quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

MASCUS ESTÃO CONSEGUINDO DERRUBAR UM DOS MAIORES BLOGS FEMINISTAS DO BRASIL

Ou só uma leitora (anônima) reparou e avisou, ou ninguém fora os meus inimiguinhos acessa mais este blog. Apesar das 400 mil visualizações por mês que o blog ainda tem, talvez todas venham dos haters (porque esses sim são fiéis).
Vocês notaram que grande parte das imagens do blog sumiram? Incluindo o cabeçalho que continha uma foto minha de quando eu era criança? Se vocês clicarem em posts mais antigos, a mesma coisa: várias imagens (a maioria) foram substituídas por um ponto de exclamação.
Anteontem, o Google suspendeu a minha conta. Uma conta que eu tinha há nove anos. E pouco depois as imagens foram desaparecendo. Eu escrevi pro Google pedindo pra devolverem minha conta e explicando o que está acontecendo.
O que está acontecendo é o de sempre: ataques orquestrados. Desta vez os mascus decidiram denunciar meu blog pro Google, Blogspot, Blogger, sei lá. E a denúncia em si é o que menos importa. Eles disseram que estão denunciando por direitos autorais, difamação, pedofilia, whatever. Começaram a ação no fim de semana, e sem dúvida está dando certo. Eles nem devem ser muitos, mas usam script, o que resulta num grande número de denúncias. O tópico está "pinado" (ou seja, quando você entra no chan deles, é a primeira coisa que aparece) desde anteontem no Dogolachan, o fórum anônimo do Marcelo, condenado em 2012 por criar e manter um site de ódio. Desde que ele saiu da cadeia, em 2013, voltou a fazer exatamente o mesmo que fazia antes.
Ao mesmo tempo que denunciam o blog, continuam atacando com doxxing e mil e uma ameaças. Enquanto isso, outros reaças (não mascus) fizeram (mais uma) conta falsa no meu nome no Twitter, e continuam enviando (já faz dez dias) mensagens de cunho sexual também no meu nome para centenas de crianças e adolescentes de uma rede social que eu sequer sabia que existia. E isso que estou falando apenas de ações em grupo. Não vou falar das ameaças e ofensas individuais que chegam todos os dias, de todos os lados. 
Olha, tá difícil. 
Mas ficando nas denúncias dos mascus pra derrubar o blog, hoje dois anônimos deixaram esses comentários no meu blog:

- E aí Dolores, tudo bem? Ontem eu denunciei duas postagens do seu blog, e para a minha surpresa, o Google apagou diversas fotos de MUITOS posts seus cujos eu nem sabia da existência, me ajudando e encurtando em horas o meu hobbie (ao qual me dedico com a avidez de um trabalho). Saiba que nós, Sanctvms da DogolaCorps S.A, não iremos parar. Nós iremos te destruir: 2017 é seu último ano, pelo menos na blogosfera.
- Isso é pra você aprender que se NÓS, HOMENS, não quisermos, NADA vai pra frente, inclusive o direito de opinião de vocês. E se prepara pois estamos aprontando contra seu blog, já derrubamos uma das suas contas e as restantes não passam desse mês. 

E essas mensagens eu peguei no chan:
- Usem webproxy para o googler ver que foi outro IP que denunciou o blog. Quanto mais IPs diferentes denunciando, pior para o blog dela que vai ficar mais malvisto pelo google.
- Denunciei ontem e hoje continuarei, vou espalhar isso em grupos coxinhas no Cancro. [eu acho que Cancro é Facebook]
- Sem esse blog, a fantasia megalomaníaca da Dolores acaba. Ela vai perder onde pregar suas merdas e vai ter um puta trabalho pra recuperar o pouco respeito que conseguiu em 10 anos: seria a hora perfeita pra criar um false-flag e jogar nela. [false flags são sites falsos em nome da pessoa, como fizeram comigo em 2015 e 2016, quando Marcelo criou um site ridículo sobre aborto no meu nome]
-  Ela está usando a segunda conta para postar, hue. Vamos derruba-la também. Se derrubar as contas é GAME OVER.
- Tem que cair as três contas antes que a Jabba possa agir. Então o blog ficará congelado para sempre.
- Já estou desenvolvendo um script com o SELENIUM para automatizar os reports.

