteses, titia animal?

Anônimo disse...

"'Alt-right' nada mais é que a velha extrema-direita americana de sempre. São nazistas. Parágrafo. Entrem no Breitbart News, ali tem racismo, misoginia, antissemitismo" 00:27

Nazistas? O Breitbart foi apelidado, por muitos neonazistas americanos, de "kike-bart". Pra quem não sabe, "Kike" é um termo pejorativo para se referir aos judeus, que supostamente controlam o site. Essas divergências constituem um padrão que se repete em relação às subculturas mencionadas no texto; elas possuem especificidades e vivem brigando entre si. Ou seja, como já foi dito diversas vezes aqui, não dá para colocar os grupos mencionados no mesmo barco, por mais que você tenha igual preguiça de todos eles.

Anônimo disse...

Nem eu entendi essa briga

Anônimo disse...

Ah que hipocrisia meia tigela.
Tem homem mais consciente com esse perfil sim, ainda por cima feminista tb.
Eu saio sim com gente do meu grupo social/etnico e poderia sair com outros, mas fato que vai acabar rolando por mera afinidade.
E dinheiro n eh problema, já paguei muito jantar, só não banquei pq aí né, o cara tem q ser maravilindo algo assim kkkk

titia disse...

Ai ai, macho com dor de cotovelo... 12:54 ( que comentou de novo às 13:29) pra começar feministas não odeiam homens brancos héteros. Se odiassem, estariam fazendo as mesmas coisas que vocês fazem; criando sites de ódio, publicando fotos de homens estuprados e mortos, floodando páginas do facebook e blogs com ameaças de morte e estupro, tentando tirar direitos deles e as outras coisinhas agradáveis do tipo. Segundo: não, eu não tenho nada contra uma pessoa que seja da favela, ou negra. Mas tenho tudo contra gente machista e hipócrita. Você, que está tão ansioso por cagar regras sobre quem as feministas devem ou não namorar, cumpre as regras que caga? Você namora quem quer que você goste independente da cor e classe social ou faz questão de só namorar mulheres negras e pobres antes de querer cagar regra no namoro dos outros? Você, que odeia mulheres, deixa de querer namorá-las? Ou só caga pela boca e depois faz tudo que exige que as feministas não façam?

Porque, sabe, pra qualquer pessoa com miolos é óbvio que namoros geralmente acontecem entre pessoas que estão próximas e convivem nos mesmos locais. As feministas de quem você fala frequentem a universidade, e não a favela; elas vão conhecer, consequentemente se apaixonar e namorar por pessoas que frequentam os mesmos lugares que elas. Do mesmo jeito que pessoas da favela costumam se apaixonar por quem convive no mesmo lugar que elas, e igualmente com os ricos. Você quando quer namorar se infiltra em todos os círculos sociais ou procura pessoas próximas?
Claro que não tem problema namorar alguém da favela - esse problema quem costuma ter são os machos classe média sofre, que dizem que favelada é só pra comer, nunca pra levar pra casa. Mas fazer o quê né, mais fácil dizer que a feminazi malvada é elitista e odeia homens do que analisar suas próprias palavras e admitir que disse merda.

São vocês que odeiam as mulheres. Nós não temos tempo a perder odiando homens. E sabe o que é isso que você chama de ódio, de ódio das feministas por homens? É quando as mulheres simplesmente se recusam a aceitar abuso. Quando elas se recusam a ser seus capachos, a se fazerem de objeto, quando não aceitam que vocês caguem regra na vida delas e se recusam a se encaixar nos seus padrões. É só a gente se recusar a ser capacho que estamos odiando homens! Me diga, quando vocês vão deixar de agir como menininhos mimados de cinco aninhos que fazem birra porque a mamãe não comprou um brinquedo?

E provavelmente esse é o diferencial dos caras que as feministas namoram: eles são homens com consciência de que mulheres são seres humanos, e não pirralhos mimados com barba na cara achando que o mundo lhes deve tudo e que mulher é boneca inflável. E provavelmente também não são hipócritas asquerosos. Nem caga regra. Mas fazer o quê né? Ninguém nasce com empatia e caráter e nem todo mundo os desenvolve. Você é babaca porque quer.

Anônimo disse...

Ta com inveja?

Anônimo disse...

Mas vc usou uma palavra ótima:

Acreditam.

As vezes as pessoas preferem uma explicação fácil para problemas complexos psicológicos e de relacionamento.

Preferem dizer: mulher é difícil, mulher n presta.
Muita mulher faz isso tb: o cara eh gay, n presta etc.

Precisamos todos amadurecer e parar de achar q cliches resolvem a vida da gente

Miriam Andrade disse...

Oh não! Quer dizer que os "omis brancos" estão se revoltando contra nós, só por que nós os repreendemos por serem patéticos, misóginos e racistas? e por alguma razão estranha, ganharam as ultimas eleições, não só aqui no Brasil, como no mundo inteiro?

O que fazer? Já sei! Vamos escrever mais artigos ridicularizando-os, sobre o quão patéticos, misóginos, racistas eles são simplesmente por existirem! E que a culpa é toda deles! Isso vai colocar esses reaças no lugar deles e os desradicalizar.

Nem sei por que ter medo. O que um monte de reacionarios bravinhos vão fazer? Os anos 60 já passaram faz bastante tempo, não é mesmo?

Parabéns a Lola por tocar nesse assunto.

Anônimo disse...

"pra começar feministas não odeiam homens brancos héteros."

Pra começar, o mal de toda a humanidade num é o Homem Branco Hétero???
E pq tem feminista que namora essa "espécie"???


"Você, que está tão ansioso por cagar regras sobre quem as feministas devem ou não namorar, cumpre as regras que caga?"

Quem caga regras são vocês! Se vocês dizem que o Homem Branco Hétero é o mal da humanidade e NAMORAM ainda esse "vilão", você é uma HIPÓCRITA.

