sexta-feira, 29 de março de 2013

AOS HOMENS QUE SE AUTO-BOICOTAM

Não me lembro nem em que post um mascu chamado Vato Loco deixou o seguinte comentário (tudo sic): 
“Logico que mulher gosta de sexo, MULHER ADORA SEXO, talvez algumas não gostem do ato sexual !!! ??? explico, o sexo da um poder social gigantesco para as mulheres, principalmente as mais novas no auge,elas sabem se uma mulher entrar num ônibus e dizer que quer da para 10, levantaram 30 homens, se um homem entrar num ônibus e dizer que quer comer uma, alem de ele não comer ninguém, ele vai tomar um coro !!!”

Vato, vocês mascus vivem dizendo que o único poder que uma mulher tem é o sexual. Ou seja, mulher só tem poder até os 30 anos (aos 30 anos e um dia sua atratividade acaba e ela fica pra titia, passando o restante da sua existência -- uns 50 anos, por aí -- sozinha e deprimida). E lógico que o único poder que uma mulher tem é o decorativo. Vai junto com aquela outra frase que vcs repetem feito um mantra: "Se mulher não tivesse b*ceta, nenhum homem falaria com vcs".
E junto com essa frase genial e nada misógina, imagina, vem todo um pensamento de que mulher não gosta de sexo, que mulher USA sexo para conseguir o que quer, já que toda mulher no fundo é uma prostituta (palavras de vocês, não minhas, inclusive proferidas por um coleguinha sancto que acabou de completar um ano na cadeia). E vem junto toda uma ideologia igualmente patética que descreve homens como incontroláveis seres sexuais.
Já na vida real, quase toda mulher com um mínimo de experiência sexual já conheceu homem que não tem uma ereção no momento desejado, homem com baixa libido, homem que "nega fogo", homem que tem o desejo sexual muito menor que o da parceira, homem que prefere se masturbar com pornografia do que transar com alguém de carne e osso... Mas, pra vcs, homens assim não existem. Homens são máquinas de sexo e acabou! (ainda bem que, pelo menos, nenhum mascu se vangloria de proporcionar prazer sexual à parceira. A vantagem de acreditar que mulher não gosta de sexo é que o cara não precisa sequer fingir que se preocupa com o orgasmo dela. Mascus não são apenas os maiores fracassados da internet, mas também os piores amantes do universo).
Mas vem cá, você tem umas fantasias bem malucas, hein, Vato Loco? Isso de uma mulher entrar no ônibus e dizer que vai dar pra dez, e todos os homens do ônibus fazerem fila... Ha ha, é engraçado demais pra responder. Sabe o cara que fala grosserias pra uma mulher na rua? Se uma mulher responde à grosseria, tipo dizendo "Vamos lá pra sua casa sim, gostosão", qual vc acha que é a reação do cara? (  ) Sair correndo. (  ) chamar a mulher de puta, ameaçá-la e aí sair correndo. (  ) Dizer "Vamos!" 
Se você não sabe a resposta, pergunte pra uma mulher que já respondeu dessa forma. Os caras morrem de vergonha! Isso porque grosserias na rua tem muito menos ligação com convites sexuais de fato que com demonstrações de poder. Julgar, avaliar, é poder.
A maior parte das mulheres (e dos homens) não estão dentro do poder de beleza imposto pela mídia. Se alguém que for a cara (mas que seja anônima) da Juliana Paes entrar num ônibus e anunciar que quer dar pra dez -- se bem que imagino que vc esteja pensando mais na Sonia Braga de Dama do Lotação -- o pessoal dentro do ônibus a achará maluca. Aí as reações variam. Alguns podem querer agredi-la fisicamente, outros só verbalmente. Mas o fato é que a maior parte dos caras ali achará que aquela mulher lá tomando a iniciativa é uma puta, uma vadia, um ser moralmente condenável, e uma afronta à masculinidade.
O que significa um cara querer transar com uma mulher mais livre sexualmente e logo depois apelidá-la com uma das mais de duzentas palavras usadas pra condenar a sexualidade feminina? Note: não estou falando de namoro sério ou casamento. Estou falando de uma mulher que só quer sexo (incrível, eu sei, mas existem mulheres assim) com um cara que só quer sexo. Os dois querem a mesma coisa, e os dois transam. 
Não é que ela "foi usada", que ela "não se valorizou", "não se deu o valor" (o valor, pra vcs, é negar sexo). Ela queria transar e transou. Aí o sujeito que queria exatamente a mesma coisa passa a se referir a essa mulher como vadia e puta. Por quê? Que medo é esse? Se vcs homens gostam tanto assim de sexo, são tão senhores da situação, então por que condenam as mulheres que fazem sexo?
Talvez nem seja um assunto relacionado, mas me lembro quando algumas mulheres começaram a tentar fazer topless nas praias cariocas, na primeira metade da década de 80. Opa, mulheres com o peito de fora! Óbvio que os homens, esses cidadãos que adoram sexo, vão adorar, né? Não, não foi assim. Eles ficaram escandalizados. Algumas mulheres tiveram que sair escoltadas pela polícia. Os homens ficaram hostis, não cheios de tesão.
Eu também me lembro de quando era jovem e não queria relacionamento algum, só sexo. Eu deixava isso claro pros meus parceiros. No começo, tudo bem –- era isso que eles queriam também. Mas, com o tempo (e antes de conhecer o maridão eu nunca tinha ficado com alguém por mais de dois meses), o cara passava a se sentir desconfortável. Como assim, só sexo? Eu não gostava dele? Não o considerava pra algo mais sério? Não queria sonhar com uma aliança no dedo? Não desejava viver feliz para sempre com ele? Pros caras mais inseguros, era inconcebível que eu, uma mulher, só quisesse sexo. Aquele era um papel masculino! Eu não estava desempenhando o meu papel!
Na sociedade machista que a gente vive, o papel da mulher no sexo é sempre passivo. E depois vocês se queixam que a mulher não toma a iniciativa, né? Ué, se ela procurar sexo, será xingada (se bem que mulher é xingada de qualquer jeito -- basta ser mulher pra ser chamada de vadia). Não faz nenhum sentido. Não seria mais legal pra todo mundo se mulheres pudessem transar sem ser julgadas por isso? Eu nunca canso de me espantar com homens que dizem gostar de sexo com mulheres e as xingam quando fazem sexo com elas. É muita esquizofrenia! E esse comportamento estúpido está longe de ser exclusividade mascu. 

332 comentários:

1 – 200 de 332   Recentes›   Mais recentes»
Patty Kirsche disse...

É, não dá pra entender. Eu também passei por isso. O cara quer transar comigo pra depois me insultar. O cara tenta passar a mão em mim na expectativa de que eu não deixe pra ter certeza de que eu sou decente. Se eu deixar, ele aproveita, mas depois me difama. Como assim?

De fato, a sexualidade feminina assusta muito os homens. Eles ficam hostis e tentam destruir as mulheres que os incomodam tanto. Talvez isso explique porque a maior parte dos estupradores procura vítimas que não pareçam ter "segurança sexual".


Pablo disse...

Um texto para ser lido e relido.

Andrea Burgos disse...

Excelente texto, Lola!

Descobri seu blog por acaso faz alguns meses e me perco lendo suas postagens. Adoro!

Aqui descobri que não sabia o que era feminismo e que, por isso, acabava ajudando nesse preconceito. Obrigada, Lola! (:

Tales Gubes disse...

Eu tenho uma dúvida e quero ajuda para pensar sobre ela. Tenho uma vizinha que acho bastante bonita, sempre que nos cruzamos ela está sorrindo, nos cumprimentamos e seguramos a porta e coisas assim. Jamais falamos nada além de "bom dia" e "tudo bem?", ou talvez alguma piadinha aleatória.

Aí comentei para uma amiga que estava pensando em dizer para essa moça-vizinha algo tipo "oi, desculpa, mas sempre que te vejo tu me parece tão simpática e sorridente e bonita". Essa minha amiga, que detesta atitudes de tarados na rua, disse que achava isso um abuso.

Esse elogio meu seria, de alguma forma, só uma reafirmação de poder masculino? A inexistência de desejo sexual com relação a ela muda alguma coisa nesse cenário? Da forma que eu entendo, é um elogio e algo para animar o dia de alguém, só que não posso negar que minha amiga faz sentido quando reclama desses olhares e "elogios" aleatórios na rua...

Marussia de Andrade Guedes disse...

Se a mulher gosta menos de sexo do que o homem ? Eu não sei. Mas é notório que as mulheres encaram sexo de maneira diferente. É notório que a maioria das mulheres
costuma dizer não para o sexo com medo de parecerem "fáceis" . É notório que é muito mais fácil uma mulher levar um homem para a cama do que o contrário. É notório que as mulheres não falam o real número de parceiros que tiveram, elas mentem para menos. Acho que seria muito mais proveitoso discutir estas questões do que ficar neste processo de negação . Para resolver um problema é preciso concordar que ele existe e saber suas causas.

Fábio disse...

Na verdade a professora tava brava comigo na época, então eu tive que clonar o confrade Vato loco para "inroduzir a real" rsrsrsrs, foi maus Vato ;)

Fábio disse...

A mentalidade sexual feminina subdivide as relações em castas, sim, em castas. Desejando sentirem-se desejaveis, e sabendo que tem a libido mais centrada que os homens, por natureza a fêmea concentra toda sua vida na conquista de provedores em potencial, sendo assim, as mulheres prendem os homens num sistema de castas onde eles nunca podem obter mulheres de nível de beleza superior a dele a não ser pelo poder de provisão. Este poder de provisão tem sido exclusivo do potencial masculino, algo que elas não carregam consigo, uma vez que os homens desejam jovialidade e beleza por natureza inerente. Nestas castas um homem comum, de profissão e posição social simples ( porteiro, frentista de posto de gasolina etc.) só pode se contentar com uma mulher menos livre economicamente do que ele ou menos bela também. Um homem que pense seriamente em não labutar em vão deve vencer o ego e perceber que cada homem está numa escala de casta onde ele só pode oferecer angustia e proteção às fêmeas menos agraciadas do que ele é. Esta é a má notícia para homem que deseja casar além das várias injustiças do sistema em relação ao papel do homem na relação, o único papel que restou aos homens é aquele papel que encontramos na arte do marxismo cultural: os homens são OBRIGADOS a bajularem as mulheres numa postura quase homossexual e singela, eles são obrigados a justificarem as irresponsabilidades femininas sob o risco de serem taxados de machistas e safados. Viva nesta casta quer queira ou não e se você pular de uma casta a outra está a alimentar um mercado egocêntrico, um mercado e uma economia das fêmeas. Os Alphas alimentam este mercado ao mesmo tempo em que este processo vai derrubando ainda mais a confiança, o respeito e o valor do homem na sociedade. Compre-as e você será patrocinador deste cenário onde o homem é apenas um mecanismo de crescimento delas nas suas castas de concorrências com outras fêmeas. Homens e mulheres naturalmente não deveriam entrar nesse jogo político, porque isto tudo é um sistema criado propositalmente para fazer circular um separatismo e um livre comércio da sexualidade.
Quantos cortejos e olhares uma bela mulher recebe por dia ? e um homem ?

Carolina disse...

Tales Gubes, eu acho que você deveria conversar com a sua vizinha, sim. Você não estará sendo como caras de rua que gritam que querem comer sua xoxota, mas você tá ali como um cara que a comprimenta que quer conversar. Vai aí um texto que fala exatamente disso:
http://blogueirasfeministas.com/2013/03/como-abordar-mulheres-sem-ser-nojento/
Espero que ajude, e boa sorte.

Fábio disse...

Cesse seu desejo e faça demonstrar isso a ela, não há coisa pior do que uma mulher deixar de ser desejada. O ego delas não está socialmente programado para isso.

Infle o ego de uma bela mulher, e sará somente mais um, questione o ego dela, e seras um desafio.
Esta a a real.

Priscila disse...

Aha, o Mingall Boy assumiu a autoria... agora tá tudo explicado.

Fábio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fábio disse...

Eu não gosto de me gabar( gosto sim :)) mas em cima de uma cama, eu sou uma "força da natureza"
Muscle car, muscle man, e não sou como esses motorzinhos flex de hoje em dia não, aqui e motorzão de opala, daqueles que rosna, e levanta poeira, rsrsrs, comigo o barato fica loco.

Aline disse...

eu gosto muito, muito mesmo desse blog.

Mas às vezes eu acho que é dada muita importância para esses maníacos que falam besteiras na internet.

Eu já me irritei muito com todo tipo de coisas, comentários racistas, preconceituosos, machistas.

Um dia eu deixei de me importar com essas coisas (na internet), simplesmente ignorei que existem pessoas tão cretinas.

Lola, pelo seu bem, get over it
:/

Tales Gubes disse...

Carolina, muito obrigado pela referência. Eu já havia lido o texto em outra oportunidade, mas reler algumas vezes cai muito bem.

=)

Felipe disse...

Fabio, TODAS as minhas colegas de trabalho ganham mais que seus maridos. TODAS são mais instruídas que eles. Uma, inclusive, é quem sustenta a filha que mora em outra cidade. Outra, paga todas as despesas de casa. E, minha chefe, banca todas as viagens que faz com o namorado. Essa história de basear nosso comportamento no comportamento dos neandertais já não cola mais.
Outra coisa, pra quê demonstrar pra mulher que seu desejo por ela acabou? Parte pra outra e vai ser feliz!
"Muscle man", que coisa gay! kkkkkkkkkkkkkkk

Karen Gomes disse...

Já pensou se negar sexo fosse "se valorizar" e então todas as mulheres negassem sexo? hauahuahauhauhauha Seria cômico...

Karen Gomes disse...

O que a gente deveria fazer com Fábio aí dos comentários? Rir! É claro! Maior piadista!!! o showzinho dele vale até a trilha sonora "Macho macho man" ou então "um tanto quanto másculo" ahuahuahuaha

Lala disse...

Off-topic: Não sei se o pessoal já reparou, mas, de uns tempos pra cá, ao lado de matérias sobre 'musas disso ou daquilo', o Yahoo tem posta notícias sobre feministas, violência no parto etc.
Já viram essa:
http://br.mulher.yahoo.com/acompanhantes-parto-o-amparados-por-lei-154800095.html?page=all

Bruxinha Morena disse...

Pois é, fico em dúvida no que realmente querem. Eles tem dois discursos totalmente diferentes: de um lado gostariam de mulheres que "gostassem de sexo" e fizessem sexo com eles, por outro, gostariam de mulheres que se valorizassem. Me parece que o que cada um realmente quer é ser o único cara que todas as mulheres do mundo desejam. Só consigo pensar nessa possibilidade. Hehehe, é muito ciúme e competição u.u

Marina Rodrigues disse...

Tales, no seu lugar eu faria diferente. Porque ao invés de já chegar dizendo que a moça é bonita você não tenta uma aproximação, digamos, um pouco mais sutil? Até pra você ter mais tempo pra poder sondar se ela está mesmo afim de você ou não. Por exemplo, se ela estiver ouvindo música, tenta perguntar o que é e então de que tipo de som ela curte. Se ela estiver lendo um livro, pergunta sobre o que é e o que ela está achando. Se ela estiver com uma camiseta de banda, da uma procurada nessa banda na internet e depois converse com ela sobre isso. E conforme for indo a conversa você pode chamá-la pra sair de uma vez! Muito provavelmente se você mostrar que está interessado nela já vai estar subentendido que você acha ela bonita. Uma coisa que eu, particularmente, detesto é ser chamada de linda por alguém que não me conhece o suficiente. Isso porque fica parecendo que meu relacionamento com essa pessoa começou só por causa da minha aparência física. Um cara virar e me dizer que sou bonita me parece um elogio um tanto quanto vazio. Poxa, tem tantas coisas mais legais que eu faço e o cara vai elogiar assim, logo de cara, a minha aparência? Não estou dizendo que é proibido você elogiar a aparência de uma mulher. Mas procura conhecer ela primeiro pra depois elogiar a aparência dela, sabe? Enfim, posso estar generalizando também. Eu me sinto assim e prefiro que o cara não deixe tão claro que a gente só está conversando porque ele quer me pegar. Isso me deixa constrangida. Mas sei lá, às vezes tem mulher que gosta...

Tales Gubes disse...

Marina Rodrigues, obrigado pela resposta!

Estou aqui pensando "puxa, por que um elogio dá a entender que estou a fim da pessoa?". Gostei dos teus argumentos para conhecê-la melhor e que resumir minhas impressões à beleza pode ser algo vazio. Só gostaria de destacar que o elogio teria uma função unicamente de elogiar, mesmo, uma vez que não tenho nenhuma intenção de sair com ela (num sentido afetivo ou sexual)... mas não ficaria triste de ter mais uma amiga na vida =)

Julia disse...

ô Marussia, isso tudo que vc falou é causado pelo machismo. Se vc não reparou o feminismo já questiona isso.

Então não sei aonde vc quer chegar... como sempre.

bruh rafaelli disse...

Um fato é, Lola: TODA mulher, independente do padrão feminino em que se encaixe, é chamada de vagabunda pelo menos uma vez.
Eu fui chamada de vagabunda pelo meu irmão, com 15 anos, virgem, e alguns meses de namoro com o unico rapaz já que havia beijado. Comico.

--

Por que esses machistas fofuxos e mimados adoram esse discurso de DESVALORIZAÇÃO DO HOMEM? Voces são verdadeiros humoristas, só podem ser muito ironicos, porque olha... kk

Geralmente são rapazes que SÓ se interessam por beleza padrão, aquelas meninas "bonecas", e se são rejeitados por elas, Zeus do ceu, ESTÃO SENDO DESVALORIZADOS.
E pro fabiozão, que disse que mulheres não se relacionam por homens de beleza "inferior", passe a observar melhor a sociedade ;) Eu NUNCA vi um rapaz loiro, olhos azuis, ou simples "galã" se relacionando com uma moça 'feia', 'gorda'. Mas moças 'lindas' com rapazes totalmente fora dos padroes, vejo todos os dias. Magrelos, gordinhos, baixinhos, narigudos, carecas... por ai vai

É a mesma coisa pra aquela histórinha de vitima que eles contam agora, em cima do nome "FRIENDZONE". "Ai aquelas vadias mentirosas, que nos enrolam e enganam nossos sentimentos de amigos sensiveis, e nada verdade nunda darão a buc##@ pra nós." Serio, um bem que elas fazem, pois no chororo voces já deixam claro o exclusivo interesse na amizade.
Outra coisa, será que voces, vitimas, acham que nenhuma menina é rejeitada pelo melhor amigo? Que uma mulher pode se apaixonar pelo amiguinho que bem entender, sem que seja rejeitada? Sinto em informar, mas é engano de vocês ;)

Se apaixonar por alguém, se interessar por alguém, seja voce homem ou mulher, nunca é garantia de que será reciproco. Mas o ego de voces é tão inflado, voces são tão mimados e inatingiveis, que acham mesmo que mulheres são obrigadas a ficar com qualquer um que se interesse por ela. Assim como voces, vitimas, escolhem entre moças bonitas/bonecas/gostosas, maquiadas e bem arrumadas, recatadinhas (ou pelo menos, que nao sejam vadias né?), existem mulheres que escolhem tipos de homem nesse mesmo padrão, ou de padrões difíceis de se encontrar.

