sábado, 14 de janeiro de 2017

VENCEMOS! COMO O GOOGLE DEVOLVEU O MEU BLOG

Olá, pessoas lindas e queridas! Como vocês viram, meu blog voltou ontem no início da noite! Estou muito feliz.
Deixa eu contar como foi. Primeiro, pra quem tá chegando agora, um breve resumo: no final de semana passado, mascus do chan do Marcelo começaram a planejar uma ação para derrubar meu bloguinho, que já tem nove anos de muita luta. Usaram script para fazer milhares de denúncias ao Google, que hospeda meu blog no Blogspot.
Na segunda-feira, quando fui acessar meu blog para moderar comentários, como faço sempre, foi pedida a senha para fazer login. Uma das duas contas de email que eu tenho (há mais de dez anos e que hoje só uso pra acessar o blog) havia sido removida. Como eu já sabia da ação dos mascus, concluí que foi por causa das denúncias em massa. 
Escrevi uma solicitação explicando a situação (ou seja, que é um grupo de ódio que me persegue e ameaça há 6 anos e que está sendo investigado pela polícia por, no Natal, enviar um email ao reitor da UFC afirmando que, se eu não fosse exonerada, cometeriam um atentado na universidade que mataria 300 pessoas).
Já no mesmo dia, algumas imagens no blog começaram a sumir, sendo substituídas por pontos de exclamação. Na terça a destruição já era total: praticamente todas as imagens haviam sumido, incluindo o cabeçalho do blog, que tem uma foto minha de quando eu era criança. Publiquei um post na quarta, sem imagens, pedindo ajuda. Muita gente havia notado que o blog estava sem imagens, mas pensava que era um problema de configuração ou algo assim. 
Um dos muitos tuiteiros reaças que
comemoraram a derrubada do meu
blog
Enquanto isso, mascus continuavam atacando, enviando mais e mais denúncias ao Google, porque o objetivo era derrubar a outra conta também (e também meu Twitter), para que eu não pudesse mais acessar o blog (assim, ele ficaria congelado, até ser eliminado). Um idiota que me liga todos os dias, desde novembro, ligou várias vezes, inclusive de madrugada, para rir. Mascus fizeram bolão pra apostar quando o blog efetivamente sairia do ar. Comemoraram como uma gigantesca vitória. Reaças, provando que seguem exatamente a mesma ideologia mascu, também celebraram. Afinal, era um blog de direitos humanos (que eles chamam de nazista) que estava sendo censurado, o que podia afetar outras páginas com a mesma temática. 
O lado bom é que recebi o imenso apoio de vocês. Foram milhares de pessoas fazendo barulho, criando tópicos em fóruns de ajuda do Google, enviando tuítes pro presidente do Google Brasil, enviando muitas ofertas para me auxiliar a transferir o blog pra outra plataforma, ofertas de advogadas para processar o Google, escrevendo emails em outras línguas para o Google e para ativistas de outros países. A gente emplacou a hashtag #GoogleNaoCensureLola e fez uma grande mobilização, o que chamou a atenção da mídia. Dei várias entrevistas (algumas das quais ainda não saíram e não sei se vão sair). 
Muito apoio (clique
para ampliar)
Mas... nada. Silêncio total do Google. Na quarta à noite, recebi um email (claramente automático) dizendo que minha conta não seria restabelecida, que minha solicitação havia sido revisada e que eu violei as regras dos temos de serviço do Google (sem explicar quais eram). 
Na quinta escrevi um outro post contando o que estava havendo, e a mobilização cresceu ainda mais. Mesmo assim, nem uma palavra de algum humano do Google. Um leitor amado me escreveu por DM: "Não quero parecer pessimista, mas os dois únicos casos que me lembro de terem conseguido reverter esse tipo de situação foram o Ministério da Cultura do governo Dilma e o gabinete do primeiro ministro da Noruega".                        
E, como explicou um consultor de Marketing Digital numa ótima matéria publicada hoje no jornal O Povo, as avaliações de denúncias tanto no Google quanto no Facebook são feitas por robôs. É quase impossível que a punição seja revista porque as análises seguintes também são feitas por robôs, não humanos! "Até chegar a mediação de uma pessoa é um longo caminho", diz ele. 
Pois é. Por isso o silêncio sepulcral do Google durante a semana toda. E a gente sabendo que precisava chamar a atenção de algum humano com poder na empresa para que a situação fosse reavaliada e a tremenda injustiça, desfeita.
Ontem já no final da tarde uma humana entrou em contato comigo. Primeiro o Google Jurídico me mandou um email pedindo um telefone para a gente conversar. Eu enviei o número, e uma mulher (cujo nome não captei, e se tivesse captado, também não colocaria aqui) me ligou cerca de 40 minutos depois. Conversamos, e foi uma conversa bastante tensa. Ela disse que era lamentável a demora da empresa em estabelecer contato. Disse que minha conta havia sido suspensa por imagens de abuso sexual infantil (!), e que, quando há denúncias nesse sentido, o Google é "extremamente severo" e "toma passos extras" na averiguação. 
As únicas imagens de pornografia infantil no meu blog que eu conseguia imaginar foram duas que postei num post de denúncia sobre mascus, que sempre põem imagens de pedofilia em seus chans. 