Podem namorar quem vocês quiserem, INCLUSIVE FAVELADOS.
Só não seja hipócrita.

Fazendo ativismo: "O Homem Branco Hétero é o mal da humanidade!!"

Com o namorado branco e hétero: "Oi meu amooor!!"


"As feministas de quem você fala frequentem a universidade, e não a favela; elas vão conhecer, consequentemente se apaixonar e namorar por pessoas que frequentam os mesmos lugares que elas."

Se APAIXONAM pelo dito vilão da sociedade: o Homem Branco Hétero!
Não importa se mora no outro país ou se são da mesma faculdade.

MUITO PIADA ISSO! Se apaixonam por aquilo que elas MESMAS rotulam como vilão.
Rindo litros.

Admita, sua orgulhosa: Você falou merda SIM sobre os favelados.
Está cheio de desculpinhas.

"E provavelmente esse é o diferencial dos caras que as feministas namoram: eles são homens com consciência de que mulheres são seres humanos"

Só lembrando que esses caras que você falou estão INCLUSOS: H.É.T.E.R.O.S & B.R.A.N.C.O.S

Aceite!

O resto dos seus comentários são irrelevantes:
Tentativa FRUSTRADA de me rebaixar como homem, de diminuir meu ego, minha "honra" (rindo litros), de humilhar o homem, essas baboseiras todas que só afeta alguns.

Anônimo disse...

Miriam Andrade, se VOCÊ diz que a culpa é dos "OMIS BRANCOS",

porque feministas NAMORAM "OMIS BRANCOS" ??

Sadomasoquismo?
Hipocrisia?
Onde tem ódio, tem amor?

Anônimo disse...

Estúpido quem está com inveja aqui é tu mesmo dos namorados tops das feministas. Hahahahahaha

Anônimo disse...

Mulher tu MATOU a cobra e mostrou o pau, arrasou maravilhosa!

Anônimo disse...

Verme não tem coisa melhor pra fazer não? Tipo morrer numa guerra?


Quem é vc estrupucio para dizer quem uma feminista deve namorar ou não?

Anônimo disse...

E vc burro não sabe separar o individual do social?

As vezes ou raramente é possível encontrar um omi menos abjeto, acredite em mim. rsrsrsrsrs

Morga Dias disse...

Anom 18:10, sorte nossa q nem são todos q são assim, apesar d q são td do msm saco. Chora mais. MALE TEARS. Mas... mascus só sabem ser frescos nos seus refúgios, pelo amor. Pqp.

Anônimo disse...

namorados tops das feministas = HOMENS HÉTEROS E BRANCOS
NUNCA se esqueçam disso.

Vocês podem namorarem quem vocês quiserem.
Até aquilo que vocês mais odeiam (que somos nós, homens héteros e brancos, os grandes "vilões" da sociedade)

Provei meu ponto.

Nunca se esqueçam que vocês namoram HOMENS HÉTEROS E BRANCOS.
Vocês nos amam.


"E vc burro não sabe separar o individual do social? "

Oi? Liberdade Individual? LIBERALISMO (outro grande vilão)?

Homens brancos e héteros = GRUPO, SOCIAL = Aquilo que vocês defendem, feministas de esquerda.


"sorte nossa q nem são todos q são assim, apesar d q são td do msm saco. Chora mais. MALE TEARS."

Nem são todos q são assim ??? Mais uma a favor do INDIVÍDUO (você é liberal?)
Não é o COLETIVO que conta???

Anônimo disse...

Então aquela papo de "mascu" que "mulher gosta mesmo é de sofrer", namorando com aquilo que mais DETESTAM, é verdade ??

Mascus com razão ??

Vcs estão me desapontando.

Anônimo disse...

Não entendi vivem reclamando dos homens de assédio e agora vem dizer que os mgtows são ruins.

O que há de errado em ser casto e solteiro convicto?

Pura difamação mgtows não são racistas muito menos odeiam as mulheres são caras que decidiram viver suas vidas sem as mulheres.

Afinal o que vocês querem? Se recebem cantadas assédio se o cara não assedia é misógino.

Duenne Araújo disse...

Nos últimos meses venho pensando que nem nem você Flávio... A propaganda Bolssonaro é muito forte nas redes sociais, como disse um colonista do HuffPost, é necessário estarmos atentos à real popularidade deste indivíduo nas ruas...

Anônimo disse...

Meninas! Digam que seus namorados não são brancos (mesmo que sejam) e nem héteros (mesmo que sejam) e encerem o assunto porque os caras estão de zoeira! hehehehehehe

Anônimo disse...

Porque os misóginos ficam com mulheres? Porque freud, ,Aristóteles,Sócrates entre outros se casaram e tiveram filhos? Porque Nietzsche pediu Lou-Salomé em casamento se odiava mulheres?

Anônimo disse...

Desde quando fazer sexo é se apaixonar?

Anônimo disse...

Não são vocês que acham todas as feministas lésbicas e ogras? Porque de repente surge esssa preocupação feministas heterossexuais bonitinhas visto que vocês ignoram a existência delas?

Anônimo disse...

Todas as feministas são lésbicas ou assexuais,sem interesse nenhum em um indivíduo com cromossomo XY. Não era isso que os mascus sempre falaram?

donadio disse...

"Trump se elegeu por quefoi mais votado em muitos pequenos estados conservadores"

Hum, não. Trump se elegeu por que ganhou diversos estados que normalmente votam nos democratas: Iowa, Ohio, Wisconsin, Pennsylvania e Michigan.

donadio disse...

"O texto basicamente agrupou todos os grupos anti-feministas virtuais sob a alcunha "alt right"."