Caroles disse...

Uma boa pedida pra esse post:
http://101homenspranaopegar.tumblr.com

yulia2 disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

gostei do link caroles!!!

Blog do Furacão disse...


Acho que estamos em um período de transição, do machismo extremo, regra até o início do século xx, e o igualitarismo, que vem se desenvolvendo. E muitos pessoas ainda sr veem em uma mistura de idéias e conceitos. Se por um lado aceitam a igualdade, do outro conservam preconceitos e idéias machistas. E não só os homens, mas muitas mulheres também ainda conservam opiniões e hábitos machistas.

yulia2 disse...

machista não gosta de mulher com vontade própria, simples assim.

Mauro disse...

O texto me lembrou de uma frase que de vez em quando eu ouvia quando criança, não sei direito qual é a origem:"O homem é como uma chave, e a mulher, como uma fechadura. Uma chave que pode abrir qualquer fechadura é incrível, mas uma fechadura que pode ser aberta por qualquer chave é inútil"

É de rir, né?

Alice Gaarder disse...

Marussia:

"É notório que é muito mais fácil uma mulher levar um homem para a cama do que o contrário."

Instituto as vozes me disseram de novo?

Alice Gaarder disse...

Fábio: Menos mingau, mais prozac pra vc!

jacmila disse...

Homens q se auto-BOIcotam:

Aqui em na ilha de SC a farra do boi continua com a conivência e incompetência da polícia:

http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2013/03/video-mostra-imagens-de-farra-do-boi-em-florianopolis.html

Pra piorar o quadro, tem professor, diretor de escola aqui q já disse o seguinte: "farra do boi é direito do trabalhador". Demagógico?

Machistas tb não ligam pro sofrimento dos animais. Se mulher pra eles é só objeto, bicho então...

Jéssica disse...

@Mauro

Eu ja' ouvi uma frase divertida, revertendo isso:

"Homens sao lapis e mulheres sao apontadores. Um apontador que aponta varios lapis e' um otimo apontador, um lapis apontado muitas vezes e' jogado fora."

Caos disse...

Caroles, tô rindo demais com o tumblr que você indicou! Muito bom =]

Thaís disse...

Jéssica perfeita sua frase KKKKKKKKKKKKKK

Ana Carolina disse...

Tem uma lei da internet que aprendi outro dia de não atribuir má-fé quando se trata simplesmente de demonstração de ignorância, ou algo assim. Ainda não sei onde encaixar a Marussia - ou se é fake, ou se é um caso de mulher mascu.

Sara disse...

Marussia tb concordo com vc, mas creio q isso se deve a repressão cultural que nós mulheres experimentamos a milênios, acredito q somos atrofiadas em nossa sexualidade.
E acho q o feminismo tb esta ai p desconstruir isso, assim espero.
Agora em relação a esses mascus, não tem como entender a lógica deles, simplesmente por q essa lógica não existe.
Acho apenas que nós mulheres temos q isola-los o mais q pudermos, não dar a menor chance pra nenhum deles.
Eu garanto q tenho feito a minha parte rrrssss....

Thaís B disse...

"elas sabem se uma mulher entrar num ônibus e dizer que quer da para 10, levantaram 30 homens,"
O engraçado é que eles mesmos queimam o próprio filme nessas afirmações. Além de falar que o único poder da mulher é o corpo ainda afirmam que todos os homens são uns maniacos sexuais, pouco importa se têm uma parceira ou outro motivo, homem só quer sexo na vida. Vai entender...

Marussia de Andrade Guedes disse...

Sara e Júlia:
Eu acho estes mascus ridículos mas algumas coisas que eles dizem tem um fundo de verdade. É verdade que a mulher dá muita importância a dinheiro. Se homem só vê beleza , mulher muitas vezes só vê dinheiro e posição social. Mesmo quando elas são independentes. E nós temos que criticar isso e não ficar dizendo que é mentira . Não é. As poucas amigas minhas que tiveram a "ousadia" de ficar com um cara com piores condições financeiras do que elas foram duramente criticadas pelas outras.
Os exemplos de que isto é verdade são muitos.
É verdade também que é muito mais difícil levar uma mulher para a cama do que o contrário. Na minha opinião isso acontece pelo fato de a mulher não ser livre para fazer sexo e dizer que gosta. É esta liberdade que as feministas tem que buscar para elas mesmas e para as outras mulheres. E eu não vejo isto aqui. Aqui as mulheres não tem que mudar nada, só os homens.
Aqui se busca não libertar as mulheres mas sim prender os homens . Deixar os dois engaiolados. Os comentários do Tales e da Marina Rodrigues comprovam o que eu estou dizendo. O cara está morrendo de medo de fazer um simples elogio. A Marina acha que o cara deve fazer mil voltas para dizer seja lá o que for. E acha também que apreciar o belo é vazio. Parece que este feminismo quer transformar mulheres em bonecas de porcelana que se quebram ao menor toque. Ficam criticando os caras que chamam as mulheres, que passam nas ruas, de gostosas. Enquanto isso, a maioria das mulheres nem tem coragem de tomar iniciativa para um encontro sexual ou afetivo. O cara é que tem que tomar iniciativa, fazer mil voltas , até pesquisar na internet...
Onde vamos chegar com isso? Homens e mulheres cheios de receios de se aproximarem, de dizerem o que querem e o que sentem!

educamb disse...

"O homem é como uma chave, e a mulher, como uma fechadura. Uma chave que pode abrir qualquer fechadura é incrível, mas uma fechadura que pode ser aberta por qualquer chave é inútil"
Essa frase faz sentido se pensarmos que para o homem conseguir sexo é muito mais dificil do que para uma mulher. Se alguém duvida disso é só pensar em quem é que paga por sexo. Se o mercado da prostituição dependesse do dinheiro das mulheres estaria falido.
Sexo é um recurso escasso para o homem, mas abundante para uma mulher. E não são apenas mulheres bonitas que tem sexo fácil. Se ainda duvidam é só visitar uma casa de prostituição de baixo custo, o que vc encontra lá são mulheres sem cultura, pobres e feias de dar dó, vc chega a duvidar que alguém paga pra transar com elas, mas a clientela é fiel. E quem é essa clientela, homens de medianos a feios (a maioria mais bonitos do que elas, com todos os dentes da boca e tudo mais...), pobres também, mas que sacrificam parte considerável de seus salários para ter acesso a um pouco de prazer sexual.
Um homem que tem fácil acesso a sexo tem que ter alguma coisa a mais pra oferecer que a maioria, alguma habilidade ou caracteristica que o destaque dos outros, já a mulher não precisa de nada disso para ter todo o sexo que precisa.
Resumindo: para o homem sexo é como o ouro, é um recurso escasso, e quem tem muito é admirado e invejado. Para a mulher sexo é como capim, é até útil, mas por sua abundância não faz o menor sentido admirar quem consegue muito.
E se uma mulher bonita na rua, do nada me chamasse para ir a sua casa fazer sexo eu iria me assustar sim, iria achar que ela estaria tramando me assaltar, ou que deve ser garota de programa e vai me cobrar pelo serviço, ou que é travesti (quando a esmola é demais o pobre desconfia).

Edimir Weckmüller Junior disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Edimir Weckmüller Junior disse...

O fálico está presente em todos os instrumentos de poder e dominação, confirmando o que afirma Jung. Segundo ele, nossos símbolos inocentes são arbitrariamente destruídos em nome da representação simbólica imposta. Em Engels, encontramos a explicação quando é descrita a família capitalista onde a mulher apenas prepara o "chefe da casa" para a exploração cotidiana. Se há alguma expectativa de ruptura com o sistema explorador, certamente a mulher tem lições a dar por suas lutas e conquistas.

Eduardo Edu disse...

Eu não vou negar que mulheres gostem de sexo, pois elas também possui um pouco de testosterona, mas em proporção bem menor do que os homens.

Se mulheres gostam tanto de sexo, porque, por exemplo, revistas que mostram homens nus, como a 'G Magazine', não tem alta apreciação do feminino? (Os GAYS é que são o principal público dessas revistas, são 99% dos clientes dessas revistas).

E não me venham com "mimimi, opressão machista reprime os desejos das mulheres". Se fosse assim, era para os gays abominarem sexo, pois por mais que mulheres sejam reprimidas, gays são muitíssimo mais reprimidos e discriminados.

Verô! disse...

Marussia,

É claro que existem mulheres oportunistas, mas elas dão conta da procura. Ora, existem homens que a única coisa que têm a oferecer é dinheiro mesmo, e quando isso é tudo que você tem atrativo você vai atrair pessoas que só querem dinheiro. Leve em consideração que esses homens que só têm dinheiro a oferecer em geral procuram essas mulheres oportunistas porque ter uma mulher que vive para se manter bonita dá status. Ele se torna o provedor da mulher linda que ele exibe nos salões.

A questão é que hoje cada vez menos mulheres procuram homens que só têm dinheiro, hoje as mulheres estão conquistando o mercado e a independência financeira, elas não precisam mais do homem provedor para sustentar a família - coisa que precisavam quando não podiam trabalhar - e portanto estão mais exigentes. O homem precisa ter muito mais do que uma boa condição financeira para ser atraente para as mulheres! E isso está assustando os homens, eles ficam amedrontados diante de mulheres independentes que não dependem deles, eles ficam aterrorizados frente à mulheres que não ficam impressionadas com um jantar caro que elas podem perfeitamente pagar sem precisar deles. Claro que estou me referindo aos machistinhas inúteis. Homens inteligentes, cultos e interessantes não se assustam com mulheres altamente qualificadas e independentes, esses casais se completam. Os casais que conheço e que fazem parte do meu ciclo de amizades são assim, em alguns casos as mulheres estão até melhor financeiramente que eles, mas mesmo assim o casal vive em harmonia, elas não estão com eles por dinheiro, estão com eles porque eles são bons companheiros.

Os mascus choramingam porque não tem nada de bom para oferecer para mulheres interessantes e independentes, quando eles conseguem uma namorada, se é que conseguem, só vão atrair mulheres dependentes e com sérios problemas de auto-estima, ou oportunistas caso tenham algum dinheiro. Mascus morrem de medo de mulher, têm verdadeiro pavor! Imaginem quando encontram uma mulher bem resolvida? Devem ter até pesadelos, tadinhos.

Verô! disse...

Eduardo Edu,

Você certamente não considerou que revistas como a G Magazine são feitas por homens e para homens, a sexualidade explicitada nessas revistas não são atrativas para todas as mulheres.

A sexualidade feminina geralmente é muito mais complexa que a masculina, o próprio orgasmo feminino é mais complexo e intenso! Sim, mais intenso, você provavelmente não sabe disso. Como poderíamos não gostar de sexo se conseguimos atingir um ápice sexual extremamente prazeroso? Mulheres gostam sim de sexo, o problema é que muitos homens são incapazes de dar prazer sexual para as mulheres pois vivenciam uma sexualidade egocêntrica. O seu comentário já denuncia isso: como uma revista que estimula homens gays não estima mulheres? Ora, só porque estimula homens deve necessariamente estimular mulheres?

Sinto te informar, mas você não sabe nada de sexo.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Eduardo Edu,

Eu não vou negar que mulheres gostem de sexo, pois elas também possui um pouco de testosterona, mas em proporção bem menor do que os homens.

Bullshit. Sou mulher trans, estou a oito meses nos hormônios e continuo gostando de sexo da mesma forma. De fato, a libido androgênica diminuiu sim, mas se considerarmos que a libido androgênica muitas vezes é mais vontade de gozar que o ato sexual em si(que inclui muito mais que o orgasmo), sendo mais similar a alguma necessidade fisiológica, seria no mínimo uma grosseria emocional ou insensibilidade relacionar libido androgênica com vontade de fazer sexo. Isso, é claro, se sexo para ti não for apenas despir-se, meter, gozar, vestir-se e ir embora.

Luiz F. disse...

Incrível como algumas pessoas tentam transformar a mulher em algo "puro", perfeito, e que tudo o que acontece de ruim com elas é por culpa dos homens. Eu disse ALGUMAS.

Esse assunto de qual gênero tem mais vontade de sexo sempre resulta em unanimidade, óbviamente. Mas eu já conheci uma moça que "gostava" de ser vadia. Ela fazia faculdade de algo que não lembro, era patricinha, de família de classe média, morava numa boa casa, enfim. Mas ela tinha um trabalho secundário, que fazia quase que secretamente. Era prostituta de luxo. Ela fazia isso quase secretamente, porque somente algumas pessoas que a conheciam sabiam disso. E o pior eram as mensagens no facebook dela; alguma delas era algo como: "é difícil arrumar homem certo hoje em dia", e outra: "porque os homens só gostam de vagabundas?". Fiquei chocado quando descobri essa vida dela. E ela tinha até anúncio em site!

Hoje em dia, pelo menos no Brasil, é uma minoria das mulheres que se prostituem por necessidade. Pra mim, essas mulheres não gostam de sexo. Porque pra mulher, realmente, é muito fácil conseguir sexo sem se submeter a esse tipo de "profissão". E ela nem precisa ser bonita! Porque hoje em dia, existe chapinha, ela pode usar maquiagem, uma roupa curta, enfim.

A noite de uma mulher que não ficou com ninguém na balada é assim: "não, não, melhor não, não. Poxa, não fiquei com ninguém." A do homem é: "por favor, por favor, me ajuda, por favor. Poxa, não fiquei com ninguém!" É claro que há mulheres tímidas, mas isso foi uma escolha dela. O homem está a procura de sexo, a mulher está ali, atenta à melhor oportunidade. Ou você já viu mulher partindo pra cima de um cara? Pode ser que sim, mas é muito raro. A mulher usa o sexo como uma arma, pra ser exato. Com o sexo, ela pode conseguir o dinheiro, o sucesso, uma casa, ou até um amor, enfim... Já o homem, com o sexo, consegue simplesmente aliviar sua necessidade natural. É assim.

É muito mais fácil ver um homem de aparência apresentável e de bom papo saíndo sozinho de uma balada do que uma mulher feia e burra. E lembre-se, como eu já mencionei, a mulher pode ser feia, mas ela tem no seu "cinto de utilidades" coisas que esconderão sua feiura.

Feministas podem mudar o mundo e o que for, mas não podem mudar o que faz parte da natureza humana. Sinto muito.

Jéssica disse...

"Ou você já viu mulher partindo pra cima de um cara?"

Sim, Suecia, um dos paises mais feministas do mundo. La' uma mulher pode dar em cima do homem quando se interessar sem ser taxada de puta, e o homem pode negar sem ser taxado de gay.

Priscila disse...

"Esse assunto de qual gênero tem mais vontade de sexo sempre resulta em unanimidade, óbviamente.
Ah é? Você precisa ler melhor o blog. Tolinho.

"Mas eu já conheci uma moça que "gostava" de ser vadia."
Defina "vadia".

"Hoje em dia, pelo menos no Brasil, é uma minoria das mulheres que se prostituem por necessidade. Pra mim, essas mulheres não gostam de sexo. Porque pra mulher, realmente, é muito fácil conseguir sexo sem se submeter a esse tipo de "profissão"."
Ué, você está falando de necessidade de sexo ou necessidade financeira? Seja como for, ambos são falsos.

"Ou você já viu mulher partindo pra cima de um cara? Pode ser que sim, mas é muito raro."
Só é raro em lugares onde o machismo impera, como no Brasil.

"A mulher usa o sexo como uma arma, pra ser exato. Com o sexo, ela pode conseguir o dinheiro, o sucesso, uma casa, ou até um amor, enfim... Já o homem, com o sexo, consegue simplesmente aliviar sua necessidade natural."
Mascu DETECTED hahahahaha

"É assim."
Porque Deus quis assim, e eu sou Deus, e eu sei muito mais sobre as mulheres do que elas próprias.

"É muito mais fácil ver um homem de aparência apresentável e de bom papo saíndo sozinho de uma balada do que uma mulher feia e burra."
E você acha que o mancebo fica sozinho por quê? Porque as moças têm vergonha de chegar no cara lindo e legal com medo de ser taxadas de vadias.

"Feministas podem mudar o mundo e o que for, mas não podem mudar o que faz parte da natureza humana. Sinto muito."
Defina "natureza humana".

jacmila disse...

O longo comentário do tal Luiz F. provando q o brasil parou nos anos 50.

Tb pudera, as figuras masculinas na mídia dando péssimo exemplo - jogadores de futebol, políticos - professores censurados ou censores, cortando a cena chave daquele filme A guerra do fogo (qdo o tal neandertal quer fazer sexo por trás e a moça mais civilizada o posiciona face to face).
Ah, e esses profes - mtos evangelicos - ainda acreditam q sexo gay é estritamente "passivo" e torcem a cara de nojo. Resumindo: misoginia, ignorância, baixos níveis de letramento, contradições a rodo - retrato do brasil anos 50.

Sara disse...

Bom Marussia tb fiquei chocada com alguns comentários aqui do Tales, cheio de dedos para dizer uma coisa tão simples a uma garota, acho isso até assustador, pq não pretendo q o feminismo seja um fator q tire a naturalidade das ações entre os sexos, gostaria de q tantos os homens como as mulheres pudessem se aproximar de quem lhes interessa sem tantos rodeios e regras.
Sou uma mulher q não se sente intimidada em ser paquerada na rua, mas sou capaz de entender q isso incomoda muitas mulheres.
Por outro lado (sei q serei criticada) me baseio na natureza para conduzir minhas atitudes, explico, é bem raro, pelo menos entre mamíferos e aves, q a fêmea tome a dianteira na corte, geralmente ela fica ali fazendo cara de paisagem rrsss, só tornando-se receptiva ao macho q lhe interesse.
Acho normal que os homens demonstrem mais interesse em sexo q as mulheres.
A diferença é que não se vê machos de nenhuma outra espécie, chamando a fêmea q não o tenha escolhido de vadia, nem a maltratando por isso.
Com relação a mulher gostar de dinheiro, é apenas um critério até muito facil de explicar (embora eu seja a prova viva de um exemplo oposto a esse tipo de mulher, mas isso não vem ao caso), não faz tanto tempo assim, que nós mulheres eramos totalmente dependentes dos homens economicamente, portanto casar com um homem rico, era o modo de termos mais conforto tanto para nós como para nossos filhos, até que esse tipo de pensamento enraizado na nossa cultura desapareça de vez querida Marussia ainda ira demorar bastante, mas creio q isso ja esta mudando com o feminismo, já não é uma verdade absoluta.

Andre disse...