Por aí vai.
É completamente absurdo que mascus (gente que posta pedofilia, gore, todo tipo de preconceito possível, promete atentados a universidades, faz doxxing para expor e atacar pessoas) estejam denunciando o MEU blog, que é um blog de direitos humanos, e estejam sendo ouvidos. Desculpa, mas que tipo de empresa não sabe que ativistas de direitos humanos são intensamente alvejados por grupos de ódio?
Este é um dos maiores blogs feministas do Brasil. Pelas contas do próprio Google, o blog contabiliza 35 milhões de visualizações desde sua criação, em janeiro de 2008, ou desde que o Google começou a contar, que eu não sei quando foi. São mais de 4.200 posts, 260 mil comentários. São números bastante expressivos para um blog pessoal, mantido por uma só pessoa (eu), e que praticamente não dá qualquer retorno financeiro. 
Mas basta um grupinho de uma dúzia de mascus se reunirem com scripts e denunciarem em massa o blog que pronto, o Google acata. E eu nem sem qual regra a minha foto de criança no cabeçalho do blog está infringindo.
Bom, gente, se mascus conseguirem derrubar o blog, é prova que eles venceram. É prova de que misóginos mandam. É prova de que a internet é uma terra sem lei, um playground de criminosos. E é um forte indício de que o feminismo não tem vez no Brasil. 
Se conseguirem derrubar o blog, eu jogo a toalha mesmo. Não farei outro blog, não farei mais nada além da minha profissão, que já ocupa um bocado do meu tempo. O problema é que, mesmo sem blog, os ataques continuarão -- não só contra mim como contra inúmeras outras mulheres, principalmente feministas. E aí eu já não tenho mais como me defender. 
Mas se ninguém está prestando atenção, se ninguém liga, é também sinal de que o blog já deu o que tinha que dar. 
Não vou colocar imagens no post porque o Google está removendo as imagens de qualquer jeito.

UPDATE: Pessoas queridas, obrigada pelo apoio. Recebi vários emails de como transferir o blog pra um lugar pago ou pra outro provedor. O que acontece é que não quero mudar de endereço. Estou aqui há 9 anos e só queria continuar. Creio que a melhor sugestão é alertar o Google (no Twitter, @googlebrasil) de que um dos maiores blogs feministas do país está sob ataques orquestrados de misóginos e que, por contra dessas denúncias geradas por script, ele suspendeu uma das minhas duas contas e removeu inúmeras imagens que coloquei no blog ao longo de nove anos. Um leitor sugeriu criar tópicos nesta página de suporte do Google. 
Leia a resolução deste drama: Vencemos! Como o Google devolveu meu blog.

216 comentários:

«Mais antigas   ‹Antigas   201 – 216 de 216
Anônimo disse...

Força Lola, Força!
Fortalecerei a resistência denunciando o ataque ao blog pro Google de todas as maneiras possíveis que eu encontrar.
Além do mais sincero desejo de força eu quero lhe oferecer total empatia, pois no momento eu consigo compreender bem o teu sentimento de impotência, até porque muito da minha reação surpresa com a dimensão desse ataque de ódio é devido ao fato de eu estar afastada do blog (e da internet de modo geral) pelo lugar solitário que problematizar naturalizações, questionar as relações e defender direitos humanos nos coloca.
Eu posso compreender o quão cansativo é resistir contra todo esse ódio que tem sido destilado em ti.
A realidade é que vivemos um dilema em que para trilhar um caminho ético as nossas convicções ideológicas nos deparamos com o caráter reacionário, que muito se empenha em nos atingir através de seus incessantes e articulados ataques.
É bastante frustrante saber que pessoas assim consigam se organizar melhor do que nós militantes. Só não é mais revoltante que saber que a Google que tem total controle dos dados de usuários acata denúncias infundamentadas dessa forma nada minuciosa.
A internet tem mesmo se demonstrado um playground de criminosos.
Resista! Mas resista até onde lhe for sadio.
Não devemos ser mártir de nossas causas.
Faça o que for necessário fazer e tenha certeza que independente do desfecho dessa situação você nunca deixará de ser a Lola, mulher incrivelmente lúcida que mostrou a direção da liberdade que encontra-se no Feminismo pra várias meninas, inclusive eu, que hoje volto aqui na obrigação de lutar pra que você continue tendo a possibilidade de dividir conosco todo esse conhecimento e empoderamento através do blog.
Abraço forte, irmã.