Vários comentários reclamando disso e chamando de "generalização". Faltou interpretação de texto no caso: em nenhum momento a autora disse que eles são a mesma coisa. Ao contrário, ela descreveu a diversidade do movimento. Não houve nenhuma redução de uma coisa a outra (essa é, naturalmente, a prática da direita, para a qual anarquistas e estalinistas, ou TERFs e feministas liberais, são a mesma coisa, ou só diferem de maneira funcional, fazendo de conta que são diferentes para atrair diferentes públicos).

Mas há três coisas que unificam essa babel de ressentimentos e frustrações díspares e incompatíveis entre si:

1. o próprio ressentimento: uns acham que a culpa é dos negros, outros que é das mulheres, outros ainda que é dos machos alfa, e alguns põem a culpa uns nos outros, como os que odeiam PUAs - mas todos acham que estão sendo ferrados por alguém ou alguma coisa, que os explora economicamente e lhes nega uma vida sexual razoável. Que quem os explora é o capital, e que quem lhes tira a possibilidade de uma vida sexual saudável são eles mesmos e as asneiras misóginas que vomitam, não lhes passa pela cabeça.

2. todos votam no Trump.

3. todos odeiam cegamente a esquerda, ainda que não saibam definir o que ou quem é a esquerda. E, por isso, são, como a autora pontua, facilmente recrutáveis para o terrorismo de direita.

Esses pontos unificam todos na misantropia, por mais diversos que sejam (e são realmente muito diversos) os motivos que os levam a odiar a si mesmos e à humanidade.

donadio disse...

"E que tal falar sobre o machismo do homem negro também? Que não é pouco, light ou pacífico?"

Talvez por que quem acaba de ser eleito presidente dos Estados Unidos não seja um negro machista?

Mas quem te impede de escrever sobre o machismo do homem negro? Só vale se for a Lola ou a Abi Wilkinson?

donadio disse...

"Ou seja, essas FEMINISTAS namoram aquilo que elas MAIS ODEIAM."

Mas por que diabos você acha que elas odeiam jovens brancos de classe média?

O que todo mundo odeia é jovem branco de classe média que se acha o máximo só por ser jovem, branco, e de classe média. Normalmente ninguém odeia jovens brancos de classe média que se comportam como seres humanos normais, sem achar que todo mundo tem de estender um tapete vermelho diante deles só porque eles são brancos, jovens, e de classe média.

Kittsu disse...

Vamos fingir que dentre essas técnicas de conquista (no qual você mesmo equiparou mulheres a bens materiais) não existem técnicas de manipulação emocional e violência psicológica.

Kittsu disse...

Pobre também namora, se reproduz, casa, tem vida social... Ou tu nunca saiu de casa e olhou à sua volta? Sai desse teu conto de fadas falido aí.

titia disse...

23:00 pelo contrário cara, o que nós mais queremos é que os misóginos façam como os MGTOW, que eles fiquem longe das mulheres, sem qualquer contato com elas. Apoiamos muito a filosofia deles, quem dera todos os mascus e machistas pensassem da mesma forma. Apoiamos 100% a filosofia de total não convivência com mulheres e quem dera mais mascus seguissem esse exemplo.

18:03 os outros comentaristas já te responderam de forma brilhante. Só vou fazer uma última perguntinha: se você odeia tanto as mulheres, principalmente feministas, por que você está aqui interagindo com elas, querendo namorá-las e transar com elas? HIPÓCRITA!

Anônimo disse...

"Mas por que diabos você acha que elas odeiam jovens brancos de classe média?

O que todo mundo odeia é jovem branco de classe média que se acha o máximo só por ser jovem, branco, e de classe média. Normalmente ninguém odeia jovens brancos de classe média que se comportam como seres humanos normais, sem achar que todo mundo tem de estender um tapete vermelho diante deles só porque eles são brancos, jovens, e de classe média".



EXATAMENTE!!1!!

Anônimo disse...

"Mas há três coisas que unificam essa babel de ressentimentos e frustrações díspares e incompatíveis entre si. (...)Esses pontos unificam todos na misantropia, por mais diversos que sejam (e são realmente muito diversos) os motivos que os levam a odiar a si mesmos e à humanidade." Donadio

Qual a "misantropia e o auto-ódio" de quem acessa o Breitbart ou de quem usa técnicas dos PUAs, que são dois dos grupos destacados pelo texto? A maioria dos blogs da Manosphere (que não é sinônimo de Alt-Right) são sobre desenvolvimento pessoal, sendo que essa "eleição de bodes expiatórios" que você mencionou é combatida por muitos desses sites, que condenam a autocomiseração e a "terceirização" de responsabilidades. Há, de fato, grupos mais ressentidos e misantropos (PUAhate, MGTOW etc), mas elencar o ódio como elemento unificador é um erro. Você, por conhecer (talvez apenas por relatos de terceiros) somente os blogs que, por serem mais extremistas, chamam mais atenção, presume incorretamente que todos compartilham essas características.

"E, por isso, são, como a autora pontua, facilmente recrutáveis para o terrorismo de direita."

Mais um exemplo de que você não conhece o suficiente do que está falando. Pegou o estereótipo do "channer" e do "neonazista" e generalizou para o restante da Manosphere. Se os inúmeros leitores dos referidos sites fossem apenas jovens ingênuos e cheios de ódio, "facilmente recrutáveis para o terrorismo", os EUA já estariam quase em uma guerra civil.



Anônimo disse...

Cite um exemplo de violência psicológica,isso deve ser coisa da sua mente Kittsu

Anônimo disse...

Lola, primeiramente amo seu blog. <33

Bem, essa é a coisa mais bizarra que já fiz que é de concordar com algo que algum mascu fale mas eu dou total apoio a essa filosofia de alguns que preferem não manter qualquer tipo de interação com mulheres, realmente não há problema nenhum nisso, estão certinhos mesmo e continuem assim. Meu total apoio!

Anônimo disse...