Eu já li os sites dos "mascus" e acabei chegando a esse blog. Tenho certeza de que toda história têm dois lados. Aos olhos da escritora desse blog, os "mascus" são pessoas da pior espécie. Mas acredito que ninguém parou um minuto para pensar o porque esses caras terminaram desse jeito. Acho que ninguém que teve uma infância ou adolescência saudável segue um caminho desses. Mas agora aqueles que sofreram Bullying, Humilhações e outras coisas que realmente acontecem. E infelizmente só acabam existindo dois caminhos para o cara, ou ele se torna Apático e desgostoso da vida, ou ele acaba tomando o caminho da raiva e quer devolver ao mundo tudo o que ele "sofreu". E isso acaba se tornando um ciclo vicioso. O que eles acabam encontrando é uma utopia de volta aos anos de 1950, onde os homens comandavam a família e a sociedade, e eles acreditam que a vida deles seria melhor assim. Mas como dizem por aí a roda da história nunca anda para trás. Então qual vai ser o posicionamento que a sociedade vai tomar, porque os "mascus" já estão por aí e quase sempre invisíveis, pois na vida real dificilmente alguém nota a presença ou falta deles, eles de fato já estão excluídos do convívio social, embora eles digam o contrário. Porque se as coisas continuarem nesse passo, mais e mais jovens irão desaparecer do mundo e aderir a onde deles. O Masculinismo diz o que eles querem ouvir, mas não é uma resposta, como nem o Machismo e nem o Feminismo. Só para ter uma idéia no Japão a maior parte dos homens já sumiu. Eles não estão nas boates puxando meninas pelo braço, não estão passando cantadas esdrúxulas na rua, não estão praticando violência sexual. Eles simplismente saíram da sociedade afetivamente falando, só estão presos a ela na esfera do trabalho.

Laura Bennet disse...

Luiz, voce não falou de natureza humana, voce falou de homem egoísta, só isso. Sua resposta veio antes do seu texto.

Mulher não gosta de sexo?

"A sexualidade feminina geralmente é muito mais complexa que a masculina, o próprio orgasmo feminino é mais complexo e intenso! Sim, mais intenso, você provavelmente não sabe disso. Como poderíamos não gostar de sexo se conseguimos atingir um ápice sexual extremamente prazeroso? Mulheres gostam sim de sexo, o problema é que muitos homens são incapazes de dar prazer sexual para as mulheres pois vivenciam uma sexualidade egocêntrica."

Os homens entram na relação pensando exclusivamente no seu orgasmo, tanto que acham um insulto se a mulher não o proporciona (magine se as mulheres fossem agir assim hein). Dificil voce achar um homem que esteja disposto a ouvir a parceira, seja paciente, e queira mesmo proporcionar prazer ela. A maioria fica com uma mulher com um unico intuito, acaba sendo grosseiro, e ainda quer exigir que "ela goste do sexo". Ela vai amar sexo com o cara que souber fazer. Agora com um estupido qualquer que acha que toda mulher está unicamente ao dispor do homem, assim como em filmes pornograficos, realmente, vai ser melhor nem fazer.

educamb disse...

"O que significa um cara querer transar com uma mulher mais livre sexualmente e logo depois apelidá-la com uma das mais de duzentas palavras usadas pra condenar a sexualidade feminina?"
"Ela queria transar e transou. Aí o sujeito que queria exatamente a mesma coisa passa a se referir a essa mulher como vadia e puta."
Esses são dois trechos bem interessantes e eu vou tentar colocar as coisas dentro de uma ótica masculina.
Por qual motivo nós homens equiparamos mulheres que só querem sexo a prostitutas (putas)?
Um homem quando quer apenas sexo, hoje em dia tem duas opções, sair por ai atras de uma mulher usando seus artificios para conseguir sexo (sua beleza, sua inteligência, seu estatus social, seu carisma, o que for), podendo obter sucesso ou não na empreitada. Ou ele pode ligar para uma garota de programa que ele possa pagar e fazer sexo. São coisas muito similares. A garota de programa (puta no popular) é um ser humano do sexo feminino igual a qualquer outra mulher, por que então deveria ser tratada de forma diferente?
Ela faz sexo por dinheiro e isso é imoral. Quem é que tem o direito de julgar pelo que é lícito fazer sexo? Você? O Papa? Um Bispo evangélico?
Uma mulher de fácil acesso sexual e uma prostituta se equivalem na nossa cabeça, porque ambas são opções para se chegar ao mesmo objetivo. Não faz sentido valorizar mais uma do que a outra.
Se isso é ofensivo para uma mulher, isso se deve a forma preconceituosa que ela ve as prostitutas e o seu julgamento sobre qual o motivo lícito de se fazer sexo.
Quanto mais socialmente respeitadas forem as prostitutas, mas serão respeitadas as mulheres que procuram apenas sexo casual, pois ambas estarão sempre no mesmo campo de opções de uma homem.

yulia2 disse...

é mais fácil acusar a mulher de não gostar de sexo ou usar o sexo para obter vantagens do que reconhecer sua incompetencia e fracasso de dar prazer a ela.

yulia2 disse...

"Ou você já viu mulher partindo pra cima de um cara?"
___________
eu já vi, aqui mesmo no brasil, na empresa onde eu trabalhava.

yulia2 disse...

Uma mulher de fácil acesso sexual e uma prostituta se equivalem na nossa cabeça, porque ambas são opções para se chegar ao mesmo objetivo. Não faz sentido valorizar mais uma do que a outra.
_________________

só na cabeça de um misógino passa tal idéia.
vcs odeiam mulher com vontade própria essa é a verdade então vcs compara mulher assim com prostitutas para TENTAR rebaixa-la, coitados.
A prostituta por força da profissão não pode escolher com quem vai transar por exemplo, ela tem que cumprir sua função mediante pagamento...

e a mulher com vontade própria , pode te dispensar se não for com a tua cara e nada do que vc der vai fazer ela mudar de idéia, simples assim e vcs não suportam isso.
Recomendo que vc apenas recorra a prostitutas e nada mais.

yulia2 disse...

Quanto mais socialmente respeitadas forem as prostitutas, mas serão respeitadas as mulheres que procuram apenas sexo casual, pois ambas estarão sempre no mesmo campo de opções de uma homem.
____________

Não, jamais estarão. Se ela não gostar de vc e se vc não agradar, ela não vai transar com vc faça o que vc fizer.

a prostituta sim terá que transar pois vc estará pagando essa é a diferença, vc não é burro, sabe que essa diferença existe, mas como ja disse, vcs não suportam mulher livre que prefira outro cara a vc.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Essa Yulia2 parece ter muito ódio no coração... Ela foi estuprada, é isso?

yulia2 disse...

Raziel, vc é agente duplo?
está com saudades do tempo que era mascu? ou será que nunca deixou de ser?
porque defende seu coleguinha?

yulia2 disse...

Outra coisa edu, tu sabe que se vc for ruim de serviço , a mulher livre não vai sair com vc de novo né?

a prostutita, coitada,essa vai ter que te aturar... vc ta pagando né?

haha

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Yulia2,

Você não respondeu minha pergunta ;-)

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

O que eu queria saber era se a Yulia2, que só sabe usar argumentos ad hominem e ter aqueles histéricos, é burrinha assim mesmo ou é só stress pós traumático, afinal, deve ser muito triste para os pais ter de educar, pagar escola e todo o mais para a filha ter a mentalidade de uma criança birrenta de dez anos.

yulia2 disse...

não, não fui estuprada e não tenho ódio de ninguém.

yulia2 disse...

se doeu com o que eu disse porque Raziel? vc é fake do edu?

Julia disse...

Ataque histérico, burrinha? A yulia foi tão certeira na resposta ao educamb. O fato dos comentários dela terem essa toque ácido só os fazem ainda melhores de se ler.. eu sempre me divirto lendo hahaha

Julia disse...

Ataque ad hominem foi o que vc fez agora, Raziel..

yulia2 disse...

Obrigada Julia!
sempre dou um toque de acidez nos comentários, isso é proposital mesmo, nem todos entendem.
Mas o que eu disse ao Edu é a mais pura verdade. A masculhada adora vir aqui e falar com toda sua pseudo**HUMILDADE** o pensamento masculino como se fosse a verdade absoluta e universal, mas DETESTAM ouvir a nossa resposta quanto a isso, tanto que houve reação imediata.
A menos que Raziel seja o próprio edu,se não for eu duvido que ele volte para responder.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Interessante, diga-me, como tu começaste a ter tanto ódio do Mundo assim e ter essa visão Preto e Branco das coisas?
Parece que teu mundinho é dividido entre Feministas(Aka Forças do Bem) e Masculinistas(Aka Forças do Mal), isso parece ser sintoma na verdade de Transtorno de Personalidade Borderline... Mas tu sabe, aqui não é o melhor lugar para tu resolver isso.

E Acredite, meu problema é pior: Moro no meio do nada, aqui só tem um mercado que abre às 15h, não tenho filtro em casa e bebi 6l de suco em dois dias. Estou com cede e preciso de suquinho para tomar os hormônios. Muito chato isso. o_o

E não, não dei uma foda para o que tu disseste; Eu tenho uma namorada, ela me ama muito e ela também partilha das mesmas opiniões que eu. Ela também se desiludiu com o feminismo pois constatou que a maioria das feministas são apenas ativistas da própria psicopatia e baixa auto estima. Sendo que na verdade somos Femistas, pois não acreditamos em igualdade e que o arquétipo feminino é mais... Eficiente no contexto civilizado.

Foi divertido que outro dia mindfuckeamos uma feministazinha histriônica(na verdade minha namorada só deu palpite e risada), a guria ficou louca, mas desisti da tortura psicológica no meio pois seus textwalls estavam não apenas cada vez maiores, mas com um raciocínio cada vez mais emocional e burro. Gente burra tem mais que se foder mesmo. o_o

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Julia,

Eu estou falando com a mula, e não com seus carrapatos. ;-)

Julia disse...

Sara e Marussia,
não é assustador o fato do Tales estar cheio de dedos para elogiar a vizinha dele. Ele não quer ser confundido com babacas que "elogiam" mulheres de forma vazia na rua, no ônibus, na esquina, no trabalho, em qualquer lugar..

Ele já deve ter lido relatos de mulheres que não gostam desse tipo de abordagem porque isso as constrange e devido a FREQUÊNCIA dessas abordagens elas podem não estar receptivas a nenhuma delas.

Ele pediu um conselho e a Marina deu um que faça com que a primeira impressão que o Tales passe para a vizinha dele corresponda a realidade.

yulia2 disse...

sem querer descobri que Edu é o Raziel....

caramba hein? haha se doeu mesmo hein camarada???

que coisa, mas quem mandou? Os caras vem aqui falar suas (verdades...) e não aguentam o tranco depois.

Pode xingar Raziel... sua máscara caiu.
E pensar que o Fábio já tinha alertado sobre vc aqui.
fica bravinho comigo não viu? AGENTE DUPLO!

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Incrível, Yulia2, você realmente acredita em sua "descoberta" ou acha que eu me importo com o que diz uma doente mental histérica que vem destilar amargura em bloguinho sensacionalista?

Julia disse...

Raziel, parece que vc não está bem.

Quem veio com uma visão preta e branca das coisas foi o educamp, a Yulia só respondeu, disse a verdade.

Eu até responderia a ele também, mas não é necessário. A yulia já disse tudo que iria falar.

Aonde está o ódio no comentário dela? Ela foi sarcástica com o cara porque ele fez um comentário totalmente machista e nojento. O ódio veio dele, mostrando esse desprezo por mulheres que ESCOLHEM fazer sexo com ele. Esquizofrenia pura mesmo.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Mas acho tua linha de raciocínio intrigante;

- Eu era feminista mas me desiludi com a concentração de histriônicas, borderlines e retardadas.

- Eu pouco entro aqui pois minha namorada me fez me convenceu a desistir

- Tenho porra nenhuma pra fazer e entro aqui de brimks

- A Yulia2 está discutindo com um coleguinha dela.

- Resolvo mexer com ela só para dar risada

Conclusão: Eu sou o tal coleguinha dela.

Pobre mente pequena.

Julia disse...

Vc está chamando este blog de sensacionalista, Raziel?

Ou vc não está num dia bom ou sua máscara caiu mesmo.

yulia2 disse...

se vc não é o Edu então porque tomou as dores? está ai todo putinho me xingando.
Me esqueça e deixe o Edu me responder. affff

yulia2 disse...

È Julia... parece que o Raziel é agente duplo mesmo....
leva e tras , que papelzinho deprimente, o Fábio estava certo.
Que a Lola fique ciente disso e passe a barrar esse cara aqui daqui pra frente.
Uma limpeza no blog se faz necessário para purificar o ambiente.

Julia disse...

Resolveu mexer com a yulia pra dar risada perguntando se ela já foi estuprada?

quem é retardada aqui mesmo?

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Yulia2,

Eu nem li direito as coisas que tu disse pro Edu, já tinha constatado tua burrice anteriormente e só ocorreu a coincidência d'eu ter resolvido mexer contigo agora. Deve ser muito triste o seu mundinho se resumir a um guestbook de blog mesmo.

Julia,

Tou cagando e andando para o que tu achas ou deixas de achar de mim. ;-)
Eu não tenho de provar nada a alguém aleatório da internet, mas se eu quisesse provar só pelo lulz, o que não falta é gente por aqui que me conhece pessoalmente.

yulia2 disse...

Resolvo mexer com ela só para dar risada

_____________

ah agora vem a desculpa esfarrapada, fiz isso só pra dar risada..

sei, conta outra vai.

yulia2 disse...

OK agente duplo, agora sai do meu colo vai...

cara chato!

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Yulia2,

Sua transfobia e recalque batem no meu QI de 130 e voltam sob a forma de provocações para te usar de palhaça. ;-)

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Sua Transfóbica =P

Julia disse...

Você não está falando coisa com coisa. Tudo que vc está acusando a yulia de fazer é vc quem está fazendo.

É o tédio que te faz perder a mão assim?

yulia2 disse...

Resolveu mexer com a yulia pra dar risada perguntando se ela já foi estuprada?

quem é retardada aqui mesmo?
________________

pois é, o foda é achar que a gente acredita mesmo nisso que era pra só pra dar risada.
sem comentários.

È bom isso ter acontecido, a Lola fará uma bela limpeza por aqui.

yulia2 disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk

esse Raziel bateu com a cabeça onde ???

sai fora cara! larga do meu pé!

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Yulia2,

Você reza pra Lola a noite antes de dormir, é isso?
Não me leve a mal, eu mesma costumo acender incensos de chocolate à minha namoradinha antes de mimir :3

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Yulia2,

Você continua sendo transfóbica ao me chamar de cara. Olha que vou falar pra Lola... =P

yulia2 disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

quem ta dando risada agora sou eu...
putz que cara desconpensado mano!

eu hein.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Yulia2,

Tu, como Radfem Transfóbica, tens qual opinião sobre o transfeminismo e mulheres trans?

yulia2 disse...

Não tenho nenhuma opinião formada sobre isso transsexualidade.

Não entendi porque vc resolveu me atacar do nada, nem falei com vc e vc vem com um caminhão de agressões.
Se vc está passando por problemas não é me agredindo que isso vai resolver.
Se vc não gosta das minhas opiniões então não leia e me ignore, é melhor assim.

yulia2 disse...

E agora eu tenho um churras para ir, volto mais tarde , espero que até lá a sua crise tenha passado Raziel!

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Yulia2,

Agora perceba uma coisa interessante que acabo de perceber: Como tu percebeste que tuas agressões gratuitas não pegam comigo, resolveste finalmente diálogar, agora, vamos a um ponto: Tu percebeu que agressões gratuitas, como muitas vezes tu fazes sem perceber, não são legais ou construtivas? Tu sempre venceste pelo cansaço, mas agora percebeste que ser vencida pelo cansaço não é legal.
Digo. tu tens uma opinião, beleza, mas tu ao invés de simplesmente dar sua opinião nua como veio ao mundo, tu recheia de amargura, ataques ad hominem, falsas acusações e um pseudo delírio de superioridade.

Veja bem, eu francamente não acredito em opiniões certas e erradas, pois a Verdade é um elefante e nós somos apenas cegos tentando descrevê-lo (algumas religiões dharmicas orientais falam disso). É importante, portanto, ter empatia com o "outro lado", bem como legitimamente entender o ponto de vista do agressor. Tu fala como se qualquer um que não concordasse contigo fosse "mascu", incrível que da forma que tu fala de "mascu", nem parece corruptela de "masculinista", e sim algum demônio ancestral com brasas pelo corpo saindo debaixo da terra cujo a respiração é puro gás cianídrico e a carne puro chumbo áspero.

Então, sinceramente, conselho de amiga: Pare um pouco de querer agredir e acusar a todos e ouça essas pessoas. O Mundo não é feito de "bem e mal", "agressor e opressor" e "Masculinistas e Feministas".

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Yulia2,

Arrreeeeegoooo!!! \o\ VAE VICTIS Huehuahuehuahuehuahuehuahuehua

E não liga para as acusações que o Fábio diz de mim, ele ficou com raivinha porque outro dia eu disse(em um foro de trolls) que o Amor entre Mulheres era superior e puro e que o Lesbianismo era o futuro da humanidade.... Ele não aguenta ouvir verdades e fica me difamando.

Julia disse...

Ai Raziel, que patético o que vc fez aqui hoje. Triste.

"tu fala de "mascu", nem parece corruptela de "masculinista", e sim algum demônio ancestral com brasas pelo corpo saindo debaixo da terra cujo a respiração é puro gás cianídrico e a carne puro chumbo áspero."

E eles são o que pra vc, seus brothers?

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Julia,

Nem uma coisa e nem outra.

educamb disse...