Como este é um dos poucos crimes cibernéticos que a polícia federal costuma investigar com rapidez, quis mostrar que, já que não vão mesmo prender mascus pelas inúmeras ameaças de morte e estupro que dedicam a feministas como eu, que os prendessem por pedófilos que são. Óbvio ululante que cobri as partes genitais e os rostos que apareciam naquelas duas asquerosas imagens que tirei do chan do Marcelo.
De todo modo, esse é um post de 2015, quase um ano e meio atrás. Lógico que a imagem só foi denunciada agora porque mascus usaram script para fazer "um zilhão" de denúncias falsas. Não dá pra entender que, por causa de duas imagens no meio de milhares -- afinal, meu blog tem 4.200 posts, e cada post deve ter umas quinze imagens, em média --, todas as imagens do blog (inclusive fotos pessoais minhas, capas de livros e filmes, enfim, tudo mesmo) foram removidas, e minha conta, eliminada. Não podiam ter eliminado apenas aquelas duas imagens? (Só encontrei uma. E é assim que ela está agora -- print ao lado).
A moça disse que o Google analisou o contexto daquela imagem, viu que era uma denúncia de pedofilia, que a foto estava coberta, e que, por isso, minha conta seria devolvida e todas as imagens também, menos aquelas. 
Eu disse que era um absurdo que o Google não conseguisse diferenciar denúncias sérias de denúncias feitas por script com a única intenção de derrubar páginas de ativistas, e que esse papelão realmente maculava a imagem do Google, que tenta se vender como uma marca de defesa aos direitos humanos mas que, neste episódio em que há dois lados -- uma ativista com nome e rosto, professora universitária, autora de um blog feminista de relevância, e um grupo de ódio cheio de anônimos que passam seus dias ameaçando e buscando novas formas de arruinar a vida de ativistas -- o Google, ao tão rapidamente acatar a denúncia e aplicar a censura, claramente se posicionou ao lado do ódio. 
Ela respondeu que o Google é neutro e imparcial, e que não leva em consideração a ideologia de quem denuncia ou de quem é denunciado. E assegurou que nada disso tinha acontecido com meu blog por ele ser feminista. Que não havia tratamento especial.
Eu disse que esse era um problema -- a falta de tratamento especial. Que o Google sabe muito bem que ativistas em todo o mundo são alvejadas por grupos de ódio. Que é uma luta desigual, já que nós geralmente somos pessoas reais, com nome, rosto, endereço, que somos atacadas diariamente por fakes anônimos. E, mesmo quando sabemos o nome (caso do Marcelo e de vários de seus comparsas) e temos certeza absoluta que é ele, é difícil provar porque o chan é anônimo e fica hospedado na Malásia (ainda assim, tenho fé que Marcelo voltará a ser preso).
Ele não vai parar. Isso é o que ele escreveu hoje em seu chan, além de "Quero focar o meu tempo para f*der a Dolores". Agora que mais um de seus planos infalíveis do Cebolinha para acabar com a minha vida fracassou (ele já admitiu que pagou R$ 80 mil a um ex-policial para vir à Fortaleza e me matar, fazendo parecer um latrocínio), o infeliz deve estar com o orgulho mais ferido ainda. Eu não canso de me impressionar como o sujeito não assume a responsabilidade por nada que faz na vida e dedica toda sua energia a alguém que ele não conhece pessoalmente e que nunca trocou uma palavra com ele. 
Pra mim parece muito óbvio que páginas ativistas merecem sim tratamento especial. Precisamos de um mínimo de proteção, de um mínimo de diálogo, de um mínimo de compreensão de empresas que devem saber que existe uma coisa chamada contexto. 
Nós lutamos legitimamente pelo que é certo. Grupos de ódio lutam para nos destruir. E nisso de "eles" entram também os reaças, cúmplices dos mascus. É só ver como reaças nunca condenaram as ameaças mascus contra ativistas. Muito pelo contrário, ou eles divulgam sites e tuítes falsos criados por mascus no meu nome, ou eles negam que as ameaças existam. Porém, quando meu blog é derrubado por denúncias mascus (ou seja, eles existem, certo?), reaças comemoram junto. Eles têm lado. Todxs nós temos.
É simples: 
se empresas internacionais querem ser vistas como parceiras dos direitos humanos, se querem ser reconhecidas como parte do combate ao sexismo, à homofobia, ao racismo, à violência (e hoje a enorme maioria das empresas quer ter essa imagem), elas devem promover, não perseguir, páginas que lutam por esses mesmos ideais. E, quando uma empresa acata denúncias falsas vindas de mascus, quando demora dias para responder a pedidos de uma cambada de gente ligada a direitos humanos, soa sim como perseguição.
De qualquer jeito, no telefonema a moça garantiu que minha página e conta seriam restabelecidas (só não sabia dizer quando), e pouco tempo depois chegou este email do Google pra mim, também automático, burocrático:
E de repente todas as imagens voltaram! Confesso que senti falta da minha carinha de criança no cabeçalho.
Não haverá pedido público de desculpas do Google, porque isso seria reconhecer um grave erro, e corporações têm dificuldade em fazer isso. Mas considero o resultado uma vitória. Mostramos, mais uma vez, que podemos nos unir, que somos muitas e muitos, que somos multidões, que somos fortes. E que não temos medo dos covardes. Eles que têm medo de nós, por isso se escondem. Não vão nos calar.
Agradeço do fundo do meu coração a cada pessoa que se mexeu e que, apesar de todas as dificuldades, de todos os ataques e ameaças, continua lutando. Juntxs somos mais fortes, não há dúvida. Obrigada!