Gosto muito do seu blog, é uma forma de ficar sabendo o que muita gente pensa sobre assuntos atuais, por isso quero dar minha opiniao tambem. Acho que a vitoria do Trump nao tem que ver com machismo e suas formas de rebaixar as mulheres. Nao. Tem mais que ver com a insatisfacao dos americanos, por se sentirem economicamente em descenso, por verem que nao mais pertencem ao mais poderoso pais do mundo, por terem perdido seus trabalhos e sobretudo sua identidade de ser americano, isto é, forte e capaz. Claro que nada disso justifica uma pessoa como Trump no poder do pais mais poderoso do mundo, mas justifica aonde os EUA chegaram: um estado de crise e descredito enorme.

Anônimo disse...

"Anônimo disse...
Miriam Andrade, se VOCÊ diz que a culpa é dos "OMIS BRANCOS",

porque feministas NAMORAM "OMIS BRANCOS" ??

Sadomasoquismo?
Hipocrisia?
Onde tem ódio, tem amor?"

como dizia o ditado "Quem desdenha quer comprar".

Anônimo disse...

Omi falando em TERF é pra dar risada.

Anônimo disse...

"O que todo mundo odeia é jovem branco de classe média que se acha o máximo só por ser jovem, branco, e de classe média. Normalmente ninguém odeia jovens brancos de classe média que se comportam como seres humanos normais, sem achar que todo mundo tem de estender um tapete vermelho diante deles só porque eles são brancos, jovens, e de classe média"

É meu caro ou minha cara, então VOCÊ ESTÁ SENDO RACISTA.

Você está falando que pessoas que querem um "tapete vermelho" NUNCA PODEM SER NEGRAS, APENAS BRANCOS.

(sem essa de "Racismo Reverso" que não cola MESMO.
O que existe é Racismo e ponto final.
Ou JUDEUS não sofreram racismo durante nazismo???)

Uma pessoa que quer "tapete vermelho" pode ser qualquer uma:
asiático, gordo, 6 dedos na mão, o que for...

Caso negue isso, vc é um racista e não sabe.

Denise disse...

Como sempre a caixa de comentários fica lotada de anonimos radicais. Me dá uma preguiça comentar… Mas vamos lá.

Eu acho que a radicalização de jovens homens brancos tem muito a ver com o temor que esses jovens tem do novo cenário mundial, onde as mulheres estão tomando a frente na luta pelos seus direitos, onde as minorias estão ganhando voz. A internet também propiciou muito essa onda de ódio porque a maioria dos odiadores são extremamente covardes e se escondem atrás de codinomes e sites anonimos. Impressionante como tem gente que ao invés de se inspirar com o sucesso alheio, com outras pessoas lutando pra tornar um mundo melhor, prefere se esconder na internet pra disseminar o ódio. Tem dias que me dá uma desesperança desse mundo…

Anônimo disse...

"O que todo mundo odeia é jovem branco de classe média que se acha o máximo só por ser jovem, branco, e de classe média. Normalmente ninguém odeia jovens brancos de classe média que se comportam como seres humanos normais, sem achar que todo mundo tem de estender um tapete vermelho diante deles só porque eles são brancos, jovens, e de classe média".


Revendo agora esse comentário, até que concordo com ele sim.
O problemas são aqueles que se acham muito, que não se comportam como seres humanos normais.
Okay.

Mas o discurso feminista que o "Homem Branco e Hétero é o mal da sociedade" é de extrema canalhice e TENDENCIOSO.

Engloba aqueles que NÃO se acham, que se comportam como seres humanos, etc.

Isso eu considero um Discurso de Ódio para com esses que não se acham, etc..
Ou seja, canalhice mesmo.

O engraçado é que a palavra BRANCO só é mal quando combinado com HOMEM.

Mas quando combinamos BRANCA com MULHER, a palavra BRANCA perde toda a sua "maldade".

Pra cima de mim não.

Anônimo disse...

É meio a meio.vc está sendo radicradical

Mila disse...

Juro que tento ir além do "eles não querem perder seus privilégios", mas o comportamento de homens brancos heterossexuais para com movimentos sociais, especialmente feminismo é este. Eles reclama que o feminismo dificulta que eles arrumem namoradas, reclamam que mulheres têm privilégios sexuais. Esta é a grande revolta. Com o negro, reclama-se do "roubo de vagas" e quando se associam racismo e misoginia é o "roubo de mulheres brancas". O que está faltando realmente para esses homens brancos de classe média e heterossexuais? Foram criados como se o mundo lhes devesse coisas pelas suas condições: mulheres lhes devem sexo, o mundo do trabalho lhes deve empregos bem remunerados, gays lhes devem obediência. Sinceramente, eles parecem pessoas que foram criadas a vida inteira para ser especiais e se chocam com a realidade.

Anônimo disse...

"Ou seja, essas FEMINISTAS namoram aquilo que elas MAIS ODEIAM."

Mas gente, agora cês querem dar pitaco até em quem feminista namora ou deixa de namorar. Mas uai, feministas não eram todas lésbicas e que odiavam homens?

"Mas se as feministas começarem a se relacionar com homens negros vai começar o mimimi de umas mulheres negras desequilibradas dependentes de homens de que as feministas estão contribuindo para a solidão delas."
Explique o que você sabe sobre solidão das mulheres negras (que deve ser igual a NADA).


Anônimo disse...

isso é a opus dei dando frutos, nojo total

felizmente a redução populacional vai lavar essa gentinha ordinária do planeta

Anônimo disse...

Anônimo revolts das 20h43

O donadio explicou bem. Não gostamos que pessoas queiram tapete vermelho, aplausos e "Sim, Senhor" por serem brancas, heterossexuais e de classe média. "Ah, mas existem pessoas de outras etnias que se acham assim". É claro que existem e pode apostar que todas são questionadas.

Feminismo negro, latino ou islâmico vivem a bater nas feministas brancas ocidentais que querem ditar como elas devem agir e pelo o que elas devem lutar. Existem discussões sobre o assunto aos montes. Basta pesquisar. Te garanto que a conotação de branca como detentora de privilégio não é esquecida.