Querida Yulia2, realmente peço desculpas se minhas opiniões te ofenderam tanto, mas se a intenção é termos um debate verdadeiro sobre o assunto temos a obrigação de dizer o que pensamos.
Pelo jeito vc já me julgou e condenou: Eu sou um misógino que só "consegue" e "mereçe" fazer sexo com prostitutas. Respeito a sua opinião e não entrei aqui para trocar ofensas pessoais, só vou combater argumentos e espero que apenas os meus argumentos sejam atacados.
Seus argumentos fazem sentido e durante boa parte da minha vida eu considerava uma humilhação pagar por sexo. Dizia que eu jamais faria sexo com uma mulher que não estivesse com tesão em mim, isso era uma questão de honra pra mim, assim como é pra muitos homens.
Porém também como muitos homens eu tinha uma curiosidade de saber mais sobre esse universo e um dia acabei aceitando a indicação que um amigo me fez de uma "menina bacana" que ele conhecia. Liguei pra moça e fui até o apartamento dela, ela era muito bonita, educada, me tratou super bem, fiquei impressionado, não esperava que seria assim, pensei que seria uma coisa fria e sem graça, mas foi muito bom. Mas mesmo com tudo isso eu ainda me sentia desconfortável, alguma coisa me incomodava e eu não conseguia descobrir o que era.
Depois de muito refletir comecei a entender que o que faltava era justamente isso, a possibilidade de ser rejeitado. Homens preferem fazer sexo casual sem pagar por vários motivos, mas nenhum é muito edificante. Tem o motivo financeiro, ele simplesmente pode estar sem grana, mas tem o motivo moral. Moral aqui no sentido de sentir-se o "gostosão". Quando um homem consegue sexo casual com uma mulher é assim que ele se sente: "o gostosão", valorizado enquanto macho, o "pegador" que "passa o rodo geral". A satisfação não é apenas sexual, mas é uma satisfação para o ego. Era isso que me deixava com a sensação de que algo estava faltando, eu tinha tido um grande prazer sexual com a prostituta, mas não me sentia "o pegador", faltou a satisfação do ego.
Vc mesma tenta me atacar diretamente nesse ponto: "a prostituta não tem escolha vc ta pagando", "ela não pode te rejeitar" "VC não suporta que a mulher tenha vontade própria e queira dar pra outro e não pra vc", " se vc for ruim de serviço a mulher não vai querer sair com vc de novo". Vc identificou bem que isto atinge diretamente o ego de um homem. Temos que conseguir "conquistar" as graças da fêmea por nossos "méritos", temos que ser "bons de serviço", pra sermos machos de verdade, tudo isso só serve para alimentar o ego dos "garanhões".
Eu quando cheguei a essa conclusão logo pensei " afinal de contas eu gosto é de mulher ou de inflar o meu ego?". Tudo que eu sou respondeu "vc gosta é de mulher e muito", então pouco importa porque ela vai me dar sexo, se é por dinheiro ou qualquer outra coisa, se for só sexo, porque eu vou querer algum sentimento a mais, não faz sentido, só faz sentido se eu precisar disso para inflar o meu ego de "pegador", mas como eu já passei da adolescência não preciso mais disso.
Não estou dizendo que não vale a pena se relacionar com mulheres, ter uma namorada, uma esposa pra quem quer dividir uma vida é algo maravilhoso e totalmente diferente, mas quando é só sexo, prostituta, ou "mulher com vontade própria" só faz diferença mesmo pra inflar o ego e nada mais.

Acho que da pra perceber que eu não sou Raziel von Sophia Imbuzeiro.

Laura Bennet disse...

Raziel, explica, voce é uma mulher trans que se identifica mais com homens e por isso é masculinista?

Meio que nao entendi suas acusações de transfobia a moça ali.

Laura Bennet disse...

O que incomodou Edu, foi voce praticamente dizer no seu discurso que o comportamento da mulher deve estar a merce do pensamento do homem (que não é uma coisa universal da natureza masculina, É construção social).

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Raziel, explica, voce é uma mulher trans que se identifica mais com homens e por isso é masculinista?

Não.

O que ocorre é que eu sou contra essa visão maniqueísta que divide a Humanidade em "Feminazis x Mascus", o Ser Humano é muito mais que apenas isso. O que está sendo feito por aqui - que está ultrapassando os limites da sanidade - é tornar os masculnistas a Reencarnação do Mal, e eles não são isso. O que eles são? A mesma coisa que tu: Seres Humanos. E como tal, todxs temos nossos defeitos e qualidades, o feminismo não é perfeito, bem como o masculinismo brasileiro não é de todo o mal.

Seriosamente? Interessada em Antropologia ando dando uma olhada nos foros masculinistas, eles mudaram bastante. No meu tempo eram uns nerds frustrados depressivos lá, agora são uns marombeiros de academia fanáticos por suplementos e anabolizantes e que até vem conseguido várias garotas por estarem dentro do tal Padrão de Beleza(tanquinho e talz), junto a isso, a doutrina política deles é parecida com a do Padre Paulo Ricardo, que se tornou o novo guru deles.

E se tu me perguntar: Olha, eu acho que ser um marombeiro cristão fundamentalista ainda é melhor que ser um depressivo suicida. Eles se gabam se terem salvo homens do suicídio. Isso temos que concordar que é verdade.
E se quer saber, as feministas poderiam ter ajudado esses homens no passado e tornado o masculinismo brasileiro como um aliado do feminismo(existe uma vertente do masculinismo que é pro feminista), mas estavam entretidas demais destilando inveja dos homens falando que eles são "cheios de privilégios" e tudo o mais, agora chorar não adianta.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Laura,

Perdoa-me, me entreti escrevendo e esqueci dessa pergunta aqui

Meio que nao entendi suas acusações de transfobia a moça ali.

Ela tem o hábito de querer vencer outrem pelo cansaço se comportando como uma adolescente borderline doidona de cocaína, fazendo desde ofensas ao valor social das pessoas até ter me acusado de ser o tal Edu, eu simplesmente mostrei que posso ser mais chata que ela.

Julia disse...

educamb, só acho que vc não deveria se intitular porta-voz de todos os homens. Você poderia dizer, "nós, machistas..." aí sim, ficaria coerente.

Julia disse...

Sim, Raziel, estamos chorando rios de lágrimas por que poderíamos ser amiguinhas dos mascus mas perdemos essa chance. snif

Laura Bennet disse...

Bom, todos os fóruns masculinistas que eu visitei eram recheados de ódio, de generalizações femininas, de expressões extremamente grosseiras as mulheres, machismo, etc etc etc.

Até percebo que alguns, por serem excluídos, acabam achando que a solução pra uma depressão é fazer parte dessa tribo de homens que sustenta a insensibilidade, e a crença na superioridade como um jeito de se manterem homens inatingíveis. Acho que se um homem tem frustrações, não precisa recorrer a isso pra curá-las. Pelo que eu percebi, das paginas que visitei, os masculinistas tentam universalizar um padrão masculino (que já é muito velho por sinal). Então, quando um rapaz passa a vida não se encaixando nele, e acaba se frustrando, eles trazem essa resposta: Voce passou por tudo isso porque nao foi como nós, acreditou naquelas vadias, e blablabla. O frustrado acredita nisso, pois é mais facil isso do que lutar pra que o aceitem como um homem diferente que é.

Digo isso porque tenho um irmão assim, e identifiquei a sua mudança, seus discursos de odio decorrentes de frustração, nessas comunidades. rs

Mulheres também se frustram, também são rejeitadas, magoadas. E até sei que tem comunidades de odio ao homem, ao masculino, e etc, mas elas são muuuito menos populares que a dos famosos misóginos. Porque nós aceitamos ficar na posição daquele que levou o fora, que foi excluido, sem achar isso um absurdo. Mas se um homem leva um fora, os masculinistas partem pra gozação na hora. Não vejo ajuda nenhuma na atitude deles, e sim muito discurso de poder, discriminação e tal.

Exatamente por isso, é dificil voce unir feminismo a masculinismo. Afinal, o feminismo luta justamente contra esses padrões antigos, impostos a homens e mulheres.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Laura,

Não nego, que eles são sim, cheios de ódio, porém, ao menos vem sido um ódio construtivo apesar de proselitista. E cá entre nós: As Feministas pensam exatamente a mesma coisa: "Quem não é uma de nós ou é alienada ou é homem disfarçado". O ideal seria que não houvesse ódio, mas se tem, a culpa não é deles mas de nossa própria cultura que dá respaldo a isso, afinal, maioria das mulheres são machistas, inclusive muitas das que se dizem feministas são apenas frustradas emocionalmente e ficam de "mimimi homens são cheios de privilégios".
De fato, desde que eles viraram marombeiros, vem tido sucesso com as mulheres, e eles sempre relatam isso, que começaram a malhar, usar anabolizante e tudo mudou. De fato, há demanda para masculinistas "alfa", então eles são um produto da Sociedade, e principalmente pelo machismo feminino.

O maior problema dos "foras" que os homens levam, não são os foras, mas são que eles são perpétuos e sistemáticos. É tu ficar 3 anos querendo alguém mas dezenas de pessoas só dando fora por motivos fúteis, enquanto tu vê machistas grossos agressivos sempre tendo quase todas. E quando vê, muitas garotas apenas usam os homens mais gentis. Adotar essa postura(dos mascus) é simplesmente lógico. E a lógica tem batido com a Realidade, pois a vida deles melhorou. Sinto muito.
Não sei da tua situação, mas nas grandes metrópoles, a grande maioria das mulheres são extremamente egoístas, gananciosas e guardam certo rancor dos homens, e a muito tornaram qualquer empoderamento em uma ferramenta para usá-los e fazê-los sofrer por sadismo inconsciente. Te digo uma coisa a respeito disso: Desde que comecei a transição, e conforme a mesma avança, a postura das mulheres em relação a mim mudou MUITO, e para melhor em todos os sentidos. E conforme elas se abriram para mim como "uma delas", o que eu percebi é um profundo desdém em relação aos homens, com alguns traços de amargura.

Então, sinto muito, mas enquanto não houver empatia, não vai ser por base na força contra os homens que irão resolver a questão do machismo.

Julia disse...

Ah, então as mulheres é que tem que resolver o problema deles.. Entendi, Raziel, vc voltou pro masculinismo com força total.

Aliás, vc deixou de ser mascu algum dia?

Andre disse...

Laura

Talvez os "misógenos" como dizem tenham mais força na internet, porque o homem internaliza a depressão. Ele não a expõe na vida real, como a a maioria das mulheres fazem. Normalmente quando uma mulher está deprimindo ela têm uma rede de "apoio" maior. Já o homem não, ele internaliza aquilo, porque ninguém quer ouvir sobre a depressão dele, nem outros homens e nem a maioria das mulheres. Nesses grupos masculinistas ele acaba encontrando esse falso conforto, até porque ele não se expõe verdadeiramente, ele está atrás normalmente de um perfil fake. As mulheres já têm os sites de comportamento do lado delas, a maioria do que está escrito ali, sempre coloca o homem como sendo o culpado, ou porque ele não aborda direito, ou porque não dá atenção a parceira no relacionamento e outras coisas mais. Todo mundo está discutindo o problema das mulheres, agora esses homens eles estão marginalizados, e para eles acabou sobrando esse masculinismo, talvez foi o único lugar onde ele foi aceito. Até porque seria impossível varrê-los para de baixo do tapete para sempre, uma hora eles iriam aparecer e nesse caso da pior maneira possível. É o que eu falei no posto anterior o Japão varreu esses homens para debaixo do tapete, mas lá eles foram passivos a isso. Não montaram sites, blogs, não apareceram alucinados atirando em escolas, mas os caras em geral já desistiram de falar e se relacionar com mulheres. Eles são o que chamam de "come-grama".

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Julia,

Eu não vou conversar com você, porque você é BURRA, tá entendendo?

Verô! disse...

Lamentável o desdobramento dessa discussão. Vocês estão parecendo sim pessoas birrentas e mimadas que não conseguem conduzir um debate com civilidade e respeito, querem vencer no grito. Tenham um pouco de inteligência, usem argumentos, acusar uma pessoa disso ou daquilo só mostra a mediocridade de quem acusa.

educamb disse...

Julia disse...
educamb, só acho que vc não deveria se intitular porta-voz de todos os homens. Você poderia dizer, "nós, machistas..." aí sim, ficaria coerente.
Novamente fui julgado e condenado agora como machista.
Poderia por favor demonstrar o machismo no meu discurso, porque no discurso da Yulia2 eu vi muito machismo da parte dela. Em nenhum momento eu disse que era porta-voz de todos os homens apenas disse que iria colocar as coisas sobre uma ótica masculina. Qualquer mulher pode dar uma opinião feminina sobre algo pelo simples fato de ser mulher, sem que isso represente a opinião de todas as mulheres.
Mas, eu sou homem a mais de trinta anos, tenho e sempre tive amigos homens, então acho que sei alguma coisa sobre a opinião deles.

Laura Bennet disse...
O que incomodou Edu, foi voce praticamente dizer no seu discurso que o comportamento da mulher deve estar a merce do pensamento do homem (que não é uma coisa universal da natureza masculina, É construção social).

Me aponte onde eu disse isso. Pois em nenhum momento eu disse que a mulher deve se comportar conforme o que pensam os homens, eu apenas disse o que grande parte dos homens pensam sobre o comportamento das mulheres e demonstrei que existe uma certa razão para eles igualarem mulheres casuais a prostitutas.
Quanto o que é natural ou construido socialmente isso é uma discussão interminável, existem teorias fortes que sustentam ambos os argumentos.

Julia disse...
ah, então as mulheres é que tem que resolver o problema deles.. Entendi, Raziel, vc voltou pro masculinismo com força total.
Aliás, vc deixou de ser mascu algum dia?

Não, as mulheres não tem que resolver os problemas dos homens, assim como os homens não tem que resolver os problemas das mulheres, mas o feminismo como um movimento que pretende representar tanto homens quanto mulheres, tem sim que pensar nos problemas de ambos e tentar soluções mais igualitárias. Agora se alguém quer dizer que esse movimento não representa os homens, eu vou embora daqui e não comento nunca mais.

Eu vejo muitas feministas reclamarem que quando expõe seu modo de pensar vem sempre um machista dizendo que ela pensa assim porque é mal comida, que não gosta de homens e outras ofenças desse nível. Mas, é só um homem aparecer em um blog feminista e expor uma visão um pouco diferente e começam as acusações de ser machista, misógino, inseguro, ruim de camaa, que tem ódio de mulher porque elas não dão pra ele, vcs não percebem que estão fazendo a mesma coisa.

yulia2 disse...

Bem edu, primeiro lugar, vc não ofendeu ninguém , não precisa se desculpar.
Segundo, mesmo que o cara saia com uma mulher para inflar seu ego e etc... se ele não gastar dinheiro , ele gastará seu tempo em tentar ( impressionar) a tal mulher e ainda sim ele corre o risco de levar um fora e ver seu tempo jogado no ralo em vão e em ver seu tempo perdido , ele não ficará nada contente e pensará, era melhor ter pago uma gp.

No mais, se ela topou saiba que a última das preocupações dela é o que vc estará pensando dela.
Ela não está atrás de um pedido de casamento seu, ( vcs tem mania prepotente arrogante de achar que todas estão atras disso mas...) não.
Vc não é obrigado a querer nada com a mulher, e ninguém aqui em momento algum disse isso, mas uma coisa é não querer nada, outra bem diferente é desqualificar e esculachar com a mulher por ela ter vontade própria.

yulia2 disse...

porque no discurso da Yulia2 eu vi muito machismo da parte dela
_____________
aponte o machismo no meu discurso

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Finalmente a Yulia2 está mais sensata, seria churrasco o novo chocolate?

PS: Até onde eu sei, ocorre que a maioria dos homens busca casamento mesmo.

yulia2 disse...

não sei porque um fica agora respondendo pelo outro e vice versa....
gostaria que cada um respondense pelo que falou.
No aguardo da resposta do Edu.

yulia2 disse...

Não, as mulheres não tem que resolver os problemas dos homens, assim como os homens não tem que resolver os problemas das mulheres, mas o feminismo como um movimento que pretende representar tanto homens quanto mulheres, tem sim que pensar nos problemas de ambos e tentar soluções mais igualitárias. Agora se alguém quer dizer que esse movimento não representa os homens, eu vou embora daqui e não comento nunca mais.
_______________

amigo, se esse homem pensa que mulher livre e prostituta são a mesma coisa, realmente esse movimento não representa homem com esse tipo de mentalidade ultra machista.
se esse for o seu caso, a porta da rua é serventia da casa.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

yulia2,

Agora falando sério, algo que eu nunca entendi: Falam que o feminismo é libertador aos homens, falam que eles devem participar do feminismo... Então porque o feminismo não pode trabalhar em cima dos problemas dos homens?

Sara disse...

Desculpe interferir Raziel, mas por seus comentários vc não entende sequer os motivos básicos da existência do feminismo, não aceita nossa luta, considera injustos e irreais nossos motivos, nem acredita na repressão historica q sempre sofremos.
Ainda vir até aqui reenvindicar que lutemos por mais regalias para os homens, não te parece meio nonsense, da até um pouco de vergonha alheia...

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Sara,

Eu não vou conversar com você, porque você além de burra é recalcada.

Sara disse...

ok Raziel vc ja declarou seu QI e pelo jeito pouquissimos estão preparados para discutir com vc, quem sabe junto de seus velhos amigos mascus ache pessoas mais a altura da sua inteligência. bjs na alma...

Julia disse...

educamb, se vc não consegue enxergar o machismo do seu discurso vc está cego. Nada posso fazer se vc está rodeado de machistas e é machista há mais de 30 anos. Só lamento.



Joane Farias Nogueira disse...

EDUARDO, ME POUPA :"Se fosse assim, era para os gays abominarem sexo, pois por mais que mulheres sejam reprimidas, gays são muitíssimo mais reprimidos e discriminados."
40% DO PÚBLICO DE FILMES PORNOGRÁFICOS É MULHER. Isso é um número bom, não acha?! E outra, a discriminação sofrida pela mulher é diferente da sofrida pelo gay quanto à vida sexual deles- até certo ponto. Já que dizem que todo gay é promíscuo, e por isso, não se pode confiar. Mas, é só por ele fugir do papel de "machucumedôdemulé". Mas, ainda assim, eles tem mais liberdade para isso do que nós.
E não ache que estimulação visual é única forma de expressão do sexo. Mulheres se excitam , em geral, fantasiando, com histórias,enredos. Acho que isso explica o sucesso de 50 tons de cinza. Achar que a única forma de comprovar que mulher gosta de sexo é se expressando e exercendo a sexualidade de forma masculina é equivalente dizer que sexualidade só é legítima quando segue os padrões masculinos.

Joane Farias Nogueira disse...

""Então porque o feminismo não pode trabalhar em cima dos problemas dos homens?""
O feminismo , minha opinião, tem como protagonista a mulher, que foi quem mais sofreu a repressão pelo machismo vindo de homens e mulheres. Se o machismo pune as mulheres e de quebra arranha os homens, quando ele cair por terra, essa ferida masculina também vai fechar. Quando o homem para de ter sua masculinidade negativamente construída, vai parar de resolver seus problema nas base da porrada. Se tornará menos agressivo com as mulheres, com as pessoas em geral . Procurar menos briga e com isso se envolver menos em brigas de rua. Isso é algo bom. Não acha? Quando mulher deixar de ser vista como objeto comprável, como algo a ser "provido", ele não vai ter todo um peso para carregar. Não acha isso vantagem? Ele também passará a ser menos machista, e se conscientizará de que precisa cuidar da sua saúde. Quantos casos de câncer de próstata serão tratados precocemente? Enfim, temos recursos limitados e e não dá para tentar usá-los para combater os poucos desprivilégios que os homens tem em detrimento dos vários desprivilégios que nós , mulheres, temos, por melhor intenção que haja.

Alice Gaarder disse...

Raziel:

" a grande maioria das mulheres são extremamente egoístas, gananciosas e guardam certo rancor dos homens"


Noooooooooooossa... eu nem sabia q o IBGE pesquisava essas coisas... pq dados tão confiáveis assim não devem ser achismo, né...