112 comentários:

Anônimo disse...

Agora só falta colocar o Marcelo na cadeia.
Quando isso irá ocorrer? A polícia brasileira é tão ruim assim Lola?

Ele vai ficar cometendo até ameaça terrorista e nada vai ser feito com a alegação de "não tem como provar ser ele?"

A polícia brasileira está passando vergonha.

Luciana disse...

Muito feliz que o blog voltou ao normal!!!!!!!!!!!!!!!!! Uhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu. Juntas somos mais fortes!!!!!

Anônimo disse...

Feliz com a volta do blog e triste com a postura do google. Não acredito que não houve um pedido de desculpas...

Unknown disse...

CARAMBA!

Anônimo disse...

Lola estou muito feliz por vc.

Firewest disse...

Estou feliz pela vitória, e esperando o bolão do Oscar!

Anônimo disse...

parabéns pelo retorno Lola, minha lola tá VIVA, VIVA!!!

mas não posso deixar de salientar a minha preocupação

de fato, a perseguição ficará mais intensa, temo por vc professora

deus seja contigo

Anônimo disse...

*fogos*

Anônimo disse...

o google pode até não fazer um pedido formal de desculpas (sacanagem)

mas q pelo menos sirva de lição pra q esses boçais tenham mais decência na hora de acatar denúncias, e q isso não se repita nunca mais, nem com vc e nem com ninguém

Patrick disse...

A cultura corporativa do Google é a de manter uma "fé" quase religiosa nos números e na estatística de acessos da internet. Essa "fé" vem do sucesso do algoritmo do buscador, que utiliza esse conceito como base fundamental*. É um conceito fortemente defendido pelos fundadores e maiores sócios da empresa, Larry Page e Sergey Brin, o da "neutralidade" dos números.

É muito difícil conseguir uma análise qualitativa como está. Lola, você e as feministas do Brasil estão muito de parabéns!

* aliás, é por isso que o Google, mesmo tendo tido em mãos a rede social mais importante do mundo em seu tempo, o Orkut, veio a ser derrotado quase com facilidade pelo facebook. São muito ruins na análise de interação do ser humano.

Anônimo disse...

Felicidade é a palavra que traduz o meu sentimento agora.O plano do cebolinha deu errado e todos mais vão dar por isso desista Marcelo senão vai ser preso e nem preciso dizer como são as cadeias desse Brasil pq vc já sabe em qualquer rebelião playborzinho, que nunca trabalhou é o primeiro a ter a cabeça cortada e o resto tbm por causa da super lotação da só uma olhada nos noticiarios #ficaadica

Anônimo disse...

Muita, muita alegria!! :-)

Você é FODA, Lola!!!

Anônimo disse...

Absolutamente chocante essas ameaças passarem impunemente. Como assim?!

Anônimo disse...

aaeeeeee!!1

Apesar da postura aquém da ideal do Google, muito feliz que deu certo! Com tanta injutiça bizarra acontecendo e nada resolvendo, essa foi uma vitória e tanto! Muito aliviada aqui.

Anônimo disse...

Esse é o problema, quem acata são máquinas, não pessoas. Não há juízo e nem contextualização. Isso pra mostrar eficiência e imparcialidade. No fim, comete injustiças.

Wormtail disse...

Olá Lola
Que bom que tudo acabou bem, mas é uma pena que o GOOGLE nao tenha se desculpado honestamente com vc.
Mas o importante é que o seu blog e o seu trabalho continua.

Anônimo disse...

E q o Google NUNCA MAIS repita isso com a Lola

Td bem, foi muita gente apoiando e tal, mas q martírio, q agonia, não desejo isso à ng, imagina o q a lola deva ter passado

Mesmo q no final tenha dado tudo certo, não vale a pena o martírio, é muito descompensado

Petra Murakami disse...

Então, eu me expressei já sobre esses caras e entendo perfeitamente sua dor nesse sentido. A questão é que como corporação a empresa privilegia dados gerados pela sua própria tecnologia. Eles agem mais por números absolutos do que qualquer outra coisa. Sobre a relação dele com os mascus, confesso que desconheço o grupo dos mascus, embora, conheça quem é abertamente misógino. É uma atitude que o pessoal esbraveja na internet como uma segunda identidade. O pessoal achou um local privilegiado para se comunicar com seus iguais: seja isso bom ou mau. Acredito que tenha visto muitos grupos similares em paginas nerds aos montes no Facebook, inclusive. É uma praga, te falo. Os caras se reproduzem como baratas.

Anônimo disse...

Lola, faça o bolão do óscar, eu vou adorar participar

E tb volte a fazer críticas de cinema, please

Anônimo disse...

Lola, por que vc não considera seriamente em migrar seu blog para uma plataforma mais segura? Por ser blogger isso facilita muito as coisas para Marcelo e sua turma.

Anônimo disse...

Lola... já que aparentemente tudo voltou a normalidade, vou falar de amenidades. Já assistiu 3%, a série brasileira do netflix? Se não viu, taí algo legal pra fazer nas férias, ela é curtinha. Se sim, quando tiver um tempinho, faz uma crítica aqui. Achei legal, vi vários problemas e várias coisas positivas. Ainda mais se considerarmos que o orçamento de uma série daqui nem se compara com uma série de outros países...

Mônica disse...

Vida longa ao blog da Lola!

titia disse...

VIVAAAAAA! A LOLA ESTÁ DE VOLTA! O BLOG ESTÁ DE VOLTA, UHUUUU!

Haha, se ferrou, Marcelo Cebolinha! Mais um fracasso retumbante pra lista desse fiasco! Se bem que fracassar é a única coisa que ele sabe fazer mesmo, não é surpresa nenhuma.

Pois é, eis aí uma das provas que as máquinas não podem substituir o ser humano, por mais que empresários gananciosos queiram parar de pagar salários.