Ainda sobre o feminismo negro: tem muito machismo lá. Misoginia escorre. E feministas negras não poupam homens negros quando eles são machistas. Pesquise aí sobre Emicida, Kanye West e mais recentemente sobre o Bolt. Criticam à vontade, como feministas brancas (até para não cair no racismo) criticam. Satisfeito?

Ah tem também um questionamento sobre racismo e comportamento heternormativo feito por grupos lgbt. Pesquise sobre antes de vociferar o que não sabe.

Viu? Só pesquisar e você vai fazer que todos estão questionando todos. Até outras condições: corpo, condição social, escolaridade encontram interssecções.

Todo mundo, em algum contexto, tem algum privilégio, um fator que pode levá-lo a exercer a opressão sobre outrem. Acontece que alguns tem mais privilégios que outros. Só que, por alguma coincidência do universo, a incidência de jovens brancos heterossexuais e de classe média chorando e achando que o mundo é injusto com eles são enormes. Por que você não se questiona como um grupo que não conta com nenhum fator de opressão ainda se acha tão injustiçado? Aguardo sua reflexão sobre o assunto.

Anônimo disse...

14:37, não, pq esse criminoso vai se afundar e afundar o restante do país antes do primeiro mandato, só ganha se for através de outra fraude eleitoral, como as de 2000, 2004 e a de 2016 agora

14:43 FATO, Hillary foi quem de fato ganhou a eleição

"Pq vc insiste em comparar PUAs aos masculinistas misoginos?"
Pq pu(lh)as são mascus, e mascus são misóginos, um abismo puxa o outro
o resto é mimimi de maxinho incomodado, e além disso fala um monte de mentira, pq o q menos se ensina nesses meios é omen ser um maxinho educado e principizinho, quem vê pensa q a escola do dr q ensina agarrar o pescoço de mulheres para ~conquistá-las~ é algum tipo de clube de cavalheiros, até os mais tradicionais clubes de cavalixeiros tratam mulheres como tapetes, PASSO

15:30 não precisa se preocupar, pq o tramp só conseguiu ser presidente dos u$a por três fatores: o bipartidarismo, q faz com que os eleitores tenham q optar por apenas dois candidatos (na prática) e em apenas um turno; muito e muito dinheiro e principalmente, pelo sistema eleitoral fraudulento do país. Sem isso, bolçobosta não tem chance alguma aqui

De resto, a mesma escória masculixo de sempre, e o engraçado de se notar é q ng aguenta os câncervadores, kkkkkk. Primeiro os liberotários e os ancapetas, agora a alt-right, pelo visto ng suporta as amebas câncervas kkkkkk, mas do q adianta? se coisa muito pior se cria

Anônimo disse...

15:22 "Pq vc insiste em comparar PUAs aos masculinistas misoginos?"

16:00 "O texto basicamente agrupou todos os grupos anti-feministas virtuais sob a alcunha alt right"

13:46 "elas possuem especificidades e vivem brigando entre si"

Não sei pra q tanto mimimi: pu(lh)as, mascus, alt rights, antifeministas, neonazis, câncervas, m(erd)anosphere, é tudo a MESMA BOSTA

Anônimo disse...

Há um lugar especial no inferno para mascus, neonazis, neofachos, pu(lh)as, ancapetas, liber(o)tários, câncervas, eunucos da opus dei e toda essa gentinha de quinta identificada como ~aut(ismo)-right~, q o diabo os tenha, q a redução populacional os extingua, pois na nova ordem mundial é q não vai ter lugar pra esse tipo de gente mesmo, NUNCA

SECRET FACE disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

"E feministas negras não poupam homens negros quando eles são machistas"

KKKKKKK! O que foi que você fumou? com certeza tinha LSD misturado!

Anônimo disse...

12:52 olha só como pensam os mascus, kkkkkkkk, é SODA

Seus inimigos principais:

01 - mulheres
02 - suas mães
03 - judeus
04 - árabes, mediorientinos e muçulmanos
05 - negros, nordestinos e imigrantes
06 - os próprios omens

e agora pelo visto, até a psicologia é inimiga do masculixismo

é pra acabar, por isso q omens gays, mesmo ainda sendo omens, são melhores q o restante do sexo masculi[xo]no; pq sempre quando um omen resolve lutar por algum "direito" eles criam essas aberrações: masculixismo, aut(ismo)-right, m(erd)anosphere, mg(síndrome de)tow(n) e outras porcarias altamente cancerígenas, omen é uma desgraça

Olha 12:52, seria bom se realmente os omens se afastassem de uma vez por todas das mulheres, e nunca mais encostassem nelas, por livre e espontânea vontade, como prega o mg(síndrome de)tow(n) só para derrotados, vulgo omens. Quão ótimo isso seria

Anônimo disse...

Decadência total da seção de comentários...

Anônimo disse...

13:59 concordo, mascus encheram de merda esse lugar, eles empesteiam e contaminam qualquer ambiente, são o câncer em forma de gente

Anônimo disse...

13:14 é essa a sua argumentação? Eu mostrei exemplos e você vem com esse argumento de 5a. série? Vamos, argumente e defenda com lógica o seu ponto. Ou é mais fácil vir com ad hominem?

Anônimo disse...

Olha 12:52, seria bom se realmente os omens se afastassem de uma vez por todas das mulheres, e nunca mais encostassem nelas, por livre e espontânea vontade, como prega o mg(síndrome de)tow(n) só para derrotados, vulgo omens. Quão ótimo isso seria

Isso eh impossivel.
E vcs adoram viver no mundo da fantasia e nao lidam com a realidade na cara de vcs.

Eh a mesma coisa de pensar q se o mundo fosse quadrado.

Assuma e viva a realidade.

Eh quase anti-natural, anti-gravidade, anti leis da natureza.