Alice Gaarder disse...

Luiz F.

"Hoje em dia, pelo menos no Brasil, é uma minoria das mulheres que se prostituem por necessidade."

IBGE ou IAVMD?

Ta difícil levar a sério os comentários de tanto machista afirmando "dados" baseados apenas em achismos...

Eduardo Edu disse...

"40% DO PÚBLICO DE FILMES PORNOGRÁFICOS É MULHER."
- MENTIRA! Todas as mulheres que eu conhecí e conheço destestam filmes pornôs.

"A sexualidade feminina geralmente é muito mais complexa que a masculina, o próprio orgasmo feminino é mais complexo e intenso! Sim, mais intenso, você provavelmente não sabe disso. Como poderíamos não gostar de sexo se conseguimos atingir um ápice sexual extremamente prazeroso?"
- Agora me responde uma coisa: vocês conseguem chegar no orgasmo em todas as relações sexuais? Conhece o seu "Ponto G"? Aliás, há quem diga que isso é mito.. rsrs

"Mulheres gostam sim de sexo, o problema é que muitos homens são incapazes de dar prazer sexual para as mulheres pois vivenciam uma sexualidade egocêntrica."
- Agora a culpa de vocês serem geladeiras e não conhecerem o próprio corpo é nossa? O tempo do ato sexual é igual para ambos, se não sabe o caminho para o próprio prazer, não somos nós que temos que adivinhar.

Não adianta chorar nem espernear. Mulheres gostam sim de sexo, mas em proporção muito menor em comparação aos homens.

E quando eu digo que mulher gosta menos de sexo que o homem, é justamente porque a mulher não gosta do ato sexual em si, da maneira tão genitalizada que os homens gostam, dando importância a outros fatores citados pela Joane: histórias, enredos, emoções. Biologicamente, mulheres não se excitam tanto com pornografia visual assim como os homens. Mulheres se masturbam com palavras. Com historinhas. É a excitação emocional. O que explica porque livros como 50 Tons.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Eduardo Edu,

Sei que o que disseste não foi para mim, mas fiquei realmente curiosa.... Por favor, amigo, me esclareça

- MENTIRA! Todas as mulheres que eu conhecí e conheço destestam filmes pornôs.

Quer dizer então que as experiências que minhas amiguinhas tiveram com bestas mitológicas, hermafroditas e feitiçaria foram reais?

- Agora a culpa de vocês serem geladeiras e não conhecerem o próprio corpo é nossa? O tempo do ato sexual é igual para ambos, se não sabe o caminho para o próprio prazer, não somos nós que temos que adivinhar.

Então as namorestras que faziam sexo comigo três vezes por dia(isso durante a semana) e até desmaiarmos(durante os findis) eram damas de paus? Achei a vagina delas mais perfeita e funcional que a de uma MtF média, devo procurá-las e perguntar onde elas conseguiram a vagina delas?

Não adianta chorar nem espernear. Mulheres gostam sim de sexo, mas em proporção muito menor em comparação aos homens.

Minha última namorestra costumava fazer sexo comigo enquanto eu dormia. Quer dizer que eu conseguia ter autoridade sobre ela até dormindo e até dormindo eu "obrigava" ela? Se assim for, eu deveria deixar de ser sub e virar domme?

E quando eu digo que mulher gosta menos de sexo que o homem, é justamente porque a mulher não gosta do ato sexual em si, da maneira tão genitalizada que os homens gostam, dando importância a outros fatores

Por favor, me passe referência científica disso, considerando que sempre preferi fazer oralzinho e depois me masturbar sob um contexto masoquista, eu poderia assim provar que transsexualidade é totalmente neurológica.


Grata desde já.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Viu, girls? Não precisam me chamar de mascu, eu sou escrota com todxs, independente de gênero, raça, etnia, orientação sexual, ideologia... Evil is totally egalitarian!

Xan fontana disse...

"Un día estaba haciendo un sexo delicioso, con un 'amiguete', y él disparó: ¡Mi Puta!... y yo (en medio a tanto frenesí y al mismo tiempo molesta por oír eso, de alguien de quién no tenía mucha intimidad) no dudé en gritarle: ¡Mi Perro Callejero!!!!
¿Será que le gustó?"

Xan fontana disse...

'Perro callejero' vulgo Cachorro Vira-lata.... Puta não tem que traduzir, o resta acho que dá pra entender, né?

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Xan Fontana,

Achei fofinho *__*

Me veio a mente uma garota de programa ultrarromântica porém rejeitada e estigmatizada por uma sociedade conservadora que não aceitava ela como ser humano em sua profissão, e por isso, ainda mais por ela ter ideias "diferentes", mas ela tem um cachorrinho vira latas, bem simples e sem nada especial, mas esse cachorrinho é a única pessoa que ama ela incondicionalmente....



Ah, paro por aqui. Tenho que parar com os nootrópicos. o_o

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Pobre Eduardo Edu.... Parecia inteligente, é o único que não vem dando chilique, ataque histérico e xingando os outros. É o único que não dá gritinhos agudos para espantar o interlocutor...



... Pena que suas ideias são como a Terra: Tão Pequenas, tão Frágeis.

Joane Farias Nogueira disse...

""Não adianta chorar nem espernear. Mulheres gostam sim de sexo, mas em proporção muito menor em comparação aos homens.""
Não é questão de espernear, Edu. Mas, eu rebati o argumento mais besta que eu já encontrei na vida. De novo, você vê e julga a sexualidade do ponto de vista masculino. Sexualidade é inerente ao homem e muitos animais também. Longe de mim querer comparar. Mas, o fato é que esse tipo de pensamento não leva a nada, só à ignorância masculina do corpo da mulher. E dizer que mulher não gosta de sexo não é passo para fazê-la gostar. Não

"ato sexual em si, da maneira tão genitalizada que os homens gostam"
Até pelas diferenças físicas. A vagina é "feita" para isso. Não sentimos o mesmo que você sente na penetração, mas temos clitóris e ele está não é para enfeite. Nós temos prazer sexual e mesmo muitas mulheres tem gosto na penetração! OIIIIIII!!!!
E não é o fato da mulher não se excitar como visual que torna o sexo menos interessante e menos válido como se quer fazer parecer. Não sei qual é o gosto em reforçar uma coisa que vocês parecem gostar de saber mais do que a gente mesmo. Isso é categorizar sexo como coisa de homem como vem sendo feito por milênios. Ver o sexo pelo padrão masculino não é errado; julgar e opinar sobre o mundo sexual feminino com base na sexualidade masculina como sendo a única coisa válida, sim! Para que você penetra? PARA GOZAR E RELAXAR! Para que eu me masturbo, para que eu quero preliminar, para que eu quero ser penetrada do jeito certo - sim, tem jeito certo - para que eu quero ser tocada dos pés à cabeça? Para gozar também! Não me parecem ser os caminhos diferentes para o mesmo objetivo? Afinal, não é o que ambos os gêneros querem?Então, por qual motivo desmerecer as mulheres pela forma como elas encaram o sexo? Se acha que somente penetração, coisa genitalizada por si só é o que vale, por qual motivo homens apreciam tanto sexo oral e anal? Sim, porque ambos são "invencionices culturais". Biologicamente, nem um dos dois tem necessidade para acontecer. É claro que homens gozam sem isso, mas não abrem mão? Pq será que você não os está desmerecendo por gostarem de outras coisas, de outras formas de expressão sexual que não a penetração em si? E mais, o que quer provar com isso? Pq acha bonito dizer às mulheres o que elas sentem sem nem ter conversado com uma a respeito disso? Acredito que informação de machos para você são mais confiáveis. Não tem cara de que tem taco para conversar com uma mulher sem duvidar do que ela fala, porque é mais fácil para você acreditar que mulher não gosta de nada. Daí, você não precisa se esforçar tanto. Não é!? Pare de invalidar as formas de expressão sexual das pessoas só pq você não aguenta o fato de nunca ter feito uma mulher gozar!

Joane Farias Nogueira disse...

"" Todas as mulheres que eu conhecí e conheço destestam filmes pornôs.""
Tá andando com as mulheres erradas...kkk!! Não, eu não penso isso de fato. Mas, caso falar não seja suficiente, bom.....
A coisa tá tão boa que um porno para mulheres está sendo produzido. Há até um prêmio feminista para pornos voltados especialmente para mulheres. Ainda é tímido, mas é algo que vai crescer cada vez mais. Mas,pesquise sobre o assunto,ao invés de confiar somente no renomado Instituto de Pesquisa As Vozes Me Disseram -achei esse nome bárbaro...kkkkkkkkkkkkkkkkk!! http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI67756-15220,00-PORNO+FEITO+POR+MULHERES+PARA+MULHERES.html
Ah, sexo genitalizado por genitalizado, clitóris faz parte do genital feminino. Não conheço uma mulher que não goste de ser tocada ali. De novo, "não ponha pica em tudo quanto é buraco" só para provar que sexo só é sexo quando há uma pica no meio. Isso é tão válido quanto penetração. Faz parto do genital, não faz?! Gente como você adora ler e ouvir só o que é conveniente e não gosta de dar o braço a torcer para não se magoar com o fato de descobrir que confiou numa informação mentirosa o tempo todo. Se isso te fizer questionar o lixo masculinista que tu deve andar lendo, ok! Mas, de fato, não é por uma coisa ser mentira, que você precisa sair Matrix inventada só por vocês e para vocês.

Leandro Terra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Leandro,

Nem levo mais essa coisa aqui a sério. Ás vezes as guriazinhas ficam butthurt dizendo que estou "mascu, incoerente e fazendo o que as acuso de fazer"... O que não percebem que eu tou é zoando elas só para ver elas estourarem desesperadamente.
Mas também sacaneio os mascus confusos que vem aqui, ai na média da na mesma.


Sou quase tão terrível quanto minha Namorada. o_o

Florinda disse...

Estes mascus não entendem nada, eu sinto tesão umas duas vezes por mês,e tenho uma foto do Jesse Valadão debaixo do coxão, sou praticamente uma ninfomaniaca.

Joane Farias Nogueira disse...

Raziel, os poucos posts que eu li de você me mostraram uma postura um tanto quanto condescendente com os mascus. Desculpa, mas você ainda tem empatia por aquelas criaturas. Meu namorado quer que eu tenha empatia por tipos como Freud só por ele ser ignorante e não ter tido movimento feminista o expressão feminina de inteligência naquela época que o convencesse de que mulher não é um bicho sem intelectuo. Mas, eu não consigo ter empatia pelo meu algoz. E chamar a Yulia de histérica por ela ter respondido o Edu não foi nada legal. Dizer que ela foi estuprada menos ainda. Isso´e equivalente a fazer piada de estupro. Sinto muito meu caro, mas eu divido o mundo em machistas e feministas; em mascutrolls, felicianos,malafaias e homens e mulheres normais,sim! Preto no branco e não vejo problema nisso. Quando eu achar, eu talvez, troque de ideia. Mexer com alguém de um jeito tão feio só para dar umas risadas é equivalente bullying e mostra uma falta de sensibilidade sem tamanho!

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Joane,

Parabéns, finalmente alguém admite que é burra, pois é isso que é visão binarista: Burrice.
Parabéns novamente pela sinceridade.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Joane,

E chamar a Yulia de histérica por ela ter respondido o Edu não foi nada legal. Dizer que ela foi estuprada menos ainda. Isso´e equivalente a fazer piada de estupro.

Seriosamente? Quando eu perguntei do estupro, foi preocupação legítima. Sério. O comportamento agressivo e impulsivo dela não me parece saudável. Felizmente, depois d'eu fazer isso com ela, ela parou e agora fala direitinho(pelo menos foi assim ontem).

Sinto muito meu caro

Transfóbica.

jacmila disse...

Se essa Raziel não é um mascu disfarçado então é uma trans surtada, misógina, despeitada, invejosa, sádica, entre outros atributos.

Lola: acho q passou da hora de publicar um post falando sobre esse nó feminista, qual seja: abrigar LGBTTTs com sérios problemas psíquicos, ou simplesmente gente mto competitiva e traiçoeira - características bem humanas mesmo.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Jacmila,

Huahuahuahuahuahueheuehuehauhauahauwhauwhauwhuwhauw

Na verdade eu só não curto hipocrisia, parcialidade e estupidez mesmo. Malz ae.

Cora disse...


"O homem é como uma chave, e a mulher, como uma fechadura. Uma chave que pode abrir qualquer fechadura é incrível, mas uma fechadura que pode ser aberta por qualquer chave é inútil"

Essa frase faz sentido apenas se pensarmos q a sexualidade da mulher não lhe pertence, mas pertence ao homem e q, portanto, ela não faz sexo por ter vontade, mas apenas para satisfazer a vontade do homem. Assim, precisa ser convencida pelo homem, daí a ideia do “esforço” masculino e a contraparte da “valorização” feminina.

Historicamente assim foi forjada a sexualidade masculina e feminina em nossa sociedade. Em outras culturas, não é assim.

E o surgimento da prostituição está relacionada com essa ideia torta a respeito da sexualidade. Sem sexismo não há pq haver prostituição, ao menos com o sentido pejorativo q ela sempre teve e tem.

Se a sexualidade feminina passa a ser um tabu, algo q pertence ao homem e q a mulher deve reprimir e regular, pois seu valor será dado segundo a força com q ela reprime e evita o sexo, nada mais natural q um estoque q possa ser acessado sempre q o homem quiser. Daí tb a violência sexual. Ela só existe, só é sistemática, em culturas em q a mulher não é dona da sua sexualidade.

Julia disse...

Estamos todas estourando desesperadamente aqui.


Aquela parte que vc me chamou de burra em capslock então, me fez chorar copiosamente..

Você realmente é terrível, Raziel.

(bocejando)

Cora disse...


O sexo pode ser considerado abundante para a mulher, mas q tipo de sexo seria esse? Para q mulher o sexo é tão abundante assim?

Na lógica da nossa sociedade, homens têm mais acesso ao sexo. Pode não ser sexo com a pessoa mais desejada por ele, mas o homem tem acesso a sexo, podendo inclusive pagar por ele. O homem não precisa se preocupar com nada além de satisfazer seu desejo por sexo. Nada estará em jogo: sua reputação, sua família, sua segurança. Para a mulher, não é assim. Além do desejo sexual feminino ser sempre algo pejorativo (= “fogo no rabo”, algo q deve ser vergonhoso), a mulher não pode contratar gps da mesma forma como homens podem.

E, num outro post, eu fiz uma pergunta q ninguém respondeu: homens seriam gps? e não vale citar os homens q atendem gays. Homens seriam gps para mulheres? Homens atenderiam mulheres com solicitude e boa vontade e satisfaria seus desejos sem ter sua própria satisfação como prioridade do ato sexual?

Cora disse...


"Mas agora aqueles que sofreram Bullying, Humilhações e outras coisas que realmente acontecem."

todos sofremos bullying. Garotas e garotos fora do padrão, frágeis, tímidos, são vítimas contumazes de bullying.

As mulheres se viram como podem. Procuram ajuda para melhorar e fortalecer a si. E fazem isso sem a necessidade de depreciar e menosprezar todo o gênero masculino. Homens criam filosofias em q todas as mulheres do mundo são responsabilizadas por seus infortúnios pessoais. Acho isso extremamente perigoso e triste.

Quando uma mulher faz ginástica, emagrece, passa a usar maquiagem e roupas "da moda", ela também passa a fazer mais sucesso com o sexo oposto. Mas, ao invés de dizer: tá vendo como os homens são isso e aquilo, elas vivem a vida delas e namoram mais. Homens não. Homens tem uma necessidade de xingar e destratar mulheres q eu não consigo, por mais q me esforce, entender.

Homens tb usam mulheres como troféus. Homens só se relacionam com a aparência feminina, mas se acham no direito de destratar mulheres que tem critérios para a escolha do parceiro.

E eu, evidentemente, não falo de todos os homens e todas as mulheres. Afinal existem muitos homens e mulheres q não são assim, q pensam relacionamentos de forma muito diferente. Falo do senso comum, q acredito, seja o q tratamos aqui. Um senso comum q sempre é depreciativo para o feminino. É sempre o comportamento feminino q está em pauta, sendo julgado e condenado como algo que precisa ser modificado. Nunca pensamos e questionamos o comportamento masculino. Quando fazemos isso, ainda somos responsabilizadas pelas atitudes masculinas.

Se temos q colocar todas as peças do jogo na mesa, façamos isso. Responsabilizar mulheres por tudo, o tempo todo, não tem ajudado a resolver o nó da sexualidade na nossa cultura.

Leandro Terra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leandro Terra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dona do Sexo -Bonobo rules,Jaçanã forever disse...

filmes pornos misoginos e hospedados em paginas misoginas,lesbofobicas,meu filho dificilmente hein

Dese criança meninas nao sao bomabrdeadas com homem nu,homem objetificado nas propagandas nao nao

por isso o visual da mulher é restrito e ela tem q fazer esforço mentalmente grande pra se excitar ao ver um bonitao de cueca numa foto.Mas se tem revistas femininas boas boas mesmo q de bonus vem homens nus mesmo q as leitoras nao se excite é otimo.O que é bonito é pra ser admirado.


O visual tambem nao é inerente do homem,vide indigenas.

Cora disse...


“A garota de programa (puta no popular) é um ser humano do sexo feminino igual a qualquer outra mulher, por que então deveria ser tratada de forma diferente?”

Primeiro, é inegável q a prostituição tem um sentido muito ruim, principalmente qdo se trata da prostituição feminina. E mesmo todos os homens q vêm aqui defender a prostituição, teria muitas dificuldades em aceitá-las em sua vida. Ninguém defende prostitutas. Todos acham q a violência q acontece com elas é merecida (é incrível como qq violência contra qq mulher pode ser justificada). Todos acham q elas não merecem respeito algum, tanto q nem sequer são reconhecidas socialmente (nunca foram).

Então, sua frase, aparentemente humaniza as prostitutas, mas em razão do q elas representam hj, sua frase na verdade, desumaniza mulheres em geral. É uma frase propositadamente ambígua, para q o autor possa se defender de críticas futuras.

Eu acho q as prostitutas devem ser tratadas como todos os demais seres humanos: com respeito e educação. Elas prestam um serviço. Não há razão para serem desrespeitadas por conta disso.

Por que fazer sexo por dinheiro é imoral, qdo essa é a profissão dela?

E quem diz q é imoral é a igreja e a sociedade. Não dá pra fingir q não é assim.

Mas, tenho dificuldade em entender essa equivalência entre profissionais do sexo e mulheres q querem fazer sexo. A questão não é de valorizar, mas de não depreciar ou julgar ou condenar. A questão da valorização feminina é algo q existe na cabeça do homem, como demonstra educamb. Obviamente, mulheres incorporaram essa lógica, todos incorporaram essa lógica, pq a cultura forjou essa lógica, mas é uma lógica masculina, não feminina.