13:36 além da falta de preparo pra lidar com crimes digitais, um monte de policiais são tão misóginos quanto esses mascus. Tente prestar uma queixa de abuso sexual ou estupro e veja quantos policiais não vão de algum jeito tentar culpar a vítima. Muitos deles querem mais é que ativistas se explodam.

claudiadansdias@hotmail.com disse...

ehehehehehehehehehheheeheh A Lola voltoooooooooooooou! E eu ajudei. Fui na página do Mídia Ninja no facebook (postagem do dia 13 de janeiro) e falei da queda do blog e eles publicaram o caso!
Fico muito feliz que você tenha voltado! Estou emocionada!
E vida longa ao blog da Lola! :D

Anônimo disse...

Força, Lola! Não desista dos nossos ideais, pois a cada dia q passa precisamos mais de pessoas como você!

Leila disse...

Muito feliz por vc ter voltado!!! Força, Lola! Eles são covardes, são fracos e não passarão!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Que notícia maravilhosa.

Anônimo disse...

Hm...não acho que o Google não ter resolvido a questão tão rapidamente se equivalha á perseguição,principalmente porque leis especificas para proteger certos grupos específicos acabaria por prejudicar a neutralidade da rede(e por favor não confundam com a questão do atendimento).Além disso,essa reclamação parece ter sido gerada por um sentimento de auto-importância meio exagerado.
De qualquer maneira,fico feliz com a volta do blog.Boa sorte com ele.

Lídia Domingues disse...

Também fiquei feliz de ver sua foto de capa novamente! (um alívio, como se fosse uma foto minha) E é bloGÃO,não bloguinho. Obrigada Lola, por escrever e nos mostrar tanta coragem.

Anônimo disse...

UFA! vim aqui só ver em que pé estavamos!! <3

Adriano Espíndola Cavalheiro disse...

Melhor notícia do ano!

Anônimo disse...

Conseguimos Lola! Quando eu vi o que tava fazendo com a sua pagina fiquei puta, mandei pro face, falei com todo mundo que conheço e aperriei um vereador aqui de Fortaleza. Força sempre, estamos juntas e somos maioria!

Cassianne Campos disse...

Feliz... só! ❤

Anônimo disse...

Lolinha, te amo! <3 <3 <3 <3

Julia

Anônimo disse...

Gustavo Guerra não é um mascu que já namorou com travesti? Quer dizer que ele saia com "os amigos" a noite pra espancar travestis na rua? O nível de enrustimento e frustração de caras como esses é tão gigantesco que beira o inacreditável.

Encubados, recalcados, frustrados, deviam se libertar e deixarem de ser tão bostas, em vez de afundarem cada vez mais na própria podridão, escrotos nojentos.

Anônimo disse...

Outro dia, fiquei pensando no mundo sem mim. Há o mundo continuando a fazer o que faz. E eu não estou lá. Muito estranho. Penso no caminhão do lixo passando e levando o lixo e eu não estou lá. Ou o jornal jogado no jardim e eu não estou lá para pegá-lo. Impossível. E pior, algum tempo depois de estar morto, vou ser verdadeiramente descoberto. E todos aqueles que tinham medo de mim ou me odiavam vão subitamente me aceitar. Minhas palavras vão estar em todos os lugares. Vão se formar clubes e sociedades. Será nojento. Será feito um filme sobre a minha vida. Me farão muito mais corajoso e talentoso do que sou. Muito mais. Será suficiente para fazer os deuses vomitarem. A raça humana exagera em tudo: seus heróis, seus inimigos, sua importância. - Charles Bukowski

Anônimo disse...

a) Lola sou sua fã estou feliz com a sua volta.

b) Lola gostaria de sugerir um post sobre a funkeira Valeska ela ate escreveu um livro ela fala do feminismo

donadio disse...

Parabéns, Lola. Espero que o Google tome juízo, e entenda que tem que valorizar o que, afinal de contas, é patrimônio deles mesmos: os blogs sérios, que trazem público qualificado para dar trânsito na plataforma deles.

José Silvério disse...

Parabéns! Vitória da verdade e do bem!

Unknown disse...

A Lola de volta! Viva!!!😚😚😚

Ezco Musaos disse...

Nada como começar o dia com uma notícia maravilhosa.

Anônimo disse...

Não seria possível criar um esquema de identificação de denúncias através de cpf ou conta de e-mail? Pra evitar de uma pessoa ou grupo conseguir reproduzir denúncias, já que o Google se baseia por números

Anônimo disse...

Disseram que o impeachment da Dilma não iria acontecer; aconteceu.

Disseram que a União Européia era estável e o Brexit não aconteceria; aconteceu.

Disseram que os americanos não eram tão loucos assim e que o Trump não tinha chance de se eleger; se elegeu.

Disseram que a PEC 55 era absurda demais e não seria aprovada; foi aprovada.

Disseram que a reforma trabalhista, a reforma da previdência e as 10 medidas desfiguradas para serem pró-corrupção eram absurdas demais e não teriam como ser aprovadas; está prestes a acontecer, é só o congresso voltar a funcionar.

Agora dizem que alguém como Bolsonaro não tem chances de se eleger presidente do Brasil. Estou sinceramente preocupado. Se nós da esquerda não nos mexermos e não começarmos desde agora a fazer um trabalho muito sério, podemos ter uma tragédia neste país e ver décadas de luta escorrendo pelo ralo.

Anônimo disse...

Comecei a te acompanhar depois que vi páginas feministas no Facebook se mobilizando pela causa, e sei que várias outras pessoas também o fizeram.
Hoje o 'Escreva Lola Escreva' é maior e a tendência é só a aumentar!