Vcs sao doidos. Kkkk

Anônimo disse...

15:21, ô seu imbecil, quem criou um movimento q prega o afastamento total dos omens das mulheres, foram os próprios omens, o tal do mg(síndrome de)tow(n)

por isso q eu corroboro a 13:26, "quando um omen resolve lutar por algum "direito" eles só criam aberrações: masculixismo, aut(ismo)-right, m(erd)anosphere, mg(síndrome de)tow(n) e outras porcarias altamente cancerígenas"

agora me digam, tem como não concordar com a anônima das 13:26? omen é uma desgraça

Anônimo disse...

menosphere é um poço de zika sem fim, toda praga masculixo se encontra lá

Anônimo disse...

Você está usando autismo e síndrome de Down como formas de ofensa. O que na verdade ofende as pessoas que você na verdade não quer ofender.

Anônimo disse...

Porque os misóginos querem mulheres para si sendo que odeiam mulheres?

Anônimo disse...

Porque os mascus que xingam mulheres nos seus blogs querem sempre arrumar uma namoradinha? São confusos? Não são nada sem uma namorada no lado?

Anônimo disse...

Porque na história da humanidade inteira misóginos se casaram?

donadio disse...

"Qual a "misantropia e o auto-ódio" de quem acessa o Breitbart ou de quem usa técnicas dos PUAs, que são dois dos grupos destacados pelo texto?"

Abro o Breitbart, pego o primeiro artigo da pilha (sobre o assassinato de um policial no Texas), e leio o primeiro comentário:

"Thankfully, this is Texas, where killing a cop is grounds for the death penalty. Not surprisingly, the killer is black."

Aí está um misântropo, que acha a pena de morte uma coisa boa. E um misântropo racista, ainda por cima.

Ah, mas é um comentário isolado. Não, não é. É o tom das dezenas de comentários que estão lá. Você lê aquilo e você vê que a única coisa que impede os comentaristas de se tornarem terroristas é a covardia. A ideologia está lá, pronta para matar.

Então entro num site de PUA, http://www.puatraining.com/blog/never-date-a-model#more-7292 , num artigo sobre por que modelos não são, afinal, a última bolacha do pacote. O machismo, naturalmente, escorre pelas beiradas. Sim, é um machismo "normal", digamos assim, não o machismo paranóide dos mascus. Mas é claramente agressivo. Pode ser que os leitores desse site não sejam exatamente o público de onde se recrutam terroristas. Mas não tem muita coisa saudável aí. Senão vejamos; por que, segundo eles, namorar modelos não é uma boa ideia?

1. Elas não sabem gerenciar o dinheiro.
2. Elas vivem para o momento.
3. Elas têm inseguranças profundas.
4. Elas não sabem cozinhar.
5. Elas são preguiçosas e bagunceiras.
6. Elas são chatas.
7. Outros homens vão tentar pegá-las.
8. Elas viajam demais.
9. Elas são ruins de cama.
10. Elas são só aparência.

Qual o problema com essa lista? Quero dizer, qual o problema, fora o óbvio machismo dos pontos 3, 7, e 8? Fora as generalizações em todos os pontos?

Quero dizer, de bro para bro, qual o problema desse artigo para os homens, deixando as mulheres inteiramente de lado, e fazendo de conta que os problemas delas não nos interessam?

Muito simples. Olhe para o ponto 8. Elas viajam demais. Mas porque isso seria um problema? É só você viajar junto, e, olhaí, além de você ter uma namorada espetacular, você vai conhecer o mundo todo. Agora olhe para o ponto 1. Elas não sabem gerenciar o dinheiro. Se você juntar os dois pontos, você vai entender qual é o verdadeiro problema em namorar uma modelo: elas tem um estilo de vida que está completamente fora do alcance da sua carteira; o problema não é que elas não sabem gerenciar o dinheiro, o problema é que o dinheiro que elas ganham é tanto que elas podem gastar à vontade - de uma maneira que você, ou eu, não podemos. É por isso que as viagens delas incomodam - porque eu ou você, ou os leitores dessa porcaria em geral, não podemos bancar essas viagens, porque estamos acorrentados aos nossos locais de trabalho, onde somos explorados, não por modelos nem por ex-mulheres, mas pelos nossos patrões. Então o que esses sites fazem é criar a ideia fantástica de que qualquer homem pode, se conhecer as técnicas certas, namorar qualquer mulher. E isso evidentemente não é verdade; há barreiras de classe que são muito reais e não vão ser derrubadas por técnicas de "pick up". Então essa visão que você descreve no seu post atrai uma infinidade de homens frustrados, lhes dá uma falsa esperança, e não oferece nenhum amparo quando essa falsa esperança cai por terra (e é por isso que há tantos PUA-haters; eles são um subproduto, talvez indesejados, mas inevitável, de uma "filosofia" que se recusa a olhar de frente os problemas reais que nos afligem, e mente que tais problemas podem ser superados meramente através da vontade). E é por isso que os sites PUA acabam sendo funcionais no recrutamento da direita.

donadio disse...

"Mas o discurso feminista que o "Homem Branco e Hétero é o mal da sociedade" é de extrema canalhice e TENDENCIOSO."

Mas, tirando os trolls da "anomalia y" (que mais provavelmente são homens zoeirando) e uma ou outra radfem, cadê esse famoso discurso? Quando você já viu a Lola, ou alguma das comentaristas que assinam seus comentários, dizer uma bobagem dessa? Como diz a Wikipedia, "citation needed"...

donadio disse...

""quando um omen resolve lutar por algum "direito" eles só criam aberrações"

Na verdade, quando homens e mulheres resolve lutar por algum direito, eles e elas criam sindicatos, partidos políticos, movimentos sociais. Não me consta que os trabalhadores sem terra ou os estudantes que ocupam escolas sejam todos do sexo feminino. Saia do seu mundinho virtual, a luta está lá fora chamando.