Veja o q ele diz: para o homem, não há diferença entre a mulher q quer transar com ele (sentiu tesão por ele e quis satisfazer esse desejo) e a mulher q ele contratou para fazer sexo com ele.

Para a mulher, a diferença é gritante: uma quis fazer sexo com vc. desejou, sentiu tesão, se excitou com a possibilidade de fazer sexo com ele. Como q não tem diferença?

E, finalmente, a responsabilização feminina (novamente). Ser equiparada a uma prostituta (q faz sexo como negócio) é ofensivo pq as mulheres tem preconceito. Veja bem, as mulheres tem preconceito. Não os homens. Não a sociedade. Não a cultura. Não os homens q acham q tds as mulheres são prostitutas, sendo q as prostitutas sequer existem socialmente como cidadãs.

E olha como ele finaliza o comentário: não são as prostitutas q serão cada vez mais respeitadas e tratadas com dignidade à medida q as mulheres em geral forem tratadas com dignidade e respeito. À medida em q a mulher tiver sua sexualidade reconhecida e respeitada. Não. A mulher q quer satisfazer seu desejo sexual livremente só será respeitada à medida q as prostituas forem respeitadas.

Do ponto de vista feminino acho isso uma inversão total de valores. E a demonstração de q homens não reconhecem a sexualidade feminina como pertencente à mulher. A mulher é sempre vista como a q serve. Sempre sem autonomia, sem respeito, sem dignidade.

Do ponto de vista feminino dá sempre uma espécie de tristeza perceber q gente jovem pensa assim. Não foi meu avô q disse isso, mas um homem jovem.

jacmila disse...

"Do ponto de vista feminino dá sempre uma espécie de tristeza perceber q gente jovem pensa assim. Não foi meu avô q disse isso, mas um homem jovem."

Estou triste e enojada porque parece q é pior hj em dia mas deve ter a ver com a internet onde tem a escória humana sob o manto protetor do anonimato.

Cora disse...


É essa a questão, Leandro.

Pontualmente sei q existe. Da mesma forma q existe uma indústria pornográfica voltada pra mulher. Como sempre difícil de ser encontrada (internet facilita td, claro, mas a oferta é ainda pequena). Agora, a demanda tem td a ver com a relação da sociedade com a sexualidade feminina, de q tratamos aqui. Como uma mulher admite a vontade de contratar gps? A questão cultural, de julgamento moral, é fortíssima pra mulher e muitas vezes acaba ficando bem mais fácil simplesmente resolver td sozinha mesmo.

E eu não falo de inversão de papéis. Não creio q o caminho seja esse. Acredito q o caminho seja o reconhecimento de q a sexualidade da mulher é dela e deve servir a ela também. O exercício da sexualidade é sempre uma troca, claro, transamos como o outro, mas cada um possui seu desejo, seu corpo, suas vontades. Não dá pra negar isso à mulher e passar a vida julgando, condenando e se servindo do corpo da mulher como se este pertencesse ao homem.

No que uma inversão de papéis ajudaria?

Creio q possamos ser simplesmente afetivos, inclusive no sexo casual.

Fábio disse...

A questão cultural, de julgamento moral, é fortíssima pra mulher e muitas vezes acaba ficando bem mais fácil simplesmente resolver td sozinha mesmo.
-
Nada a ver Cora, niguém contrta um profissional para sexo, e sai divulgando na empresa aonde trabalha, nem na faculdade não, e uma questão de forum intimo.
Muçlheres não contratam garotos de programa, porque não querem mesmo, porque se sentem inferiorizadas se tiverem que fazer algum tipo de esforço financeiro ou de corte por um homem.
A mulher na sociedade, foi acostumada a se achar a ultima coca cola do deserto sexual.
E eu estou generalizando.

jacmila disse...

"A mulher na sociedade, foi acostumada a se achar a ultima coca cola do deserto sexual"

boçal

Joane Farias Nogueira disse...

Raziel, você fala da postura da Yulia, mas é pior que ela.Ela ainda tem razão no reclamou. Eu consigo entendê-la quando está com raiva, pois o que passamos e ouvimos na mão dos machistas e de seus simpatizantes é equivalente a uma violência sexual. E não minta, você disse que zoou com ela para deixá-la aporrinhada. Pois, debaixo do seu manto travesti vitimizada pelas feministas vem aqui cuspir o quanto você é benévolo, mesmo que seja com criaturas que não deixariam dar um piscadinha com o cu para enfiar uma faca em você : os mascus! E você sabe disso! Eu em nenhum momento fui agressiva com você, mas mesmo assim, você quer chamar de burra quem simplesmente vê as coisas de um jeito diferente de você. Divido o mundo e é preciso dividir. Eu preciso disso. Não sei quem são os inimigos, ainda estou tentando ver quem são os amigos. Eu me sinto numa guerra,pois fui posta em uma! Toda vez que saio na rua, corro o risco de ser assaltada com mais facilidade por ser mulher - de fato, já fui 2 vezes -; de ser assassinada, de ser incomodada por um machista;corro o risco de ser sequestrada; corro o risco de ser assassinada; e o pior de todos para mim, sim, o pior : SER ESTUPRADA! NÃO DIVIDO O MUNDO POR BURRICE, AMIGO! Mas, só por ser necessário e quase automático. Achar que você é melhor que qualquer uma das meninas ou como se sofresse as mesmas coisas que nós, mas verdade seja dita, você não sofre e não sente. Você repete o tempo todo com essa história de transfobia - não vai fazer você ser aceito no grupo. Parece mais uma pessoa tentando forçar uma entrada, ao invés de tentar ter relações e interações agradáveis com as pessoas e ser quisto,respeitado por elas.Você quer ser visto como mulher, mas nem sequer parou para entender como nos sentimos quando um imbecil feito o Edu vem aqui tentar ditar para nós como nos sentimos, pois cometeu o mesmo erro que você : não saber e não se interessar pelo que sentimos. Você foi tãoooooo compreensivo com o garoto que disse que te xingou e você disse :"se quiser me xingar,xingue...", mas não consegue ou não quer entender a raiva de uma mulher que sofre aquilo que você não sofre e nunca sofrerá. Quem está sendo hipócrita agora?
Eu te respondi, mais acima, uma questão. Vou postar de novo, pq parece que você quer as feministas continuem sendo babá de homem e tomem as causas deles quando já temos tantos desprivilégios para combater :
O feminismo , minha opinião, tem como protagonista a mulher, que foi quem mais sofreu a repressão pelo machismo vindo de homens e mulheres. Se o machismo pune as mulheres e de quebra arranha os homens, quando ele cair por terra, essa ferida masculina também vai fechar. Quando o homem para de ter sua masculinidade negativamente construída, vai parar de resolver seus problema nas base da porrada. Se tornará menos agressivo com as mulheres, com as pessoas em geral . Procurar menos briga e com isso se envolver menos em brigas de rua. Isso é algo bom. Não acha? Quando mulher deixar de ser vista como objeto comprável, como algo a ser "provido", ele não vai ter todo um peso para carregar. Não acha isso vantagem? Ele também passará a ser menos machista, e se conscientizará de que precisa cuidar da sua saúde. Quantos casos de câncer de próstata serão tratados precocemente? Enfim, temos recursos limitados e e não dá para tentar usá-los para combater os poucos desprivilégios que os homens tem em detrimento dos vários desprivilégios que nós , mulheres, temos, por melhor intenção que haja.

De boa, relaxa pq você se estressa por nada. A Yulia ainda tem um motivo. Você se estressou pq ela se estressou com motivo. Não entendo!

Cora disse...


Sim, Leandro, tds as relações humanas têm um nó.

Mas o nó q a gente tá discutindo é o da sexualidade, não?, pelo menos aqui. Um nó q transformou a sexualidade de metade da humanidade em algo q não pode ser admitido ou exercido.

A sexualidade masculina é sempre positiva. A sexualidade feminina é sempre negativa. É “fogo no rabo”, é aquilo q justifica violências.

Em outros fóruns, a gente discute o nó governante-governado, pai-filho...

Eu admito q há uma tendência ao ódio em alguns discursos, mas se vc observar bem, mulheres lançam mão do discurso agressivo como defesa, como resposta. Historicamente o discurso misógino sempre foi aceito e repetido. São milênios de depreciação e ideias pejorativas sobre mulheres. O q circula socialmente são discursos absolutamente agressivos às mulheres, ainda hj.

Cora disse...


Fabio,

não fale comigo. vc não quer dialogar com quem quer q seja. se vc está cheio de certezas, ótimo. eu não tenho essas certezas tds.

estou aqui falando com q tá afim de debater alguma coisa, e vc não é uma dessas pessoas.

pule meus comentários.

Joane Farias Nogueira disse...

Mais um homem que acha que entende de mulher só pque viu buceta num filme pornô!
Mulheres não contratam garotos de programas por ser algo frio; por ter medo do julgamento; por não ter dinheiro; por achar que o dinheiro delas pode ser melhor empregado do que em isso - nada demais. sexo pago não é interessante. pode ser humilhante - por ter medo de ser estuprada - sim, isso pode acontecer- por não ter lugar para frequentar e ter medo de entrar num motel e ser vista. Tem tantos motivos, mas acredito que esse que você apontou não existe,FÁBIO!
Você não está generalizando, Fábio! Está é errando mesmo! Mas, parece que o tal Instituto As Vozes Me Disseram - não me cannnnnnnsooo desse nome - sempre acerta nas pesquisas. Mulher é insegura na maioria as vezes, em relação à sexualidade mais ainda. Mas, isso deve ser mentira de mulher na sua cabeça. Se for o caso, faça o seguinte : "rala peito, meu irmão"! Sério! Pois ficar aqui esperando que alguma mulher vá admitir tamanho disparate só para alisar seu ego de macho banana é pedir demais! Não vai rolar!

Leandro Terra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cora disse...


galera,

fabio vem fazer proselitismo aqui.

não vale a pena comentar qq coisa q ele escreve. nem os absurdos masculinistas.

semana passada gastei um tempo com ele e confirmei. ele vem aqui com um discurso cheio de "gracinhas" masculinistas pra posar de "masculinista bom-moço equivocado", mas é extremamente pérfido.

ele usa o espaço da Lola pra divulgar sua sujeira.

a melhor coisa q se faz por aqui é deixá-lo falando sozinho, por mais repulsivo q ele seja.

ele não passa de alguém com a síndrome "olhem pra mim".

Fábio disse...

Mas ocorre que eu me apaixonei por vc Cora, e o que eu faço agora ?

rsrsrsrs

educamb disse...

Yulia2, o seu discurso mudou bastante, acho que vc percebeu o quão machista ele era e o reformulou, parabéns.
O machismo no seu discurso estava justamente em vc reforçar o papel de "macho" na sociedade, aquele que merece a atenção da fêmea e que tem a obrigação de fazer o "serviço direitinho" pra mulher querer fazer sexo com ele novammente.

Percebe que vc condiciona a expressão da sexualidade do homem ao julgamento da mulher ele tem que fazer "tudo direitinho" do jeito que a mulher quer, não podendo se expressar livremente. Por exemplo, se uma mulher se nega a fazer sexo oral em um homem durante uma relação sexual, isso é apenas a expressão natural da sexualidade dela, mas se um homem se nega a fazer sexo oral numa mulher, ele é um machista que não se importa com o prazer feminino. A Lola em seu post referiu-se a homens que as vezes brocham, são inseguros e as vezes preferem se masturbar a se relacionar com
uma mulher de carne osso. Não passa pela sua cabeça que essa idéia de ter que fazer "tudo direitinho", para manter sua
"clientela de fêmeas" baseada na sua reputação de macho pegador é uma expressão de machismo que gera uma grande pressão sobre os homens, as vezes a gente tem medo de não conseguir fazer tudo direitinho conforme as expectativas da mulher, então é melhor apenas se masturbar do que manchar nossa "reputação sexual". Vc tentou me desqualificar justamente me atacando nesse ponto.

Julia disse...
educamb, se vc não consegue enxergar o machismo do seu discurso vc está cego. Nada posso fazer se vc está rodeado de
machistas e é machista há mais de 30 anos. Só lamento.

Eu não consigo e pelo jeito vc também não, pois não apontou nada de concreto até agora.

Joane Farias Nogueira, sua fala é muito sensata, o problema que eu vejo é que a maioria dos homens não se sentem representados pelo feminismo, a maioria na verdade não dá a menor bola pra isso e alguns se sentem ameaçados.
Considero isso um problema para um movimento que pretente ser libertador para ambos os sexos. Um problema que merece
uma reflexão mais apurada do que simplesmente dizer que estes homens são machista e expulsá-los da discussão.
A questão da possível redução da agressividade masculina em uma sociedade de mulheres mais liberadas sexualmente, pra
mim é bem controversa, é apenas uma especulação teórica com fundamentos frágeis, devemos nos lembrar,que pelo menos no
discurso as estruturas da sociedade patriarcal foram criadas justamente para reduzir a disputa dos homens pelas mulheres e reduzir a violência entre eles, claro que as custas de grande opressão e sofrimento sobre o sexo feminino.

Leandro Terra, vc misturou os Edus, é tem dois Edus ai. Eu nunca disse que mulher não gosta de sexo ou que tem líbido menor e nem acredito nisso. Acredito que haja grandes diferenças entre os sexos, algumas naturais e outras construídas socialmente.

A expressão "puta" juntamente com muitas outras é sim pejorativa e depreciativa, mas vc repetiu exatamente o que eu disse: elas se equivalem (mulheres para sexo casual e profissionais do sexo) por estarem no mesmo campo de opções sexuais de um homem, e essa equiparação é íntima e pessoal do homem. Mas o homem que pensa assim é machista e ponto.

Meu discurso é "aparentemente educado" justamente para evitar barracos que eu não acho nada produtivo, mas é provocativo, pois quero justamente chamar as pessoas para um debate franco e aberto.

Vou responder também os comentários da Cora em outro comentário (esse tá longo demais).

Cora disse...

Leandro,

sou extremamente pessimista em relação à humanidade. costumo dizer q a humanidade é uma experiência q não deu certo. mas, como td ser humano, sou tb contraditória. assim, ao mesmo tempo em q sei q desatar qq nó é extremamente difícil, nunca podemos deixar de tentar fazê-lo. é possível mudar sim. e nesse sentido, temos tb a história pra mostrar. as coisas mudam. e podem mudar muito. nem sempre pra melhor, claro, mas podem mudar muito.

essa questão da sexualidade é uma das que mais poderá se alterar. e muito disso tem a ver com a independência econômica da mulher e com o desejo do homem ter um papel mais ativo na paternidade. a forma como a sociedade vai encarar a renovação da população, o ter filhos, vai ser fundamental.

é claro q muita gente considera reconhecer a autonomia feminina como algo perigoso (não consigo entender pq), mas não dá pra voltar atrás.

nessa minha contradição, qdo vejo o meu mundo próximo, acho q é só questão de tempo e me encho de esperança. mas, qdo saio do meu mundinho perfeito, sinto q estamos longe ainda de qq reconhecimento de autonomia do feminino e desgosto mais um pouco da humanidade.

na dúvida, faço o q posso para q mudanças ocorram, mesmo q minha atuação política seja muito local.

mas mesmo me esforçando muito, acho q nunca entenderei a mente masculina. nunca entenderei pq alguns homens precisam depreciar tanto o feminino.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Joane,

TL;DR

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

De fato, a Cora é uma das pessoas mais inteligentes, pacientes e humanas que frequentam esse espaço. Qualquer coisa, ela tem meu machado.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Joane,

Eu dei uma lida por cima e só tenho uma coisa a dizer: Transfóbica!

Fábio disse...

mas mesmo me esforçando muito, acho q nunca entenderei a mente masculina. nunca entenderei pq alguns homens precisam depreciar tanto o feminino.
-----------------------------------------
O que vc não entende minha doce Cora Coralina, e o poder que a mulher tem sobre a mente masculina, o fascinio que a figura feminina tem sobre os homens, fascinio este que não e reciploco, portanto causa angustia em muitos homens, nos masculinistas viemos para isto, para a reeducação emocional masculina, o desapego amoroso, e o foco do homem em si mesmo.

Leandro Terra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joane Farias Nogueira disse...

"maioria dos homens não se sentem representados pelo feminismo,"
E nem acho que vai acontecer isso. Não é nem pela terminologia somente. Eu poderia dizer que o machismo está atacando e impedindo o lado feminino do homem -todos temos o lado oposto em nós, até hormonalmente - e incluir os homens na roda. Mas, acho forçação de barra demais!
Correndo o risco de parecer sexista, mas ok!
Acho necessário discutir o papel do homem,mas não só na sociedade. Mas, também dentro do feminismo. E nisso, consigo entender o que você fala. O que acontece com a ala masculina é algo que nos atinge. Apesar de algumas vezes querermos a cabeça de um na bandeja -tentem entender, sem ataques pessoais-, somos afetadas indiretamente por seus problemas.
Isso influi na nossa qualidade de vida, ver nossos homens sofrendo de uma doença que tem tratamento por pura ignorância; vê-los caindo nas drogas; no alcoolismo; em gangues e brigas de rua não é confortável para nenhuma mulher - pais,irmãos,filhos,marido,amigos,avôs e demais homens que amamos, nós os queremos bem!

Mas esses assuntos não são questões vitais da nossa individualide. Cuidamos do individual e partimos para o coletivo. Fazer o contrário é por o burro na frente das carroças. É o que eu acho! Mas, se pensa o contrário e so fizer sentido, talvez, eu posso mudar de idéia.

O movimento pode ser libertador para ambos, mas não podemos esquecer do protagonista. Se misturar tudo, vira humanismo (palavras do meu namorado numa conversa de hoje de madrugada). Eu creio, mas onde eu fui limitada, amplie minha visão, por favor. Acredito que está certo ao dizer que devemos trazer o homem para a conversa. CONCORDO ABSOLUTAMENTE E FICO FELIZ EM SABER QUE HÁ UM HOMEM QUE QUER CONVERSAR! Sob o risco de deixarmos que os homens fiquem inativos,passivos e isso eles já são em relação às mulheres. Acredite nisso! Vocês tomam a iniciativa na paquera, mas não vejo homem se preocupando com a saúde e com os problemas de sua mulher como eu vejo a mulher fazendo isso. Não estou levantando uma guerra do tipo : "homem erra sempre." Apenas apontando um fato. Há muito para mudar.

Eu li um livro que dizia que segundo uma pesquisa, para o homem, o bom é estar casado. Para a mulher, é ter amigas. Eu acho isso incompatível com os meu ideias de relação. Meu namorado é meu melhor amigo, minha irmã é minha melhor amiga. Como mulher ela me entende e muito bem; como homem, meu namorado é a melhor fonte de informação a respeito de coisas que só um homem pod saber. E tem sido valioso para mim! Assustador saber como homem pensa, às vezes. Ele diz que homem entra em numa boate e vê : bu(&ta,bu(&ta,bu(&ta,bu(&ta!
Ele acha que feminismo é desnecessário por sermos todos humanos e que as diferenças deveriam acabar, etc,etc,etc! Mas, para uma pessoa que achava que feminismo é o contrário de machismo, isso é uma grande evolução. Acredite! Até ele ler um artigo que eu enviei do Papo de Homem sobre feminismo e dizer : "sou feminista e não sabia"
Mas, ainda assim, ele consegue entender que o feminismo para mim é importante e o motivo de ser.