Tayná Tavares disse...

Que bom que o blog voltou. Pelo menos essa vitória nós conseguimos. Realmente seria muito bom se o Google e outras empresas saíssem de cima do muro e passassem a tomar os lados que eles tanto dizem apoiar.

Hamanndah disse...

Assista os passageiros, Lola. Eu me amarrei

EC disse...

Que bom que vc voltouuuuuuuuuuuuu

Anônimo disse...

Queria ver agora como tá a cara daquelas crianças de 20/30+ anos que vieram falar "SI NOIS HOMI NUM QUISER VCEIS MULIERES NUM TEIN NEIN DIREITU A OPINIAUM!!1!1!! "

Anônimo disse...

Com certeza.

Carlos

Angie K disse...

Parabens Lola!!!!! E muita força!!!! Obrigada por tudo!

Sarah Hounsell disse...

Forca!!! LOLA RESISTE!

Anônimo disse...

Ou seja, passou a semana gritando CENSURA, aí "descobre" que não é censura coisa nenhuma, que é um sistema automatizado que não dá tratamento especial (e, tadinha, Lola quer tratamento especial), e NEM ASSIM se desculpa por ter feito acusações falsas? É muita cara de pau.

Anônimo disse...

vc é contra prisão perpétua para estuprador e pedofilo?

Anônimo disse...

Não conhecia o blog (que vergonha), passei a conhecer depois de ver um post sobre os ataques contra ele, em uma página feminista que sigo no Facebook. E agora estou em um relacionamento sério com o bloguinho, bem como passarei a divulgá-lo em todos meus círculos sociais. Certamente, depois desse episódio o alcance de sua obra só vai aumentar. É como dizem - o que não mata fortalece. Olha só que belo tiro no pé esses mascus deram.

Anônimo disse...

Boa tarde, Lola.

Fiquei pensando nesse problema e talvez valha a pena conversar com o pessoal do Medium Brasil. Pelo que venho acompanhando, eles tratam agressão com mais atenção, talvez por ser uma plataforma nova. E com a quantidade de seguidores que você tem, seria um ganho e tanto pra eles se você transferisse seu conteúdo pra lá.

https://medium.com/brasil

Acho que é possível manter seu endereço atual e importar os comentários também. Mais uma vez, considerando o volume de seguidores, acho que eles facilitariam muita coisa pra você. A dificuldade é que comentários anônimos, por exemplo, não são permitidos por lá. Mas dada a dimensão da coisa, acho que vale a pena pensar no assunto.

Abraços.

Anônimo disse...

Lola tô muito feliz pelo retorno do seu blog! Obrigada a todas as pessoas lindas que se mobilizaram pela tag #GoogleNaoCensureLola e que foram no fórum de discussão dos produtos Google pra enfrentar os mascus que foram falar mentiras. Se não fosse a mobilização de vcs a Google ignoraria totalmente o fato de que as denúncias falsas foram feitas por grupos fascistas. Sim, mascus são FASCISTAS e isso tem que ser falado.

Lola, me espanta muito que empresas como a Google sempre ficam do lado desses grupelhos fascistas e silenciam os ativistas de direitos humanos e da defesa das minorias. Incrível como as corporações conseguem prosperar e fazer dinheiro com o racismo, a misoginia e a homofobia. Quando não apoiam financeiramente esses grupos, as empresas ficam caladas num silêncio cúmplice e deixam o discurso de ódio correr solto. Ou então o departamento de marketing dessas empresas faz propagandas que perpetuam as mesmas ideias racistas, misóginas e homofóbicas desses grupelhos. Tô feliz pela Lola e por todo o ativismo feminista na web, mas tô triste e incomodada com essa cumplicidade entre empresas e discursos fascistas. É como se a máscara de "liberdade" que eles tentam mostrar tivesse finalmente caído e a feiura desse sistema agora tá a mostra.

Ass: @luindarkness

Anônimo disse...

Lola,na boa,vc já ponsou em levar o seu caso para Anistia Internacional? engraçado que eu evjo ONGS internacionaois vindo aqui para defender traficantes,estupradores etc e não defendem quem luta pelos direitos humanos das mulheres??

Anônimo disse...

o pisão nos mascus não para

google vá se ferrar, censura aqui não cazzo

Denise disse...

Melhor notícia para começar bem o meu dia! Parabéns, Lola, vc venceu mais uma vez esses misóginos! Vida longa pra esse maravilhoso blog! Beijo

Anônimo disse...

Lola, tendo em vista o assunto e o que seu blog acabou de sofrer... pela primeira vez comento como anônima.

Entre em contato com a Anistia Internacional e outras ONGs internacionais que trabalham em prol dos Direitos Humanos, assim como com ONGs nacionais. Leve seu caso à Comissão e à Corte Interamericana dos Direitos Humanos e peça responsabilidade do Estado Brasileiro (há estatísticas sobrando para comprovar a inoperância do Estado brasileiro em garantir a segurança das mulheres na vida real, que dirá na virtual). Você já esgotou os recursos internos, está há anos denunciando estes crimes (de gênero) virtuais às autoridades competentes e ninguém faz nada.

Talvez seja o caso de transformar seu caso em 'leading case' com uma sentença da Corte, na questão dos direitos das mulheres e outros grupos façam denúncias a partir daí. Sei que não parece muito, mas o Chile, por exemplo, mudou um artigo de sua constituição por causa de uma sentença da Corte Interamericana dos Direitos Humanos. Quem sabe seu caso não sirva para dar visibilidade à questão da violência virtual de gênero e forçar o Estado brasileiro a agir?