Anônimo disse...

donadio, acho que por isso ela usou o direito entre aspas.
Pq eles botam na cabeça que é direito deles comer qualquer mulher que queiram, acham que é direito ter acesso às melhores universidades e melhores empregos pois são brancos e merecedores.
O direito, pra essa galera, é uma noção muito perturbada. Tanto que movimentos como os que você citou, que pleiteiam direitos para trabalhadores, de representação, de gênero, raça e etnia, são tratados pelo omen (sem h mesmo) como mimimi, chola mais esquerdopata, vitimismo...

Anônimo disse...

Tenho mais de 60 anos tenho um filho branco e eu provenho de família de índios, nordestinos e de negros, minha esposa é de origem nordestina e negros também e de europeu italiano, mas para a cultura marxista pós moderna meu filho é privilegiado na sociedade e opressor capitalista e o igualam aquele 1 porcento mais rico no mundo! E por isso não pode pertencer as cotas independente de sua renda familiar como concursos públicos, além de ser encarado socialmente por aqueles que estudam ciências sociais com desprezo por ambos os grupos, chega a lembrar o caso do Barack Obama nos EUA.

Anônimo disse...

09:51 EXATO, falou tudo mulher, é isso mesmo

"Porque os misóginos querem mulheres para si sendo que odeiam mulheres?
Porque na história da humanidade inteira misóginos se casaram?"

para tratá-las feito lixo, feito escravas, para espancarem e estuprarem-nas, e tudo mais q eles puderem fazer de ruim. Não há jeito melhor de um misógino demonstrar q odeia mulheres, se não espancando e abusando da esposa, o casamento é o ambiente mais perfeito q poderia existir para misóginos, pois eles podem fazer o q quiserem com as esposas e ainda saírem ilesos, afinal, o casamento é uma instituição "sagrada" em q o marido tem total legitimidade de tratar a mulher como quiser, por séculos isso foi assim e ainda perdura. O casamento não passa de uma instituição fundada por omens para legitimar a misoginia, pq fora do casamento, qualquer atitude misógina e abusiva não seria bem vista, mas já dentro do matrimônio... os fatos atuais já dizem por si só

é soda ter q responder perguntas cínicas de omen, mas td bem

Anônimo disse...

Vocês podem namorar até um alface se quiserem.

MAS fica a pergunta:


As Feministas que namoram Homens HÉTEROS e BRANCOS estariam sujando o nome e a causa do Feminismo???

Não estariam contribuindo com o "poder" do Homem Hétero e Branco???

Anônimo disse...

"Mas, tirando os trolls da "anomalia y" (que mais provavelmente são homens zoeirando) e uma ou outra radfem, cadê esse famoso discurso? Quando você já viu a Lola, ou alguma das comentaristas que assinam seus comentários, dizer uma bobagem dessa? Como diz a Wikipedia, "citation needed"..."

Nesse próprio post tem!
Olhe o título desse post!!!
"Jovens Homens Brancos" Isso não é tendencioso, amigão???

ENXERGUE A REALIDADE.

Anônimo disse...

12:32, só falou verdades e mais um pouco

Belle disse...

Que texto completo, didático, estarrecedor, elucidativo! Obrigada, Caroline

Anônimo disse...

Faço outra pergunta,13:32 porque homens heterossexuais estão namorando com feministas? Não deveriam estar comprando esposas para serem suas amelias?

Anônimo disse...

Bravo!

Anônimo disse...

"As Feministas que namoram Homens HÉTEROS e BRANCOS estariam sujando o nome e a causa do Feminismo???

Não estariam contribuindo com o "poder" do Homem Hétero e Branco???"


Querido, ninguém propõe o fim do homem hetero e branco não. Propomos que por serem homens brancos e heteros eles entendam que não devem ser os reis do mundo por isso. Ou seja, é um tipo específico de homem branco e hetero. Precisa desenhar para você entender, trollzinho?

Anônimo disse...

Vc considera alguns homens heteros e brancos reis do mundo?

E os negros?

donadio disse...

"É meu caro ou minha cara, então VOCÊ ESTÁ SENDO RACISTA.

Você está falando que pessoas que querem um "tapete vermelho" NUNCA PODEM SER NEGRAS, APENAS BRANCOS.


(...)

Uma pessoa que quer "tapete vermelho" pode ser qualquer uma:
asiático, gordo, 6 dedos na mão, o que for...
"

Não, filhote. Eu estou dizendo que pessoas que querem um tapete vermelho PELO MOTIVO de serem brancas são sempre brancas. Não conheço nenhum negro que se ache a última bolacha do pacote por ser branco. Provavelmente por que são negros, eles tem essa estranha peculiaridade de não se orgulharem de serem brancos.

Agora, se o que você quer dizer é que há negros que querem um tapete vermelho só por serem negros... é possível que haja alguns. Mas como ser negro em geral implica em você se ferrar, não em você se dar bem, é provável que esse seja um fenômeno bastante raro. Tão raro que eu nunca vi um, nem nunca soube de um que tivesse interferido na vida de ninguém com sua presunção.

Ou se o que você quer dizer é que há pessoas de todas as raças que querem tapete vermelho por outros motivos que não a cor da pele - sim, existem. São consideravelmente menos problemáticas, e não é delas que eu estou falando. Alguns querem tapete vermelho por saberem tocar violão muito bem, outros por serem 'magos da planilha', outros por que publicaram 37 livros, outros ainda por que têm milhões de dólares. São, é claro, chatos de galocha. Mas pelo menos tem alguma coisa que fizeram para lhes subir a cabeça. Difícil comparar com o sujeito que não tem nenhum talento e nenhuma realização, mas mesmo assim acha que os outros tem de tratá-lo como um reizinho só por causa da cor da pele.