"estruturas da sociedade patriarcal foram criadas justamente para reduzir a disputa dos homens pelas mulheres"
"e reduzir a violência entre eles"

O tiro saiu pela culatra,então...kkkk Nos dois casos. Se isso foi necessário, acredito que hoje não se justifica. Não se justifica ficar na caverna enquanto o homem via caçar. Quanto mais se domada para não caiar nas mãos de outro homem.

Joane Farias Nogueira disse...

RAZIEL , só tenho uma frase para dizer : além de preguiçosa por não querer ler, é paranoica e infantil!!
Tome mais coragem, venha até aqui e diga onde eu fui transfóbica? Típico de gente que não tem o que falar. Você vai ter coragem em vir aqui e falar o que pensa ou vai arregar?

Amarelona!!

Julia disse...

educamp, várias pessoas já rebateram seu discursinho machista aqui e vc continua se fazendo de desentendido.

Quer que eu explique tudo de novo? Não vai rolar.

Até o negócio da chave e fechadura vc postou aqui, cara...

Aí a yulia vai e te responde na mesma moeda, dá uma trolladinha básica (nada que vc não merecesse) e você se ofende? Me poupe.


Infelizmente o meu "parabéns" eu vou ficar te devendo...

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Joane,

Tu por diversas vezes te dirigiste a mim utilizando-se de artigos e flexões de gênero masculinas, permita-me apresentar dois trechos da parede de texto que me mandaste

" Pois, debaixo do seu manto travesti vitimizada pelas feministas vem aqui cuspir o quanto você é benévolo"

"Você foi tãoooooo compreensivo com o garoto que disse que te xingou"



Se se dirigir a uma mulher transsexual com adjetivos masculinos não for transfobia para ti...

Joane Farias Nogueira disse...

EDUARDO : Sexo faz sentido para nós. Mas, temos nossa própria estratégia sexual.

Você não nega, mas dúvida e tem relutância para aceitar que essa história de mulher gostar de sexo é algo natural e não inventado!

A testosterona não é hormônio exclusivamente masculino! Não é o que nos define, mas também o temos. E não é o único hormônio responsável pelo desejo sexual.


""Além do sistema de endorfinas, os hormônios também estão envolvidos na questão do desejo sexual. Nas mulheres a atração sexual e a receptividade dependem dos estrógenos mas, é a testosterona que estimula desejo sexual, tanto nos homens como nas mulheres. Este hormônio tem um papel fundamental no funcionamento dos centros sexuais. Há também uma substância liberada pelo hipotálamo, denominada "fator de liberação de LH ", (LH = hormônio luteinizante) que estimula o desejo sexual nas mulheres, mesmo na ausência de testosterona.""

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Completando o que a Joane disse acima:

A Progesterona(outro hormônio feminino) também é responsável por modular a libido das mulheres. E esse é produzido pelos ovários em uma quantidade similar à testosterona.

Joane Farias Nogueira disse...

Raziel, não faz sentido, pois eu sou nova nesse universo. Até 4 meses atrás eu achava que a Lola era uma feminista radical. Hoje, eu tenho o maior carinho por ela por me reintroduzir no universo feminista. Só descobri o que é CIS mês passado e acho que nem sei tudo ainda. Estou assimilando muitas coisas e essa é mais uma.
Li esse comentário sobre você se incomodar de ser chamado de homem e talz. Eu me corrigi no último post, caso não perceba. Não é nem por maldade quando digo você não sabe como é se sentir como uma mulher sofrendo machismo. Mas, concordo quem você tem que ser chamada como for aprazível para você. E por isso, somente por isso, sou humilde o suficiente para pedir desculpas. Mas,não retiro nenhuma de minhas outras palavras.

Dona do Sexo -Bonobo rules,Jaçanã forever disse...

e se tivessemos muita testosterona como os homens estariamos com aparencia de homens

Dona do Sexo -Bonobo rules,Jaçanã forever disse...

homens sao mais altos e mais massa muscular mulheres sao mais baixas e orgaos menores e por ai vai.Tudo na quantidade certa.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Joane,

Certo, como tu estás sendo racional, permita-me pedir desculpas e te dar as seguintes explicações:

A razão d'eu apoiar homens e o sofrimento emocional masculino não é masculinismo, e sim pragmatismo feminista e algum humanismo. Como assim?

Pragmatismo: Veja bem, temos uma geração de homens que nos odeiam, em geral por frustrações afetivas. O que ocorre geralmente é que as mudanças sobretudo tecnológicas da sociedade fizeram a quantidade de "nerds" aumentar, mais jovens crescem com videogames, e tem suas juventudes frustradas devido à própria cultura machista que obriga o homem a ter iniciativa e tudo.
O que ocorre é que esses neomisóginos não são "gatos pingados", são um número bastante crescente. E eles odeiam as mulheres não por "entitlement", mas porque o próprio machismo DAS MULHERES os prejudicou. E em geral são garotos bem românticos e que tem muito medo de errar com as moças, dão a vida por elas e são apenas explorados não consensualmente.
E a tendência é: Conforme a sociedade se torna mais e mais "virtual", surgirão mais nerds com deficits sociais, que serão prejudicados pelo machismo feminino e por fim aumentará a fila de neomisóginos.
Resolver a questão do Sofrimento Emocional Feminino, sobretudo segundo os parâmetros feministas, é algo com um objetivo bastante lógico: Reduzir a quantidade de neo-misóginos nerd-like, que são antagonistas do feminismo. Reduzindo as fileiras de antagonistas, e até criando em cima disso apoiadores, é um movimento muito lógico. Por isso eu os extendo a mão, não é porque eu amo eles, e sim porque se quisermos acabar com o machismo, temos que acabar com as CAUSAS do machismo e da misoginia. E uma das novas causas é justamente o conflito entre uma nova geração de homens "domesticados" e mulheres que inconscientemente ainda desejam homens "macho alfa".
Em outras palavras: Acolhendo homens afligidos pelo Sofrimento Emocional Masculino, estamos eliminando inimigos de forma mais eficiente que xingá-los e humilhá-los, bem como cultivando aliados e podando a misoginia, afinal, não há NENHUMA lógica em querer acabar com a misoginia fazendo-os nos odiarem cada dia mais.


A Razão Humanista é que esse é um problema social muito triste, e muitos jovens promissores se perdem em depressão, apatia, ódio e tudo o mais por isso.

Sobre a Yulia2... Olha, eu estou por aqui desde 2011, e ela SEMPRE teve uma postura de xingar, humilhar, ter ataques histéricos, atacar o argumentador ou dizer que o argumento é ridículo no lugar de destrinchá-los, e tem como maior alívio quando uma guria se junta a ela para a mesma birra de criança mimada.
Eu perguntei se ela foi estuprada por uma razão bem simples: Eu queria fazê-la ver como é quando alguém é tão boçal quanto ela contra ela, afinal, no dos outros é sempre refresco, né. Mas, primeiro, eu tive de perguntar a questão do estupro pois muitas feministas que eu conheci possuem transtornos mentais como Personalidade Borderline e Amarguramento Pós Traumático(esse último é uma desordem descoberta recentemente, ainda não catalogada, porém reconhecida), e em geral esses dois transtornos são causados por terem sido estupradas e abusadas por sua condição feminina. Fazer o que eu fiz, com uma borderline ou amargurada pos traumática seria uma covardia, mas fazer com uma pessoa saudável foi efetivo: As respostas dela depois daquilo se tornaram mais racionais. Simplesmente ela viu o quão a postura dela de vencer pelo cansaço era irritante.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Dona do Sexo,

Mulheres(em especial as cis) são mais baixas porque o Estrogênio é o hormônio responsável pela calcificação óssea que encerra o crescimento. Como homens tem menos estrogênio, a calcificação demora mais, resultando em menor altura.
Existe inclusive uma condição chamada "Síndrome de Insensibilidade Estrogênica", a qual homens afligidos são extremamente altos e com características físicas alongadas(eunucoidismo).

Cora disse...

leandro,

tenho lido, acredite. claro q estou anos-luz de ser especialista em qq coisa na área de humanas. tenho interesse e curiosidade. só. me falta formação específica e orientação. caminho sozinha, aos tropeções. mas acho q minha questão é da própria constituição do masculino na nossa sociedade. nem sei se isso seria passível de compreensão da forma como eu gostaria de entender. eu entendo as explicações sociológicas, psicológicas, antropológicas, históricas, mas ao mesmo tempo... não compreendo!! claro q essa é uma questão minha, muito pessoal, nem sei pq fico falando disso aqui. é um tanto esquizofrênico, não? acho q pra entender isso, só nascendo de novo.

.
.

galera,

organismos diferentes não respondem da mesma forma aos mesmos hormônios. a sexualidade feminina é regulada de forma diferente da sexualidade masculina. engraçado é q homens acham mulheres diferentes em absolutamente tudo deles, mas acham q a sexualidade feminina é regulada da mesma maneira. não cansa procurar formas de depreciar o feminino sem tréguas? quem sabe um pouco de compreensão? quem sabe perceber q nem toda cultura trata o feminino dessa forma? quer dizer, vivemos muito de construção cultural e social nos comportamentos. reconhecer isso não fará os problemas desaparecerem, mas pode ajudar a resolver alguns mitos q culminam em violência e frustração.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Joane,

Onde eu disse "Sofrimento Emocional Feminino" troque por "Sofrimento Emocional Masculino".


Dá um tempo, está 28°C aqui.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Cora,

Realmente gostaria que respondesses ao que o Fábio disse>

O que vc não entende minha doce Cora Coralina, e o poder que a mulher tem sobre a mente masculina, o fascinio que a figura feminina tem sobre os homens, fascinio este que não e reciploco, portanto causa angustia em muitos homens, nos masculinistas viemos para isto, para a reeducação emocional masculina, o desapego amoroso, e o foco do homem em si mesmo.



E também estou esperando o Eduardo Edu responder às minhas perguntas.

Joane Farias Nogueira disse...

Ok! Contínuo sem saber como você consegue. Pois, o pouco tempo que fiquei perto desses caras, foi stress puro. Eu até entendo sua linha de ataque. Cada um age a sua maneira. Não invalido o que você faz de jeito algum. Mas, fico irritada com eles,pois, eles parecem que só procuram mulher errada. Raziel, eu não sou o padrão da mídia, no momento to tentando perder peso. Sempre fui gordinha e altamente discriminada e quem mais mexia comigo na escola eram os meninos. Fora aqueles que eu gostava. Sendo que um deles até chegou a sentir uma "admiração por mim", mas era só. Ele me seduzia quando ninguém olhava, mas tinha uma namorada e jamais a deixaria, muito menos para ficar com a gorda. Eu era a chacota do colégio e não sou um caso raro. Eu não me vestia direito, parecia um menino e ainda era gorda. Conclusão : sentia ódio de mim mesma. Me achava um lixo, mas não culpava ninguém além de mim. Fikei com raiva e talz, mas não criei misandria por causa disso. Vi homens querendo se aproveitar de mim também, muitas meninas passam por isso. Vi minhas amigas sendo dominadas pelos homens e chorar por eles é esperado. Esses meninos foram educados para achar que nunca se decepcionarão e tem um choque com a realidade da vida. Ensinam para eles que a mulher tem que ser x, quando ele vê o contrário se sente traído. Mas, a culpa não é nossa. O machismo faz com que eles entrem em conflito consigo mesmos. Homem não deve sofrer, não deve chorar, não pode ser chutado,não pode amar, não pode isso ou aquilo. E acaba acontecendo o contrário. Ok! Mas, é difícil sentir por eles o que você sente. Talvez sinta por identificação, por ter passado algo parecido. Ok! Respeito! Não sei onde e como você se encaixou naquela loucura toda. Ainda não li, mas vou ler o seu guest post. Acho que pelo que você pode ver, eu não me recuso a conversar. Mesmo que fosse um misógino. Mas, eu não consigo é tolerar a incisivas agressivas de um machista,porque estou cansada demais para isso. Sim! Essa semana eu entrei em curto com toda a informação na minha cabeça. Lutando para não voltar ao velhos sentimentos de criança, tipo achar que todo homem é igual e que violência,estupro e agressão são inerentes ao homem. Ao invés de serem o que são: a expressão da agressividade humana! Tomando cuidado para não confundir, como diz a Lola, o ser humano com ser homem (no pior sentido que isso pode ter). Mas, ainda é muito para minha cabeça. Quem sabe a maturidade não me faça enxergar sua atitude com outros olhos. Mas, no momento,estou magoada demais com certos comportamentos "masculinos" para sentir empatia por esses rapazes.
Quanto à Yulia, não me meto mais!
Abraços!

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Ok! Contínuo sem saber como você consegue. Pois, o pouco tempo que fiquei perto desses caras, foi stress puro. Eu até entendo sua linha de ataque.

Eu sou paciente e sempre levo um pouco na sacanagem. Ás vezes aqui já pensaram que eu "não estava bem", mas eu estava morrendo de rir. De fato, seja homem ou mulher, se vem de mimimi para cima de mim, eu faço que nem se faz com crianças: Não se discute, se brinca.

Mas, fico irritada com eles,pois, eles parecem que só procuram mulher errada.

Ou vai ver procuram as disponíveis. Já ouvi relatos de muito comendo o pão que o diabo amassou(isso quando tem) nas mãos de gordinhas.

Raziel, eu não sou o padrão da mídia, no momento to tentando perder peso. Sempre fui gordinha e altamente discriminada e quem mais mexia comigo na escola eram os meninos. Fora aqueles que eu gostava. Sendo que um deles até chegou a sentir uma "admiração por mim", mas era só. Ele me seduzia quando ninguém olhava, mas tinha uma namorada e jamais a deixaria, muito menos para ficar com a gorda. Eu era a chacota do colégio e não sou um caso raro. Eu não me vestia direito, parecia um menino e ainda era gorda. Conclusão : sentia ódio de mim mesma.

Essa imagem explica quase tudo com mil palavras:
http://cdn.memegenerator.net/instances/400x/30657621.jpg

De resto, se não for por saúde(IMC acima de trinta) é besteira emagrecer, percebo que muitas gordinhas são lindas, basta se tratar, né, cuidar da pele, cabelo e tudo.

De resto a imagem diz tudo.

Vi homens querendo se aproveitar de mim também, muitas meninas passam por isso. Vi minhas amigas sendo dominadas pelos homens e chorar por eles é esperado.

E vi meninos gentis que realmente amavam essas meninas serem sempre rejeitados sistematicamente por TODAS, muitos ainda BV aos 25 anos e totalmente apáticos com a vida.

Ensinam para eles que a mulher tem que ser x, quando ele vê o contrário se sente traído. Mas, a culpa não é nossa. O machismo faz com que eles entrem em conflito consigo mesmos. Homem não deve sofrer, não deve chorar, não pode ser chutado,não pode amar, não pode isso ou aquilo. E acaba acontecendo o contrário. Ok! Mas, é difícil sentir por eles o que você sente. Talvez sinta por identificação, por ter passado algo parecido.

O que ocorre é que esses homens "áusteros e cruéis" são sempre os preferidos, os gentis e sensíveis são rejeitados, e já vi gurias dizendo coisas como "ah, mas homem não pode ser assim(sensível/gentil), fica parecendo uma menina".

E sim, eu me identifico e empatizo porque também comi o pão que o Diabo amassou. Já tive umas duas amiguinhasrsrsrsrs que quiseram me convencer a deixar eles de lado porque como eu mudei de gênero eu teria de mudar minhas ideias e minha forma de pensar. Mandei elas irem a merda, tudo bem que elas eram dodóis, mas esse papo de "agora que você é uma de nós, tem que cuspir no prato que comeu, trair seu passado e vilipendiar o seu eu que chorava todas as noites" já é demais, se isso é doença, melhor matar; pode ser contagioso.

Dona do Sexo -Bonobo rules,Jaçanã forever disse...

o Leandro é um ex-masculinista?

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...


Não sei onde e como você se encaixou naquela loucura toda

Masculinismo? Bem, eu sou da "velha guarda", de um tempo em que o objetivo era tratar os problemas de gênero e opressão patriarcal pela perspectiva masculina, sendo que já tinha dado o fora a um tempo por odiar a covardia deles de anonimato e brincarem de soldadinhos. Mas eu cheguei a frequentar os foros mais recentes com várias contas.
No meu tempo, tratavam-se de homens que buscavam a "independência emocional" e o "desenvolvimento pessoal" para escapar da depressão.
Parece que alguns deles conseguiram, porém infelizmente da pior maneira.

Mas, eu não consigo é tolerar a incisivas agressivas de um machista,porque estou cansada demais para isso. Sim!

Tu não vais mudar o mundo, pense no ativismo como um trabalho voluntário de fim de semana, semana sim semana não.

Essa semana eu entrei em curto com toda a informação na minha cabeça. Lutando para não voltar ao velhos sentimentos de criança, tipo achar que todo homem é igual e que violência,estupro e agressão são inerentes ao homem. Ao invés de serem o que são: a expressão da agressividade humana!

Se tu te deixares dominar por esses sentimentos, serás exatamente a mesma coisa que os mascus. Um mascu sancto com pepeca.

Tomando cuidado para não confundir, como diz a Lola, o ser humano com ser homem (no pior sentido que isso pode ter). Mas, ainda é muito para minha cabeça. Quem sabe a maturidade não me faça enxergar sua atitude com outros olhos. Mas, no momento,estou magoada demais com certos comportamentos "masculinos" para sentir empatia por esses rapazes.

Não te importes, tu não tens um namorado legal que te ama? Tente ver que todo homem é potencialmente que nem ele.
Eu até contaria uma história bonita aqui, porém não é muito apropriado por não envolver a mim.



Até, qualquer coisa, estou á disposição!

Fábio disse...

Masculinismo? Bem, eu sou da "velha guarda", de um tempo em que o objetivo era tratar os problemas de gênero e opressão patriarcal pela perspectiva masculina, sendo que já tinha dado o fora a um tempo por odiar a covardia deles de anonimato e brincarem de soldadinhos. Mas eu cheguei a frequentar os foros mais recentes com várias contas.
---------------------------------------
Nos nos tornamos aquilo que era preciso para sobrevivermos Mefhisto, nos fortalecemos na realidade, para suporta-la, as espadas mais resistentes, foram forjadas com marretadas.
E vocẽ ? o que prefiriu se tornar ?
Não entenda mau confrade, mas em algumas ocasiões vocẽ perece genial,sarcastico e confiante, mas em outras parece ter a inteligência emocional de um macaco mordendo uma lata de goiabada.
E por acaso não e você que anda dando o perfil de varios confrades de bandeija aqui não ne?