E deixo a ideia: grupos, coletivos, ONGs de mulheres podem fazer o mesmo - denunciem à Comissão Interamericana de Direitos Humanos e aos demais órgãos competentes. Peçam responsabilização internacional do Estado brasileiro na omissão do tratamento dos direitos das mulheres - vocês podem denunciar desde um caso como o da Lola a um como a recente Chacina de Campinas.

Ana disse...

Lola, estou muito feliz em saber que seu blog voltou ao normal!! Pena que demorou tanto, que tenha sido necessária toda essa movimentação pra que o pessoal do Google se tocasse. Espero que eles usem o ocorrido pra melhorar seus serviços.

Anônimo disse...

A censura viria de vcs, seus fracassados. E agora que perderam, não vão publicar que são limitados e reconhecendo que seu ataque de nerd de 12 anos não surtiu efeito porque há tratamento especial pra quem tem vida, honestidade, faz um trabalho maravilhoso como a Lola? É amarga a derrota né recalcadinho? Engole!

Anônimo disse...

P/ Anônimo das 16:29

Eu acho que o Medium não permitir anônimos é um problema para o blog da Lola. Pq tirando os mascus, muita gente comenta anônima pela segurança de não se expor ao comentar, principalmente quando o post e os comentários são para partilhar histórias dolorosas pelas quais passamos. As vezes queremos desabafar e trocar experiências sem necessariamente ter que falar quem somos. Experiência de quem já usou esse espaço para falar de um trauma do passado e que ainda não tenho coragem para falar pras pessoas que conheço (e não assino para não correr o risco de que descubram por aqui).

Eva disse...

Lola, suhiro que aproveite para fazer um backup do blog por segurança, não é difícil. Caso tenha interesse em migrar para uma plataforma mais segura, posso ajudar. Abs

Anônimo disse...

que bom que o blog está de volta!! leio sempre, estava muito triste com a situação. Tem que ter muita força para aguentar esses mascus diariamente, te admiro muito, Lola <3

Anônimo disse...

Todos(as) estamos felizes por você e seu blog Lola!!! :D

Anônimo disse...

Mas eu queria tanto dar uma espiadinha na cara dos mascus depois desse post hahahahaha

Anônimo disse...

O que não gosto do feminismo contemporâneo é que toda sua energia é direcionada para proteger a garota burguesa, a garota branca de classe média-alta que quer que o mundo seja como sua sala de estar. Ela é protegida por seus pais, protegida pela sua universidade, protegida por seu marido... e ela nem sequer imagina os perigos do mundo, não ensinaram a ela os perigos do mundo, e ela espera que o mundo inteiro seja reduzido a essas proteções burguesas. Ela não percebe seus privilégios, seu apego e dependência em relação a esses privilégios e à proteção de outros sobre ela. Ela é arrogante, egoísta, egocêntrica, extremamente absorvida em si mesma e passou isso para o feminismo.

Anônimo disse...

Super feliz por você e por nós todas por esse blog continuar existindo. Quase nunca comento, mas você é muito precisa pra mim também e tenho certeza que para mais um monte de gente que, por uma razão ou outra lê quietinha no seu canto. Muito, muito obrigada pelo seu esforço.
Abraço
Leila Silva

Anônimo disse...

Pois não é que os mascus tomaram noscus kkkkkkkkkkk

Camila Bezerra disse...

Confesso que eu tava um pouco desesperançada (essa palavra existe?) achando que ia ficar sem o blog. Que bom que tudo deu certo! =D

Anônimo disse...

Muito feliz pela volta do blog!! Parabéns, Lola, seu trabalho é maravilhoso, seria um golpe terrível se perdêssemos o seu blog. A google teve que entender que deveria olhar a fundo a motivação das denúncias e que nesses ataques orquestrados "números e estatísticas" não dizem tudo! Viva!! Que eles aproveitem esse caso pra melhorar o sistema de avaliação das denúncias. Muito embora eu entenda que no caso de denúncia de crimes como pedofilia, talvez seja mais prudente bloquear logo pra fazer avaliação posterior - pois é melhor cometer um bloqueio injusto do que permitir que conteúdos criminosos fiquem circulando por aí - essa avaliação posterior precisa ser feita considerando que ataques como esse, com denúncias falsas, ocorrem e muito. E nesses casos a avaliação humana é necessária.
Mas o que me espanta muito é ver que as ameaças que você e sua família recebem todos os dias não sejam mais seriamente investigadas pela polícia. Eu fico seriamente preocupada com isso, é muito grave!!

Anônimo disse...

Mas anônimo 09:26, o povo estadunidense não é tão louco mesmo não, o trump não ganhou a eleição por maioria de votos, mas sim por outro motivo que faz parte do sistema confuso de lá, foi por eleição indireta.

Os Incansáveis disse...

Que boa notícia, Lola! Mais uma batalha vencida. E vamos em frente.
Denise

natalia disse...

Bom começo de semana Lola. Só li o seu post hoje e ele me fez iniciar a semana sorrindo.
Abraços minha querida.

Unknown disse...

Parabéns Lola!
Fiquei conhecendo o blogue através dessa denúncia, com certeza visitarei aqui mais vezes!

Anônimo disse...

É uma alegria saber que seu blogue continuará firme e forte.

Graciema disse...

Começando a semana com uma boa noticia :-)

Rafael Cherem disse...

Tá na hora de mudar o numero do telefone não? Se expor menos? De que adianta não ter face e postar as férias aqui onde vai e com quem?