Rafaela Oliveira disse...

Todo apoio do mundo a vc. Vou fazer o que vc orientou no post, qlq outra coisa que precise é só dizer que eu faço. Força!

Joana disse...

força Lola! Não desista! Faça postagens informando como podemos ajudá-la! Estamos aqui por você!

Junior Silva disse...

Envia um email para acess.sistemas@gmaim.com.

Vou ver um tempo para criar um site estilo blog independente, o custo com hospedagem, email registrado e domínio fica em torno dos 100 reais por ano.
A google trabalha com uma ferramenta global, logo tem bibliotecas globais e essas são as mais frágeis a ataques, mesmo pq querida Lola, não algoritmos que "interpretam" essas ações e não pessoas reais que possam ter esse discernimento e raciocínio, então a empresa realmente pode não está fazendo propositalmente, qualquer pessoa da área de programação e desenvolvimento sabe dessa fragilidade, infelizmente tem quem dedique tempo para esse tipo de ataque gratuito.
É a primeira vez que vejo um conteúdo do blog, na verdade nem sei que tipo de conteúdo ao certo ele está trazendo, não concordo com alguns atos de ativistas que parecem perder um pouco o foco da luta feminista, mas independente do meu ponto de vista, se deve respeitar a opinião e ponto de vista do próximo, afinal estamos em uma democracia não? De qualquer forma, lendo o seu relato eu me disponho a ajudar a desenvolver um ambiente mais seguro e pessoal onde vc possa realmente controlar de forma bem mais restritiva, estou muito atarefado com a entrega de um projeto extenso, mas posso me esforçar para lhe prestar algum apoio e auxílio.
Tenta se organizar com pessoas que apoiam a sua causa, tem muitas mulheres e homens como eu que não concordam com esse tipo de ataque e represália e tem conhecimento para lhe ajudar a dar continuidade com os seus conhecimentos em programação, podem tds se mobilizar e em conjunto criar uma plataforma que impossibilitará esse tipo de prática.
Não jogue a toalha, se fortaleça e use a força conquistada hj que não fraca, para em conjunto reverter o jogo.

Anônimo disse...

Lola, como ajudar?

isadora gurgel disse...

FORÇA, LOLA!

Alline Oliveira disse...

Como posso ajudar??

Gabriele Sousa disse...

Não tenho conta no Twitter. Além de postar tópicos no fórum do Blogger, tem algo mais que se possa fazer? Por favor, me diga e farei!
Por favor, não publique meu comentário, pois preferi não deixar anônimo e não sei se haverá represálias desses imbecis contra quem comenta também. Mas pode me responder por e-mail mesmo, se for o caso.
Todo meu apoio a você!

Renata disse...

Isso! Plataforma baseada em wordpress é a melhor coisa!

Unknown disse...

Lola

Marcel disse...

Bom...da pra ver que vc é dqueles idiotas que reduzem o debate ao maniqueísmo. ..Parabéns meu jovem...É por causa de mentes ignorantes (que baseiam seua argumentos no ódio e nao na lógica) que o pais está assim...escrotao

Unknown disse...

Escreva, Lola, escreva! <3

Anônimo disse...

Que bando de doentes!!! Continue firme, vc faz a diferença senão não incomodaria tanto!

Anônimo disse...

Diante desta postura tua, buscando ser correto e respeitar os direitos, talvez você até seja "inimigo" das feministas, mas deve ser bem amigo do feminismo. Bem queria que todo inimigo fosse assim, parabéns por se posicionar desta forma.

Ci Aguiar.

Joanna Moreira disse...

Força, Lola! <3

Jade Andrade disse...

Tamos juntas.
Uma por todas e todas por uma

«Mais antigas ‹Antigas   201 – 216 de 216   Recentes› Mais recentes»