Joane Farias Nogueira disse...

"agora que você é uma de nós, tem que cuspir no prato que comeu, trair seu passado e vilipendiar o seu eu que chorava todas as noites"
Nosssaaaaaa!!! Choquei! Não é nem por nada... mas se me permite uma comparação esdruxula, é tipo achar que trocar de identidade vai apagar a memória e tudo o que a pessoa passou.

"Um mascu sancto com pepeca."
kkkkk!!!
Raziel agora tá fazendo comigo o que faz com aqueles meninos....kkkkk!!
Me senti mascu por um dia,agora. Você tá certa!

Pensar que eu quase apresentei a real para meu irmão. Eu não queria que ele sofresse desilusões amorosas. Assim como não quero que minha irmã sofra. E também tem mulheres virgens com essa idade toda, Raziel. Que se veem sem opção e dizem que são preteridas às não virgens. O que eu quero dizer, todos nós temos um calvário. Parece que uns surtam mais que outros... homens ou mulheres.

Machismo é machismo, não importando de onde vem. Acho que saber que mulheres são machistas me causa menos dano pq me obriga a engolir o orgulho e tentar separar o machismo do homem propriamente dito e me voltar para meu próprio gênero. E voltar me para mim mesma é como jogar água no fogo que o ódio produz. É pouco, mas é melhor que nada.
Mas, minha raiva se deve mais ao fato de eu ter que ver tudo com passividade,sem poder fazer nada e me doer de ver mulheres assim também. Valeu pela dica do ativismo semana sim, semana não. Pq num tem cabeça que aguente! To quase levando por literal mesmo!

Obrigada! Abraços!

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Nos nos tornamos aquilo que era preciso para sobrevivermos Mefhisto, nos fortalecemos na realidade, para suporta-la, as espadas mais resistentes, foram forjadas com marretadas.
E vocẽ ? o que prefiriu se tornar ?
Não entenda mau confrade, mas em algumas ocasiões vocẽ perece genial,sarcastico e confiante, mas em outras parece ter a inteligência emocional de um macaco mordendo uma lata de goiabada.
E por acaso não e você que anda dando o perfil de varios confrades de bandeija aqui não ne?
-------------------------------------

Meu caro confrade, antes de nada, gostaria de ser chamada de confreira. E ter minha identidade de gênero respeitada.

Agora, sobre o assunto, o grande problema da "cultura masculinista" é que ela se adaptou às desgraças do Mundo dos Relacionamentos ao invés de sistematizar a busca pelas poucas - porém existentes - exceções que fazem a diferença, se adequam ao Mainstream, um sistema corrupto que se consiste em uma Ditadura dos Alfas sob a alcunha de "Libertação Feminina", temperado com ideias pseudofeministas que acham que liberdade é libertinagem e que por isso acham lindo mulheres efetuarem os males que muitos homens fazem nos relacionamentos(traição, mentira, agressões e humilhações não consensuais).
Essa cultura de adaptação ao Mundo, por si só, tem dois problemas:

- O Mundo está em transição, é possível que logo essa cultura do macho alfa esteja obsoleta. Sei que no eixo RJ-SP o materialismo impera, mas aqui em PoA por exemplo, pude notar menos superficialidade.

- Vocês estão respaldando o mesmo sistema que os fez mal ao invés de fazerem a diferença. De fato, é engraçado que vocês falam mal dos cafas, mas se tornaram os cafas genéricos.

As raízes motivacionais e psicossociais são falhas, duvidosas ou ao menos limitadas:

- Vocês militam dogmaticamente pela Quase Extrema Direita, ao se fecharem á outras opiniões, o movimento se torna pautado apenas em uma noção de Ordem e Conformidade pautadas por um conjunto de regras éticas duvidosas: O Cristianismo Católico Tradicional.
De forma que o movimento perde sua legitimidade como "Direitos e Acolhimento dos Homens" e passa a ser "Devolver o que é nosso", e isso os torna pseudonostálgicos recalcados. Uso pseudo porque NINGUÉM daquele foro viveu nos anos 50.

- Vocês não questionam os fatos, mas os tornam dogmas que devem ser repetidos dezenas de vezes. Bem como confundem moda(falo aqui de estatística) com valor determinístico.
Se um fato é fruto de constatação errônea, ou por algumas razões deixa de ser válido, a Teoria se torna enviesada.

- A principal motivação de vocês é o ódio, se isso por um lado é uma boa energia, vocês se tornam cegos e apáticos em relação às mulheres. A postura cruel pode algumas vezes corromper uma "exceção"(honesta) em uma mediana(corrupta), reproduzindo em círculo vicioso o sistema que nos fez mal.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...


- Vocês se utilizam de numa normalidade simplória e dogmática de um espectro de gênero tradicional, de forma que mais parece que todo homem deve ser bruto, viril, másculo, musculoso e sistematicamente padronizados que nem os espartanos do filme 300.
Logo essa filosofia é limitadora da personalidade e alma humana, por querer padronizar o ser humano.

- Muitos dos Guerreiros de nível mais alto dentro da hierarquia tem baixo nível educacional, e sua representabilidade muitas vezes se consiste de textos mal escritos ou mal traduzidos.

Agora, sobre mim;

Não estou explanando ninguém da Real. Só costumo zoar o Kageyama porque ele não tinha como pagar R$15 pelo servidor, e ameaçou processar a universidade por eu estar fazendo backup dos sites com o wget. Todos riram dele. O responsável pelo setor apenas sentiu pena. Minha chefa ficou triste por eu estar baixando os sites deles e não atacando de verdade. É uma história muito engraçada e demostra como losers conseguem um ranking alto lá por demagogia e não por desenvolvimento pessoal.

E sim, tenho problemas emocionais: Dores do passado. Felizmente, minha namorestra me ajuda muito nisso.


Enfim, o "Realismo" é uma filosofia limitada e que acaba a longo prazo prejudicando os próprios integrantes, uma vez que vocẽs se tornam obrigatoriamente tudo que sempre fez mal a vocês

yulia2 disse...

''O machismo no seu discurso estava justamente em vc reforçar o papel de "macho" na sociedade,
aquele que merece a atenção da fêmea e que tem a obrigação de fazer o "serviço direitinho" pra mulher querer fazer sexo com ele novammente. ''


não, isso não tem nada de machista nesse , sinto muito.
O que ocorre aí é que se o homem for egoísta e se preocupar
com seu próprio prazer e deixar a outra na mão ( uma mulher livre)
é claro e óbvio que ela não vai sair com ele de novo do mesmo
jeito que se a mulher for muito , muito ruim ele não vai
sair com ela de novo. Isso OS DOIS FAZEM tanto homem quanto mulher se seus parceiros forem ruins na noite eles não repetirão a saída.

Com a prostutita o homem não precisa se preocupar em agradar
EM NADA. Ele não está com gp pra agradar e sim para ser agradado
e servido, SOMENTE. Aliás tai mais um motivo para ver como é absurda
e irracional sua comparação entre mulher livre e prostituta.


''Percebe que vc condiciona a expressão da sexualidade do homem ao julgamento da mulher ele tem que fazer "tudo direitinho" do jeito que a mulher quer''


Estou mostrando , dissecando as diferenças básicas entre mulher livre e prostituta e vc está entendendo apenas o que vc quer entender.

Mas tudo bem, de novo...se o homem contrata uma prostutita
ele NÃO TEM OBRIGAÇÃO de fazer tudo direitinho (alias nem disse isso que ele era obrigado a fazer..) pelo contrário e é por isso que ele paga
para ser satisfeito e só, prosituta não tem querer e nem que gostar de nada,
tem que fazer e pronto e quantas repetições forem necessárias.
No sexo casual ele continua NÃO TENDO OBRIGAÇÃO de fazer nada certinho...
MAS, contudo , porém..... não conte com uma futura repetição desse encontro caso ela não goste,ok vc também pode não gostar, e daí? ela é obrigada a fazer tudo certinho? não... e nem vc. gostou gostou, não gostou, a fila anda.

No sexo casual, SE A MULHER QUISER POIS COMO DISSE ANTES, a mulher ainda PODE não querer nada e ir pra casa e vc perdeu seu tempo a toa, por isso, mais uma vez a sua comparação com prostituta não faz o MENOR SENTIDO.

No sexo casual ninguém está a serviço de ninguém... é consensual e se descobre aos poucos o melhor seria conversar e ver juntos o que melhor cabe AOS DOIS.

Com prostutita não, ELA está a seu serviço o que ela gosta ou deixa de gostar
NÃO IMPORTA e vc sabe disso, só não quer admitir.


Vcs tem sérios problemas com mulher que não está no papel de extrema passividade como a prostituta, por isso na necessidade de desqualifica-la,
mas desculpa aí... por mais que vc queira comparar e jogar no mesmo balaio as diferenças são gritantes.


yulia2 disse...

''Por exemplo, se uma mulher se nega a fazer sexo oral em um homem durante uma relação sexual, isso é apenas a expressão natural da sexualidade dela, mas se um homem se nega a fazer sexo oral numa mulher,ele é um machista que não se importa com o prazer feminino.''


Isso são coisas que tem que ser combinadas antes para não dar
confusão depois. o combinado JAMAIS é caro esse é o problema,
vcs não querem combinar antes, depois dá essa merda que dá....

isso pode acontecer e acontece por vários motivos....
se eu estiver com o cara e ele fizer questão que eu faça oral
nele e ele não me der a contra partida, É CLARO que não vou repetir a saída com ele
, não vou julga-lo machista,
mas vou achar ele fresco e cheio de nojinho como vc É CLARO já deve ter julgado mulher fresca e cheia de nojinho porque ela não quis fazer oral em vc , certo???

se os dois estão limpos e banho tomado, ok, tudo certo,
e mesmo assim um dos dois recusam a fazer isso...ai é complicado.

''Não passa pela sua cabeça que essa idéia de ter que fazer "tudo direitinho", para manter sua
"clientela de fêmeas" baseada na sua reputação de macho pegador é uma expressão de machismo que gera uma grande pressão sobre os homens, as vezes a gente tem medo de não conseguir fazer tudo direitinho conforme as expectativas da mulher, então é melhor apenas se masturbar do que manchar nossa "reputação sexual"

Essa é uma interpretação exclusivamente sua! em nenhum momento falei que homem tem que ser o pegador
o garanhão, NUNCA DISSE ISSO!....
vcs ficam se baseando em porcarias pornográficas pra fazer sexo e dá nisso! que são filmes exclusivamente voltados pra atender APENAS o prazer masculino pois o feminino não conta, são atrizes que estão lá para servir e fingir que gostam disso e vcs acreditam que na realidade é assim também... isso é que doi! . Recorrer a filmes pornográficos e mais ou menos a mesma coisa que recorrer a prostutita... o importante é a satisfação DO CLIENTE.

Reputação? e vc? se preocupou com a reputação da mulher em comparar mulher livre com puta? vcs se sentem diminuídos .. mas não pensam duas vezes para diminuir e esculachar a mulher livre e a cora foi fantástica em identificar seu ranço e preconceito nas suas
falas aparentemente educada quando faz tal comparação.


E vc ?em nenhum momento da sua vida namorou ou casou com uma mulher que vc julgava insatisfatória?
porque os prostibulos vivem lotados??? ta cheio de homem casado que procuram gps para servi-los porque suas supostas mulheres ou namoradas não ''satisfazem'', ou então elas pedem tantas coisas na hora que ele se estressa e tudo o que ele quer é apenas uma masturbação assistida sem se preocupar com quem está do outro lado.
pense nisso vc também.

Vcs fazem a confusão , armam essse banzé .... depois choram na nossa orelha.
Dividem mulher entre pra casar( e de preferencia pouca experiencia sexual , quase virgem, frigida) e pra transar( que comete o crime de ter tesão e escolher o que quer) e de quebra joga esta ultima na mesma vala da prostutita ( a profissional paga para servir), e mais,ainda tem a cara de pau de falar que a mulher comum somente será respeitada no dia em que a prostutita for?? what? ainda joga pra gente essa responsabilidade? tenha dó.

reafirmo o que disse antes, o movimento NÃO REPRESNTA HOMENS que pensa que prostituta e mulher casual
SÃO A MESMA COISA. definitivamente NÃO.


''Vc tentou me desqualificar justamente me atacando nesse ponto.''

comparar mulher livre com prostituta é o que meu caro? se não foi com objetivo de desqualificar eu não sei o que foi então...

Fábio disse...

Como eu disse minha cara 'confreira" as vezes vc e genial(O mais divertido e que vc ainda não me reconheceu rsrsrs, "paspalho"), concordo, a real não pode se tornar xiita, mas tmabém não pode sucumbir ao relativismo moral, e perder seu norte.
Adaptações, este e o segredo do desenvolvimento.
Todos temos o tempo de "lamber nossas feridas" espero melhoras pra ti.
Saudações fraternas Mepristo

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Fábio,

O mais divertido e que vc ainda não me reconheceu rsrsrs, "paspalho"

Claro que eu sei quem tu és, pseudofóbico do caralho, eu inclusive ri muito quando te achei por aqui. Eu inclusive chamei a Mordred para ir naquela comuna trollar(você) um pouco, mas como a moderação daquele pedaço de inferno é ausente.... Alias, eu pensei que eu já tinha deixado claro na FS que eu tinha te visto por aqui. o_o


concordo, a real não pode se tornar xiita, mas tmabém não pode sucumbir ao relativismo moral, e perder seu norte.

A Moral é uma compilação da ética, de forma que várias morais podem seguir a mesma ética e serem igualmente válidas, o que eu percebi é que por lá até pensar e se questionar é relativismo moral. Alias, se não entendessem algo, era relativismo moral.
O que a Direita chama de Relativismo Moral é simplesmente questionamento.

Adaptações, este e o segredo do desenvolvimento.
Uma adaptação de curto prazo e que é danosa a todos.

Saudações fraternas Mepristo

Saudações, Preto Idiota Virgem. Aparece lá no orkut, me add, sei lá, quero te passar um presente ;)

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

PS: Nem me venham dizer que sou racista, no nosso meio(comuna Fobia Social do orkut), ele mesmo se zoa dizendo ser um fóbico preto virgem. (E eu sou traveco)

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Amigos, permitam-me vos confessar uma ironia LINDA:

Provavelmente fui eu quem introduzi o Fábio à Real, eu pregava a mesma na FS e até hoje usam jargões da Real por lá.

yulia2 disse...

Aliás, se me permite a correção, quem fez essa observação foi o Leandro quando observou o ataque em forma de postagem educada, e ao contrário do que pretendia o Edu, sua tentativa de ser educado não evitouo o barraco.
Foi uma postagem educada, porém, carregada de preconceito , machismo e senso comum.

Anônimo disse...

Raziel von Sophia Imbuzeiro. Eu estava achando que você era da "Real", ainda mais que estava discutindo calorosamente com as outras usuárias...Mas você disseca bem a fundo a respeito do "Masculinismo" brasileiro, os chamados "Guerreiros da Real". Afinal, desculpe perguntar, você entendendo bem sobre eles, já frequentou muito os fóruns? Era da chamada "Velha Guarda" mesmo?

lola aronovich disse...

Olá, pessoas queridas! Faz uma hora e pouco que voltei de São Luis. Como expliquei antes de viajar, na quarta à noite, desativei a moderação porque não teria acesso à internet e não permiti que anônimos comentassem. Pelo que vi, até que não foi tão ruim. Quase não houve trolls, tirando o Fábio do Mingau de sempre e a Mascu Eterna Raziel. Ontem (domingo) dei uma olhada rápida nos comentários aqui do blog. É que o maridão levou o tablet dele (que usei pela primeira vez durante esta viagem, mas não vou me acostumar com aquele treco) e ontem no almoço deu pra ler os coment. E fiquei horrorizada com o que li. Nunca, nem em mil anos, que eu iria publicar a pergunta "Vc foi estuprada?" pra alguém se eu estivesse moderando os comentários. Raziel veio aqui pra trollar, sabendo que os comentários não estavam sendo moderados. Ela se aproveitou disso. Sabia muito bem o que estava fazendo.
Preciso falar algumas coisas sobre Raziel. Ela é uma pessoa muito, muito perturbada. Não por ser trans, mas por ser mascu. Pra quem está boiando, ela já contou sua história aqui. Ela trollou o blog durante meses quando era Raphael. Me enviava emails que eu sempre ignorava. Defendia tomar remédios para ficar sem desejo sexual. Ela já tinha uma necessidade enorme de ser aceita.
Mas mesmo depois da grande transformação, Raziel seguiu com a mesma ideologia mascu. Esse "pensamento" vira e mexe surge nos seus comentários. Eu já não autorizei a publicação de vários de seus comentários mais agressivos. Alguns dias ela parece bem, mas de repente ela surta. Hoje deve ter sido um desses dias. Pessoalmente, nunca gostei da Raziel nem em seus bons dias. Mas ela acabava conquistando algumas pessoas. Algumas leitoras daqui do bloguinho tornaram-se suas amigas. Algumas já a conheceram pessoalmente. Mas, quando Raziel surta, as amigas viram inimigas de morte. Recebi uns três relatos de leitoras que ficaram amigas dela, só pra, num desses surtos, Raziel xingá-las de tudo quanto é nome, desejar sua morte, e sugerir que iria se suicidar. Quer dizer... eu me senti péssima ao ler esses emails, porque eram leitoras ótimas, cheias de empatia, que estavam tentando ajudar Raziel a abandonar a misoginia, e porque elas conheceram Raziel através do meu blog. E era sempre o mesmo roteiro, só mudava algumas das personagens.
E eu disse pra essas leitoras: vcs não têm que ser psicólogas de ninguém. Raziel já tem psicóloga. Vcs não têm que tentar ajudá-la. Vcs simplesmente não merecem isso. Ninguém merece.
Não vou deletar os comentários deste post. Que eles fiquem aqui como exemplo de como age uma mente perturbada. É possível ver o mecanismo passivo-agressivo que tanto domina Raziel. Espero que ela consiga se recuperar e tenha uma boa vida. Mas bem longe aqui do meu blog.

lola aronovich disse...

E deu nojo ver Raziel e Fábio, dois mascus, papeando aqui carinhosamente, velhos amigos. Vcs não têm mais espaço neste blog.

Sobre o Fábio do Mingau, hoje recebi este email de uma leitora: "Pessoal, reconheci esse prédio onde o Fábio do Mingau tirou a sua foto! É aqui no Rio de Janeiro, o RB1, na Avenida Rio Branco número 1. Ele deve trabalhar lá como segurança. Vamos até lá fazer uma visita e conhecê-lo pessoalmente? E contar para os seus colegas, chefes e principalmente as mulheres que trabalham no edifício o que ele escreve na internet? E levar um manjar branco de presente?"

Não sei se essas informações são verdadeiras, e não me importa muito, porque os comentários dele não serão mais autorizados por aqui.

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 332   Recentes› Mais recentes»