Não falo por mal,todo cuidado é pouco.

Clarissa disse...

Se tem algo que esse ataque conseguiu fazer com sucesso foi me tornar uma leitora assídua desse blog.
Soube da existência dele há poucos dias e, desde então, tenho entrado diariamente nele. Que bom que o blog está de pé! Força, Lola!
Abraços

Anônimo disse...

Até q enfim uma notícia boa nesse ano trevoso

Anônimo disse...

Ótima notícia. Não foi dessa vez que os mascus conseguiram nos silenciar. Foi muito legal a mobilização de todos para defender o blog. Uma união muito linda.
Dou risada só de imaginar os mascus se contorcendo de raiva por essa derrota.
E mesmo que eles tivessem conseguido derrubar o blog, o feminismo não acabaria. A lola não deixaria de ser feminista se o blog fosse derrubado. Ela suporta coisas piores(ameaçadas) e mesmo assim não desiste do que acredita.

Tatiane Pires disse...

Lola, a única forma de ficar livre das corporações, seus termos de uso e seus robôs analisando denúncias feitas por scripts é usar uma hospedagem paga. Infelizmente, não vejo outra alternativa para não estar vulnerável a esse tipo de ataque. Você também pode fazer um crowdfunding no formato de assinatura para manter o site em uma hospedagem paga. Mas nada de servidores compartilhados! Também são vulneráveis. Você precisa de uma VPS da Digital Ocean ou de uma instância no Amazon AWS, por exemplo. Voltando ao crowdfunding, cada apoiador(a) do seu blog poderia contribuir com 10 reais/mês para os custos da hospedagem, por exemplo. Tenho certeza que várias pessoas estariam dispostas a colaborar com os custos de manutenção.

Rita Candeu disse...

o mais perturbador nisso tudo é lembrar que o tal blog desses caras que eram uma ode ao estupro ficou no ar por anos e anos seguidos - forma necessárias milhares de denuncias.

fico me perguntando que poder é esse?

e como Google usa robôs e derruba um blog - que segurança é essa?

o FB acontece coisas assim - perfis são bloqueados - eles deixam o perfil de castigo por alguns dias- por denuncias sem pé nem cabeça, na verdade, os bandidos sempre levam a melhor, e agente tem que se virar nos 30 pra provar que a vítima somos nós.

isso é lamentável

abraços Lola - fiquei feliz por vc. ter conseguido vencer mais essa batalha

Anônimo disse...

Conheça um Pouco Sobre Feminismo Indígena no Brasil e sua Importância: http://www.insectashoes.com/blog/conheca-um-pouco-sobre-feminismo-indigena-no-brasil-e-sua-importancia/

Anônimo disse...

Só fiquei conhecendo este blog por causa desse caso. Já o incluí em meus marcadores para acompanhar sempre!

Garotada do chan, sua tentativa patética de censura só serviu para ampliar a voz e a plataforma da Lola. Parabéns pelo fracasso.

Lola, continue sua luta! :)

Aline Beltrame disse...

pior que eu concordo com vc...

Anônimo disse...

mal posso esperar pra lola fazer o bolão do óscar e voltar com suas crônicas de cinema

Mila disse...

Estou sem palavras de felicidade!
É muito importante que isso tenha acontecido, dá uma esperança ver que a verdade prevaleceu sobre mentiras e calúnias.
Seria bom se nossas autoridades tivessem o bom senso de investigar esses criminosos que te caluniam diuturnamente, bem como qualquer um que lhes atravesse o caminho.
É uma vitória que só fortificará o blog

Anônimo disse...

Muito feliz com a volta do blog. De fato, o tiro saiu pela culatra. Só ajudaram a divulgar ainda mais o blog, valeu mascuzada.

Olha, eu já senti raiva, nojo, pena mas hoje, sinceramente, vejo que esse psycopata merece mesmo tudo o que ele acha que passa. Olha o nível de ódio da criatura: ele quer passar a vida inteira prejudicando alguém que ele nunca trocou uma palavra simplesmente pq pensa diferente dele. É um caso a ser estudado pela psicologia o nível de ódio que esse rapaz possui é uma coisa impressionante.

Maria Socorro Neres de Oliveira disse...

Parabéns Lola!! O seu trabalho tem um grande significado, Deus abençoe. Tem uma nova seguidora, bjus

Anônimo disse...

Que notícia boa! Viva Lola Viva!

Anônimo disse...

Perfeito!!!!

Anônimo disse...

Feliz com o resultado, mas muito triste com a posição do Google e chocada com as ameaças desse covarde. Inacreditável esse print que você divulgou no post.

Anônimo disse...

Seja ameaçado diariamente por seis anos e você vai saber o que ela passou com a perspectiva de perder o que construiu esses anos, fora a vida profissional dela. O "trabalho" da Lola é importante sim é a perseguição sofrida por ela e por outros ativistas deve ser combatida de um modo diferenciado ou esse tipo de absurdo voltará a acontecer.

Anônimo disse...

Rindo muito com esses comentários vagos sobre "a feminista" se dar muita importância... e vocês perdendo tempo aqui, com essas alfinetadas fraquinhas achando mesmo que abalam a mulher, kkkk

Anônimo disse...

Lola, fico muito feliz por você e por todos nós que o seu blog tenha voltado às atividades normais. Espero que isso nunca volte a acontecer com você.

Já quanto ao tratamento diferenciado para os "ativistas que defendem o que é certo", tenho minhas dúvidas quanto a viabilidade disso.