Ou talvez você queira se referir a pessoas que não são brancas mas que querem tapetes vermelhos por outros motivos injustificáveis - ser hétero, ser homem, ser norte-americano, ser católico ou testemunha de jeová. São babacas, e, sim, existem de todas as cores. E? o que isso tem a ver com racistinhas que se acham o máximo só por serem brancos? Em que isso nega a existência desses racistinhas?

"(sem essa de "Racismo Reverso" que não cola MESMO.
O que existe é Racismo e ponto final.
Ou JUDEUS não sofreram racismo durante nazismo???)
"

Assim você vai gastar a tecla do ponto-de-interrogação. Sim, os judeus sofreram racismo na época do nazismo, e ainda sofrem. O que isso tem a ver, a não ser que você queira me convencer que o racismo era recíproco, ou seja, que os judeus também mandavam alemães arianos para a câmara de gás?

donadio disse...

""Jovens Homens Brancos" Isso não é tendencioso, amigão???

Cuidado pra não morre afogado no meio de tanto ponto-de-interrogação.

Seria tendencioso, amiguinho, se não fosse exatamente a constatação: a enorme maioria da alt-right é composta de homens jovens e brancos (e eu diria, heterossexuais, ainda que de uma heterossexualidade problemática, que implica não gostar de mulher). Esse é o problema. Ninguém está condenando homens brancos jovens heterossexuais por serem brancos, jovens, homens ou heterossexuais. Eu mesmo já fui tudo isso, e só não sou mais jovem por que o tempo passa, mas continuo a ser homem, branco e heterossexual. E nem um pouquinho preocupado com esse delírio de vocês de que estamos, pobres vítimas, sendo oprimidos e perseguidos. Sei muito bem que essas condições todas me colocam na situação de não ser questionado pelo meu sexo biológico, gênero, raça, e orientação sexual. Sei muito bem que se fosse negro seria oprimido por não ser branco, que se fosse homossexual seria perseguido por ser homossexual, que se fosse mulher seria explorada por ser mulher - e que sou poupado de todos esses problemas pelo simples fato de ser homem, branco, e hétero.

Mas de novo: Ninguém está condenando homens brancos jovens heterossexuais por serem brancos, jovens, homens ou heterossexuais. O que o artigo propõe é que pensemos sobre os motivos que estão levando tantos homens brancos jovens a desperdiçar suas vidas com causas que não lhes interessam e não os ajudam a viver melhor, a ficar se lamentando como se fossem vítimas de um sistema que, ao contrário, os privilegia, e a se tornarem suscetíveis a convocações da extrema-direita, embora todas as condições econômicas que deveriam lhes permitir entender que esse não é o seu lado. Enfim, estamos tentando fazer por você aquilo que a extrema-direita não admite para os outros, e que te leva a achar que nós "passamos a mão na cabeça" de minorias: entender os motivo que levam vocês a serem como são, a miserável caricatura de seres humanos que vocês são - e que a grande maioria dos seres humanos, incluindo a grande maioria dos homens brancos jovens heterossexuais, não é.

Anônimo disse...

"e que sou poupado de todos esses problemas pelo simples fato de ser homem, branco, e hétero."

FALE POR VOCÊ!

Vc REDUZ O SER HUMANO em gênero, raça e orientação sexual (é esse mesmo o termo politicamente correto).

Vc reduz o ser humano APENAS a isso, a grupos. TÍPICO DE ESQUERDISTA.
Existem n variáveis além dessas. Vcs querem simplificar algo que não é simples por pura CANALHICE. Talvez pq fica mais FÁCIL DE MANIPULAR AS PESSOAS, transformando-as em grupos.


" Eu estou dizendo que pessoas que querem um tapete vermelho PELO MOTIVO de serem brancas são sempre brancas."

Vc talvez discorde ou nem mesmo perceba MAS VOCÊ ESTÁ SENDO RACISTA.

MUITO CUIDADO com a palavra "SEMPRE", seu inteligentinho.

Vc acabou de falar que UM INDIVÍDUO querer tapete vermelho pela sua cor é algo INERENTE A PESSOAS BRANCAS.
VC ESTÁ COLOCANDO UM DEFEITO PELO SIMPLES FATO DA PESSOA SER BRANCA.

RACISTA!

"Sei muito bem que se fosse negro seria oprimido por não ser branco, que se fosse homossexual seria perseguido por ser homossexual, que se fosse mulher seria explorada por ser mulher - e que sou poupado de todos esses problemas pelo simples fato de ser homem, branco, e hétero."

"SEI MUITO BEM" é ótimo. Como diz a galera aqui do blog, vc não tem vivencia.
(admito que fui canalha agora com vc, hahahahahahaha)


E outra:
Vc não é o centro do universo... "se algo nao acontece comigo, nao acontece com vc tambem"
E mais uma vez vc se resume sendo homem, hetero e branco e JÁ SE ACHA PRIVILEGIADO.

QUEM VC PENSA QUE É??? Só pq é BRANCO já se acha privilegiado????? RACISMO VELADO??

Se vc é APENAS isso, lamento pra vc. Nós somos MUITO MAIS que isso.


Homens tem privilegios E MULHERES TAMBEM TEM PRIVILEGIOS. Nao adianta mentir que vc sabe disso.




Anônimo disse...

"Querido, ninguém propõe o fim do homem hetero e branco não. Propomos que por serem homens brancos e heteros eles entendam que não devem ser os reis do mundo por isso. Ou seja, é um tipo específico de homem branco e hetero. Precisa desenhar para você entender, trollzinho?"

Não.
Precisa passar a demonstrar com atitudes e não com discursinho pronto.
Eu sei o que é estar simplesmente andando pelo campus da minha universidade e do nada aparecer um bando de justiceiros sociais me agredindo apenas por eu ser branco. Então não vem com esse papo de que vocês não querem o fim do homem hetero e branco, que a mim vocês não convencem.

Anônimo disse...

Aquele cara que tentava estuprar as mulheres e foi proibido de entrar em vários países era um PUA.