Primeiro porque "certo" é um conceito muito vago. Muita gente acha que defende o que é certo, o que é melhor, mas não defende (não é o seu caso), por má fé ou simples falta de informação. Além do que muito do que eu acho certo não faz sentido para outras pessoas. Esse critério é falho.

Se não bastasse isso, ainda temos que, ainda que delimitássemos o tratamento diferenciado para ativistas, imagina só a quantidadade de gente que se enquadraria nisso. O seu blog tem visibilidade nacional, mas tem gente aí fazendo ativismo dentro do bairro, da escola, e a internet é uma ferramenta para elas também. Obviamente essas pessoas dificilmente sofrerão ataques na proporcão que você sofre. Ainda sim, a quantidade de ativistas no mundo que são usuarios dos serviços do google é gigantesca, de modo que inviabiliza o tratamento por humanos e não robôs.

O que aconteceu com você, da suspensão das imagens e conta sem a análise prévia por um ser humano, foi absurdo porque foi injusto, mas eu entendo. É melhor que, ante tantas denúncias, o google suspenda a imagem indevida preventivamente. Melhor do que primeiro analisar se é ou não é caso de suspender, para depois de uma longa análise constatar que essa imagem viola os termos de uso. Essa longa análise só poderia ser feita por humanos e demoraria muito mais (enquanto isso a imagem indevida ia continuar circulando livremente).

Enfim, o que importa é que a justiça foi feita.

Alícia

Anônimo disse...

Gente eu não conhecia o blog antes do ataques, agora virei um leitor assíduo. Parabéns!

Trazmanjares disse...

Eu imagino o que vc quer dizer..recentemente tive uma briga com um imbecil se achando no direito de postar piadinha homofóbica,e o sujeito quando questionado,veio com aquela tradicional arrogância machista de dzier que é aopinião dele,que eu estava de "sofismo",e impondo regras..aquela palhaçada de mimimi de abusador.Denunciei,o Facebook alegou que "não era nada demais",enquanto já teve ativista barrada por utilizar a palavra "spatão" por lá,sedno que ele é lésbica.Então,essas redes sociais são todas afavor de criminosos reacionários.Resta anpos juntar mais força,entrar de sola em cobrar a justiça para revertaer esse caso.

Anônimo disse...

Lola querida, existe uma forma de você não ter mais problemas assim com o Google, que é fazendo anúncios no Adwords. Bota 50 reais aí na conta e cria uma campanha "institucional" (sem links para fora do blog) de um real por dia que você vai ter um acesso brutalmente completo a todas as estatísticas do seu blog, linkando com o Analytics e, principalmente, terá também um telefone para falar com alguém do Google (pessoa mesmo, atendimento humano, muito bom por sinal).

Anônimo disse...

Lola, considere todos esses conselhos e sugestões que as pessoas estão te dando, você já sofre muito ataque pra ter que lidar com uma situação bizarra dessas novamente

Anônimo disse...

Fico muito feliz, e muito orgulhoso de você.

Agora resta torcer pra esse pessoal ir pra cadeia, onde já deveriam estar há muito tempo.

Rita Candeu disse...

se eu falar porque a PF não agé é capaz de ser presa antes do anoitecer :(

Irenisia Oliveira disse...

Que bom, Lola! Fico feliz! Estamos juntas!

Anônimo disse...

#juntxssomosmaisfortes!

Anônimo disse...

Agora todas estamos curiosas sobre a razão da PF não agir (e eu achava que era só a declarada incompetência)...

Anônimo disse...

ainda bem que voltou <3

Anônimo disse...

Alguma feminista tem coragem de ler esse post aqui? https://epitafioblog.wordpress.com/2017/01/17/feminismo-do-nao-entender/
Geralmente as feministas não leem porque pode balançar suas convicções.

Rita Candeu disse...

tenha dó Anonimo das 17 de janeiro de 2017 17:00

vc. acha mesmo que esse texto tem algum valor lógico e coerente, ou alguma verdade, pra abalar convicções?

esse texto é só um amontoado de achismos completamente fora de noção

voces tem que melhorar muito os argumentos - se é que conseguem rsrsrs

Anônimo disse...

A verdade dura é triste é que as corporações, principalmente, essas gigantes da internet e das redes sociais, são todas cúmplices do discurso de ódio. Se não fazem nada pra coibir os misóginos e calam ativistas, então é provável que os fundadores e CEOs pensem da mesma forma. É como se fizessem parte da mesma irmandade sem se conhecerem. A misoginia, o racismo, a homofobia e o fascismo são lucrativos pro Google, pro Facebook e afins. Queria que tivesse um modo de criarmos redes socias alternativas, sem a lógica do lucro e focadas no ativismo político em favor dos oprimidos.

@luindarkness

Natália disse...

Oi Lola,

fazia tempo que não entrava no blog, mas soube da confusão e vim prestar meu apoio. Conheci diversas pautas feministas através da tua escrita, que considero muito cuidadosa e corajosa. Acho bem preocupante a situação pessoal que você enfrenta pra manter o blog e a luta. Tens toda minha admiração por esse trabalho.

Um abraço carinhoso!

Anônimo disse...

Olá Lola
Não conhecia seu blog, foi através de uma reportagem no Jornalistas Livres cujo título foi: "Homens tentam derrubar blog feminista e Google é conivente" . Se o objetivo deles foi derrubar o blog, isso foi um atestado público de burrice pois, criou efeito contrário, a divulgação deste triste ataque na mídia, com certeza instigou a curiosidade de mais pessoas em conhecer seu blog. Adorei suas publicações e já incluí nos meus favoritos.